Brasil,

Especializada em grandes eventos, brasileira Fast ganha destaque no mercado internacional

Com trabalhos realizados na Fórmula 1, C o p a e Olimpíadas, empresa já conquistou a liderança do mercado de estruturas temporárias na América Latina

Com portfólio de clientes e eventos capaz de causar inveja às maiores construtoras do mundo, com destaque para C o p a , Jogos Olímpicos e GPs de F-1, a Fast Engenharia conquistou a liderança do segmento de estruturas provisórias (overlays) na América Latina. No entanto, o sonho do engenheiro Antônio Domingos Fasolari, fundador da empresa, vai além das fronteiras com os países vizinhos. Com 37 anos de experiência no mercado, a Fast quer ganhar o mundo.

De acordo com ele, o negócio já está sendo preparado para fechar contratos multinacionais e é aqui que a sucessora de Antônio Fasolari entra em cena. A filha Tatiana, seguiu a carreira do pai e atuou em várias empresas multinacionais para adquirir experiência. Mas a aposta é que com seu talento -- fluência em inglês, espanhol e alemão -- levará o negócio a alçar voos ainda mais altos. “A chegada dela à equipe como diretora-geral marcou um novo momento da empresa”, recorda Antônio, dono da companhia líder de mercado.

Mas o começo da empresa assemelha-se a muitos negócios brasileiros. Em 1986, o jovem engenheiro Antônio Fasolari decidiu abrir a própria empresa, após perceber que não havia mais espaço para crescimento no seu antigo emprego -- uma empresa familiar à qual se dedicou por quase uma década.

Aproveitou a experiência em montagem de estruturas tubulares em edificações, serviços industriais e grandes eventos -- inclusive já atuou no primeiro Rock in Rio, em 1985 -- para desbravar o mercado nacional. “Começamos do zero. Não tínhamos equipamentos e nem equipe, apenas um Uno antigo que usávamos para viajar e nos encontrar com potenciais clientes”, lembra Fasolari.

Os anos passaram e, com muita dedicação, em meados da década de 90 a empresa começou a realizar grandes projetos. Para o Carnaval de São Paulo (SP) montou a arquibancada no sambódromo do Anhembi, localizado na zona norte da capital. Na mesma época, instalou a arquibancada para a Fórmula 1. A excelência do serviço garantiu a renovação do contrato por 18 anos.

Mas foi em 2001 que o negócio decolou. Graças ao profissionalismo da equipe, a Fast Engenharia foi convidada para ser a responsável pela entrega de overlays, incluindo logística, gestão e manutenção, do Grande Prêmio de Fórmula 1, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). “Cuidamos de toda parte estrutural do evento. Além de montar a arquibancada, fizemos o pódio, a parte de atendimento à imprensa e até nos encarregamos de conseguir os hinos e as bandeiras de cada país que foi representado na competição”, conta o engenheiro.

Com a visibilidade da Fórmula 1, inúmeros contratos foram fechados. Em 2007, eles desenvolveram os overlays dos Jogos Pan-Americano do Rio de Janeiro (RJ). Foi então que Antônio percebeu que seria importante aplicar capital na firma e, no ano seguinte, comprou plataformas aéreas para aprimorar o serviço prestado.

Investimento importante, pois nos anos seguintes o trabalho seria ainda maior. Isso porque na Copa das Confederações da F u t e b o l (Brasil-2013) e na C o p a , em 2014, a Fast foi responsável pelas instalações de estruturas provisórias em São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e Salvador (BA). “Devido à extensão territorial do Brasil, a logística foi um desafio. As cidades estavam a 2 mil quilômetros de distância uma das outras. Mas conseguimos”, comenta.

Já considerada referência nacional em overlays, em 2016 a empresa foi contratada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para construir arquibancadas, tendas, arenas, cercas e toda estrutura hidráulica e elétrica dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro. No ano anterior, a Fast também marcou presença nos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, sediado no País.

Com o fim dos eventos globais no território nacional, a empresa almejava ampliar a carteira de clientes para além das fronteiras do Brasil. Com a intermediação da diretora-geral Tatiana Fasolari, em 2018, a Fast trabalhou nos Jogos Olímpicos da Juventude, que aconteceram em Buenos Aires (Argentina), criando toda a infraestrutura do evento. Um ano depois, implementou suas soluções nos Jogos Pan-Americanos e Para-Americanos de Lima, no Peru.

Atualmente, a empresa brasileira, que começou do zero em São Paulo (SP), é considerada a número um na América Latina em montagem de overlays. Além da capital paulista, possui filiais no Rio de Janeiro (RJ), Argentina, Peru, Itália e traz como premissa o cuidado com a segurança dos mais de 100 funcionários.

“Temos muito orgulho da nossa caminhada e do processo interno de amadurecimento que nos permitiu enxergar as necessidades e oportunidades no mercado. Hoje, entendemos que somos uma empresa capaz de ocupar qualquer espaço vazio. O cliente traz a demanda e nós criamos uma solução”, reconhece Antônio Fasolari, fundador da Fast Engenharia.

Sobre a Fast Engenharia

Com mais de 35 anos de experiência no mercado de infraestruturas temporárias, a Fast Engenharia é a maior empresa da América Latina especializada em overlays. No Brasil, conta com sedes em São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ), além de escritórios em Buenos Aires (ARG), Lima (PER) e Milão (ITA). É reconhecida internacionalmente pelos selos ISO 9001, ISO 14000 e OHSAS, além de certificados por grandes instituições como a F u t e b o l, IOC, Panam, FIA e ATP. Clique aqui e saiba mais!


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo