Brasil,

Com Formato de Websérie, Festival “Escola do Samba” Presta Homenagem a Mestre Herculano em seu Segundo Episódio

Cred. Millena Cred. Millena

Com transmissão pelo Youtube neste sábado, 24/7, às 21h, evento reúne importantes nomes da expressão musical representada na ancestralidade dos batuques para um diálogo com os novos expoentes do samba

"Nos sambas, cada poesia carrega consigo uma narrativa, uma história cantada,uma fotografia versada, uma memória que retrata nossa ancestralidade, nossa identidade cultural negro-brasileira que luta cotidianamente para não ser invisibilizada em uma sociedade eurocêntrica e colonialista."

João Nascimento, diretor e idealizador do festival

Batuque de umbigada Mestre Herculano. O tradicional grupo da cidade de Tietê (SP) protagoniza o segundo episódio do festival “Escola do Samba” que será transmitido no próximo sábado, 24/7, às 21h, no Youtube. Com formato virtual, a atual edição do evento dá continuidade ao festival criado em 2008, no Morro do Querosene, em São Paulo, e promovido pelo Instituto Nação com o objetivo de fomentar e difundir o samba como ferramenta cultural de transformação social. A partir de 2010 suas edições passaram a ser realizadas no Ponto de Cultura Afrobase, localizado no bairro do Rio Pequeno, periferia da Zona Oeste de São Paulo. Em um ambiente informal de interação social caracterizado por diversas vertentes artísticas, o festival propiciou encontros de troca e acolhimento entre a comunidade e músicos, sempre homenageando importantes sambistas e comunidades tradicionais que mantêm vivas as expressões culturais afro-brasileiras e diaspóricas.

Em tempos de pandemia com um cenário de crise sanitária acentuado por mais de 500 mil mortes vítimas da covid 19 no país surgiu um novo formato para a realização do Festival Escola do Samba, que ganhou adaptação para o palco virtual, configurando-se em uma websérie produzida pela Kalakuta Produções. No total, são seis episódios inéditos, cada um deles com 52 minutos de duração, exibidos sempre aos sábados pelo canal do youtube da Kalakuta Produções. O primeiro episódio, que prestou uma homenagem à Mestra Dafona (uma das principais referências na tradicional manifestação do samba de roda), estreou em 17/7.

Com o propósito de registrar e documentar a pluralidade do samba e as composições autorais desse gênero, a websérie perpassa por histórias narradas, entrelaçadas em depoimentos e cantorias versadas por importantes protagonistas dos batuques de matrizes africanas em São Paulo, ritmos e poesias oriundas de comunidades negras que possuem no cerne de sua tradição a memória dos terreiros, a ancestralidade, as síncopas marcadas nos tambores e tamborins que compõem peças fundamentais do vasto universo que se conhece como samba.

“Em cada edição, quando pensamos na curadoria, partimos do conceito de uma visão expandida que engloba a pluralidade de sotaques, vertentes e cadências que compõem o amplo cenário sócio-cultural do samba. As apresentações ou manifestações da Escola do Sambasão executadas de forma fluida e espontânea, em que os conhecedores da matéria podem se expressar legitimando a cultura de um povo que resiste e renasce a cada geração por meio das artes performáticas negras, em sua divina multiplicidade, que permanecem como umbigos a alimentar o Brasil com a seiva rica de ancestralidades africanas, ameríndias e ibérico-árabes”, afirma Paulo Dias

Partindo deste conceito expandido, neste ano o festival Escola do Samba apresenta uma programação diversa e inclusiva que conta com a participação de importantes nomes, como a Mestra Jociara (do jongo de Indaiatuba/SP), que divide o palco com o baiano Madjah, o Samba de Roda de terreiro de Mestra Dofona, a comunidade do Batuque de Tietê, o samba maranhense de Tião Carvalho e o tradicional "samba de raiz" de Roberta Oliveira, Raquel Tobias e o grupo Sambilê (conjunto permanente e de trabalho contínuo formado por sambistas que tradicionalmente acompanham os convidados do festival desde 2008). A curadoria da edição é assinada por Dinho Nascimento (músico, compositor e capoeirista), Paulo Dias (Músico, pesquisador e presidente da Associação Cultural Cachuera!) e João Nascimento (artista multilinguagens, diretor da Cia Treme Terra e documentarista).

"Para o nosso festival, nos concentramos na musicalidade, nos ritmos e na cadência do samba como patrimônio cultural e incontestável de nossa identidade. Nossos convidados, desde a primeira edição, representam um legado de alegorias poéticas, movimentações estéticas, sonoras e políticas, oriundas, principalmente, dos batuques Banto, das travessias dos navios pelo Atlântico vindo da África e atracando em terras de Pindorama, hoje denominada Brasil, no período da escravização que perdurou mais de 500 anos, deixando resquícios até os tempos atuais”, observa Dinho Nascimento.

SOBRE OS CONVIDADOS E AS CONVIDADAS

MESTRA DOFONA

Nasceu no Rio de Janeiro, se criou na Bahia e radicou-se em São Paulo. Autodidata, candomblecista, capoeirista, educadora e batuqueira formada na cultura de rua. Aprendeu samba batucando nas panelas, nas rodas de capoeira, nas esquinas de mundo e nos terreiros, tornando-se uma das principais referências na tradicional manifestação do samba de roda.

BATUQUE DE UMBIGADA MESTRE HERCULANO

O grupo nasceu com o objetivo de manter a tradição do batuque de umbigada viva, legado banto-africano desenvolvido no Estado de São Paulo, na cidade de Tietê, há mais de 200 anos. O grupo carrega o nome do mestre Herculano, importante liderança que faleceu em 15 de março de 2018, aos 88 anos, filho de Zequinha Marçal, um dos maiores tambuleiros da história do batuque, herança deixada para sua família e comunidade que, no palco do Escola do Samba, está representada por Daniela de Souza, Karine e Robinho.

MESTRA JOCIARA E MADJÁH

Filha do mestre Tio Juca, Jociara passou a vida ouvindo os mais velhos fazerem jongo no quintal de sua casa, onde nasceu, em Barra do Piraí (RJ). Fundadora do Grupo de Jongo “Filhos da Semente”, de Indaiatuba (SP), onde reside atualmente ao lado de seu companheiro,Madjah, com quem compartilha o palco do Festival Escola do Samba, herdeiro da tradição da Marujada e do Samba de Roda de Saubara do Recôncavo Baiano.

RAQUEL TOBIAS E ROBERTA OLIVEIRA

Cantora e compositora, tem ganhado destaque no samba paulista junto às comunidades da Zona Sul de São Paulo. Nascida no bairro de Santo Amaro, Raquel Tobias integra a Ala dos Compositores do Samba da Vela. No Festival Escola do Samba ela compartilha o palco com a cantora e compositora Roberta Oliveira, sambista nascida em Campinas (SP) que traz no seu canto as referências das cantigas dos terreiros de umbanda e candomblé.

SAMBILÊ

Conhecido como Samba da Casa, Samba do Ilê, o Grupo anfitrião do Escola do Samba, foi criado em 2008 especialmente para acompanhar os artistas convidados do festival. Uma comunidade de batuqueiros, compositores, instrumentistas e cantores,formada por grandes nomes da atual cena do samba paulista, como Edú Batata, Tiago Trindade, Pedrão do Morro do Querosene, Bira Nascimento, Koke Guimarães e João Nascimento.

TIÃO CARVALHO

Músico, cantor, compositor, dançarino e capoeirista, nasceu na cidade de Cururupu, região noroeste do Estado do Maranhão, ainda menino, iniciou seu aprendizado nas danças e festividades populares. Na década de 80, funda o Grupo Cupuaçu de Estudos de Danças Populares Brasileiras e inicia a tradicional festa de Bumba Meu Boi no Morro do Querosene em São Paulo. Tião Carvalho carrega a sensibilidade e sabedoria dos seus ancestrais, a importância de suas raízes fundadas no Tambor de Crioula, no Bumba Meu Boi, nos Sambas e batuques maranhenses.

SERVIÇO:
ESCOLA DO SAMBA
Acesso Gratuito
Classificação indicativa: livre
Aos sábados, sempre às 21h
Transmitido por: https://www.youtube.com/channel/UCOaiP1NA2NiAFlpfxnmeRmw

Siga:
Instagram: @kalakutaproducoes
Facebook: https://www.facebook.com/Estudiokalakuta

1º EPISÓDIO - MESTRA DOFONA

Sábado, 17 de julho, às 21h

Canal do Youtube: Kalakuta Produções

02º EPISÓDIO - BATUQUE DE UMBIGADA MESTRE HERCULANO

Sábado, 24 de julho, às 21h

Canal do Youtube: Kalakuta Produções

3º EPISÓDIO - MESTRA JOCIARA E MADJÁH

Sábado, 31 de julho às 21h

Canal do Youtube: Kalakuta Produções

4º EPISÓDIO - RAQUEL TOBIAS E ROBERTA OLIVEIRA

Sábado, 7 de agosto, às 21h

Canal do Youtube: Kalakuta Produções

5º EPISÓDIO - SAMBILÊ

Sábado, 14 de agosto, às 21h

Canal do Youtube: Kalakuta Produções

6º EPISÓDIO – TIÃO CARVALHO

Sábado, 21 de agosto, às 21h

Canal do Youtube: Kalakuta Produções

SOBRE O INSTITUTO NAÇÃO

Organização social de pesquisa e formação em cultura negra fundada em 2009, responsável pela realização do Festival Escola do Samba e Ponto de Cultura Afrobase. Idealizou os documentários longa metragem Danças Negras e Tambores da Diáspora.

EQUIPE CURATORIAL E DIREÇÃO

JOÃO NASCIMENTO (Diretor-curador)

Artista multilinguagens, pesquisador, documentarista e diretor de dança e música. Graduado em Produção Musical pela Universidade Anhembi Morumbi. Diretor-fundador da Cia Treme Terra; coordenador do Ponto de Cultura Afrobase e Idealizador do Escola do Samba. Dirigiu o documentário "Danças Negras" e "Tambores da Diáspora"

DINHO NASCIMENTO (Curadoria)

Músico, capoeirista e compositor baiano radicado em São Paulo desde a década de 70. Possui três álbuns musicais: “Berimbau Blues” (10º Prêmio Sharp de Música 1997), “Gongolô” e “Ser-Hum-Mano”. Idealizador-regente da Orquestra de Berimbaus do Morro do Querosene, que gravou o disco "Sinfonia de Arames".

PAULO DIAS (Curadoria)

Pianista, percussionista e etnomusicólogo. Bacharelou-se pela Unicamp. Fundador e diretor da Associação Cultural Cachuera! Aprendeu percussão popular brasileira em vivências com mestres de diferentes comunidades afro-ascendentes: Batuque de Capivari/SP, Irmandade do Rosário de Justinópolis/SP e Irmandade do Rosário de Jatobá/MG, entre outros.

O festival Escola do Samba foi premiado no edital PROAC Festivais de 2019 da Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo. Há mais de uma década de existência, o Escola do Samba possui um histórico com mais de 20 edições, tornando-se referência em evento de samba na cidade de São Paulo, onde passaram importantes artistas consagrados, como Nei Lopes, Fabiana Cozza, Velha Guarda do Camisa Verde e Branco, Osvaldinho da Cuíca, Quinteto em Branco e Preto, Eduardo Gudin, João Borba, Toninho Carrasqueira, Adriana Moreira, Dona Inah, Mestre Kenura, Vânia Bastos, Totonho do Jongo do Tamandaré, Seu Dito Assunção do Batuque de Umbigada e outros.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo