Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Forcepoint alerta para Shadow IT, a ameaça interna nas sombras após a pandemia

Companhia ressalta o risco deste fenômeno e compartilha dicas para conhecer e gerenciar esta ameaça

Em um contexto em que o trabalho remoto se espalha rapidamente e exponencialmente, as empresas e sua força de trabalho procuram ferramentas tecnológicas que favorecem a colaboração. Isso inclui aqueles baseados em software, hardware, aplicativos e/ou serviços em nuvem que, embora não sejam proibidos, também não são fornecidos pela empresa; "Eles estão na sombra da área de TI" e são o começo do conceito "Shadow IT".

Através de diversas pesquisas de mercado, sabe-se que pelo menos metade dos colaboradores utilizam em seus dispositivos aplicativos que não foram distribuídos por suas equipes de TI, logo, uma proporção similar de dados das companhias são armazenados em nuvens não gerenciadas pelo departamento de tecnologia.

A Forcepoint, empresa líder global em segurança cibernética, compartilha alguns dados que nos ajudam a entender, conhecer e gerenciar o risco desse fenômeno. Isso se baseia em sua experiência na implementação de programas de proteção de dados e usuários com seus clientes globalmente e em diferentes setores:

Para cada aplicativo em nuvem autorizado, existem pelo menos 8 que não são. Se, em média, uma organização usa 5 aplicativos em nuvem, encontramos 40 aplicativos desconhecidos ou não autorizados pela organização.
Não é economicamente viável replicar ou implementar os controles de segurança existentes nas organizações, em um novo perímetro em torno do colaborador ou do trabalho remoto.
Sabe-se que ataques e violações de segurança bem-sucedidos são derivados de falhas na implementação dos controles apropriados para esses ambientes.
No ambiente atual, uma tempestade perfeita foi criada em termos de novos riscos para as organizações que devem ser avaliadas o mais rápido possível e usar arquiteturas do tipo SASE para implementar e integrar os controles sensíveis e de proteção de dados apropriados. Comercial.
As motivações que levam os funcionários a implementar essas ferramentas devem ser identificadas e analisadas sem informar a área de TI ou mesmo evitar controles de segurança.
É essencial que os funcionários recebam treinamento de segurança constante. O fator humano é o elo mais fraco da cadeia de segurança cibernética; portanto, é essencial educar para evitar ataques.

“Embora essa infraestrutura ou serviços não autorizados tenham a intenção de otimizar os processos de negócios ou fornecer suporte para a execução de algumas ações, eles representam um risco para a organização. O que é recomendado é realizar análises periódicas para identificar os pontos de Shadow IT, avaliar a necessidade dessas ferramentas não autorizadas, eliminá-los ou substituí-los por tecnologia valorizada e fornecida pela área de tecnologia da informação, com os devidos controles de configuração e segurança. com base nas melhores práticas e alinhadas com o apetite de risco da organização”, comenta Luiz Faro, diretor de engenharia para América Latina da Forcepoint.

Shadow IT representa um risco tanto para as informações confidenciais quanto para os dados confidenciais que a empresa gerencia e pode levar a organização a ser penalizada, multada, desacreditada pela marca e perda de confiança de seus clientes e parceiros de negócios.

Sobre a Forcepoint

A Forcepoint, anteriormente conhecida como Websense ou Raytheon|Websense, é líder mundial em segurança cibernética e proteção de dados de usuários. As soluções Forcepoint baseadas em comportamento se adaptam aos riscos em tempo real e são transmitidas por uma plataforma de segurança convergente que protege os usuários da rede e o acesso à nuvem, impedindo que dados confidenciais saiam da rede corporativa e elimina as infrações causadas por pessoas internas. Sediada em Austin, Texas, a Forcepoint cria ambientes seguros e confiáveis para milhares de clientes empresariais e governamentais e seus funcionários em mais de 150 países.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS