Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Cisco do Brasil faz balanço de ações voltadas ao combate da Covid-19

Empresa contribuiu com doações e parcerias para setores fundamentais da sociedade

Desde o início da crise da Covid-19 no país, em março deste ano, a Cisco do Brasil vem adotando uma série de medidas e estabelecendo parcerias para apoiar no combate à pandemia. A empresa tem apoiado a sociedade, Governo e empresas a se manterem conectados, produtivos e seguros e nos últimos quatro meses anunciou iniciativas para as áreas de saúde, educação, gestão pública e judiciário. O objetivo foi contribuir para que estes setores fundamentais pudessem continuar operando e atendendo as necessidades da população durante esse período desafiador.

A Cisco destinou mais de 500 milhões de dólares para iniciativas em resposta à Covid-19 no mundo todo, incluindo doações em dinheiro e produtos. E uma das primeiras medidas adotadas foi a disponibilização de forma gratuita de sua plataforma de videoconferência Cisco Webex. O objetivo foi prover soluções de colaboração a distância em um momento que exige o distanciamento social. Milhares de empresas dos setores públicos e privados tiveram que adotar o home office sem o preparo necessário e, com a plataforma, puderam manter sua produtividade com segurança. O impacto desta ação pode ser medido pelo número de reuniões realizadas através da solução. No mundo, o Cisco Webex atingiu 25,5 bilhões de minutos de reuniões em maio. No Brasil, desde o início da pandemia, centenas de milhares de licenças gratuitas do Cisco Webex foram baixadas, o número de reuniões mais que dobrou e o número de usuários cresceu mais de 300%.

A empresa também trabalhou para garantir a segurança da informação com soluções gratuitas baseadas na nuvem, como Umbrella, Duo e AnyConnect, que contribuíram em um momento onde a cibersegurança se tornou ainda mais importante devido ao alto número de pessoas trabalhando de suas casas e um aumento considerável no número de ameaças contra dados corporativos e pessoais.

Além destas medidas iniciais, a Cisco buscou estabelecer parcerias com órgãos de alguns dos principais setores da sociedade, como saúde e educação. O objetivo destas parcerias foi usar a tecnologia e a transformação digital para que serviços fundamentais continuassem operando e ainda com maior eficiência durante o período de pandemia, atendendo antigas e novas necessidades dos cidadãos. A empresa pretende dar continuidade a uma série de novos projetos voltados para diversos setores sociais.

Alguns exemplos:

Saúde: A Cisco acredita que a tecnologia desempenhou um papel importante durante a crise e será fundamental também na fase de recuperação e transformação da saúde, por isso tem investido em parcerias e inovações tecnológicas para aprimorar o atendimento de pacientes e a gestão dos hospitais.

Telemedicina e atendimento humanizado: a cidade de Foz do Iguaçu usou a tecnologia Cisco para a prática da Telemedicina durante a crise da Covid-19. Médicos do grupo de risco, bem como médicos infectados pelo vírus, puderam seguir atendendo seus pacientes através do Cisco Webex.

A Cisco também cedeu dispositivos de vídeo DX para atendimento humanizado em hospitais em todo o país, incluindo hospitais de campanha como do Estado do Piauí, possibilitando a comunicação segura entre pacientes, médicos e familiares.

Educação: a Cisco está apoiando instituições públicas e privadas, professores e alunos para a educação digital por meio do Cisco Webex.

No Estado de Rondônia, a Secretaria de Educação tem utilizado o Webex para reuniões, formação de professores e ‘aulões’ com estudantes de várias séries.

A Cisco também trabalhou em parceria com a IBM e mais de 1.000 voluntários, em toda América Latina, para capacitar professores de instituições públicas e privadas, a usar o Webex durante e pós-pandemia.

Outra iniciativa da Cisco foi a oferta de cursos on-line gratuitos de tecnologia por meio do seu programa global de educação, Cisco Networking Academy. Foram seis cursos introdutórios em áreas emergentes, como cibersegurança e Internet das Coisas (IoT), oferecidos em parceria com instituições como Senai-SP, Senac-SP, Senac-RJ e UTFPR, beneficiando cerca de 14 mil pessoas no total.

Judiciário: o Cisco Webex está garantindo a continuidade do exercício da justiça brasileira com a adoção pelo Conselho Nacional da Justiça (CNJ), Supremo Tribunal Federal (STF) e vários tribunais regionais. Segundo dados do CNJ há cerca de 20 mil usuários ativos da Plataforma Emergencial de Videoconferência e já foram realizadas mais de 366 mil reuniões pelo Webex, incluindo reuniões de trabalho, audiências e sessões de julgamento, entre 1 de abril e 4 de agosto. Somente em um único dia, foram realizadas 9.142 sessões utilizando Webex.

Gestão Pública: Ativação de videoconferência baseada na nuvem (Cisco Webex) para apoiar a gestão pública. O Governo do Distrito Federal, por exemplo, está utilizando o Webex para o trabalho remoto. Desde março já foram feitas mais de 12 mil reuniões pelo Webex no Distrito Federal totalizando mais de 9 mil horas de reuniões e 54.790 participantes pela plataforma.

Em São Paulo, o município de Santos já realizou mais de 3.300 videoconferências em quase 5 mil horas, nos últimos 90 dias, incluindo desde reuniões entre as secretarias e o Prefeito, planejamento da Secretaria da Educação com as escolas, ações da Saúde, bem como uso entre a Prefeitura e empresas contratadas. Além disso, a solução também já foi usada para duas audiências públicas totalmente virtuais. O município de Ribeirão Preto também está utilizando a tecnologia de videoconferência da Cisco.

Já no Piauí, a tecnologia Cisco foi adotada pelo Governo do Estado e pela Assembleia Legislativa do Piauí, que desde março utiliza a ferramenta para sessões virtuais, reuniões das comissões temáticas e para a realização de audiências públicas.

“A pandemia de Covid-19 é o maior desafio que nossa sociedade está enfrentando em décadas, e diante dos sacrifícios exigidos, a tecnologia ganhou um papel central, tanto para conectar pessoas durante o isolamento social como para levar serviços básicos à população, de forma segura e eficiente”, afirma Ricardo Mucci, diretor de Setor Público da Cisco do Brasil. “Na Cisco acreditamos que a melhor forma de pensar na tecnologia é pensar no impacto positivo que ela tem sobre as pessoas, e neste momento isto não poderia ser mais verdadeiro. Estamos felizes de poder contribuir com setores tão importantes e ver o resultado destes esforços, mas também estamos cientes de que ainda temos um longo caminho pela frente.”

Sobre a Cisco

A Cisco (NASDAQ: CSCO) é líder mundial em tecnologia, que tem feito a internet funcionar desde 1984. Seus colaboradores, produtos e parceiros ajudam a sociedade a se conectar com segurança e a aproveitar hoje as oportunidades da transformação digital do futuro.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::