Brasil,

Black Friday: perguntas e respostas

Felipe Dellacqua, especialista em e-commerce, VP de vendas e sócio da VTEX, comenta sobre categorias mais buscadas, vendas online, segurança nas compras, logística da entrega, entre outros assuntos

Pesquisa realizada pelo Opinion Box em parceria com a Social Miner divulgada na última segunda (16) mostrou que 24% das pessoas das pessoas pretendem investir mais de R$ 1.000 em compras na Black Friday, que acontece oficialmente no dia 27 de novembro. Outros 28% revelaram que irão comprar ara adiantar as compras de Natal. Já 63% disseram que não vão deixar de aproveitar as ofertas da data.

Veja abaixo entrevista exclusiva com Felipe Dellacqua, especialista em e-commerce, vice-presidente de vendas e sócio da VTEX, multinacional que desenvolve plataformas de e-commerce em mais de 30 países e tem como clientes como Sony, Walmart, Whirlpool, Coca-Cola, Stanley Black & Decker e Nestlé.

1. Qual a expectativa de vendas na Black Friday para este ano em relação ao comércio virtual?

A expectativa para essa Black Friday será enorme. Muitos faltam que será a maior de todos os tempos. O comércio eletrônico deu um salto neste ano, atingindo mais de 10% de todas as vendas do varejo. O crescimento foi de mais de 100% nesse período de pandemia. Os consumidores que não puderam gastar dinheiro com viagens e entretenimento, certamente, aproveitarão as oportunidades desse período. E o varejo para evitar um resultado consolidado negativo de vendas, neste ano, irá aproveitar ao máximo a Black Friday para liberar seu estoque.

2. Quais categorias mais costumam ser procuradas e vendidas?

Todos os últimos anos tivemos as categorias como Smartphones, Eletrônicos, Informática, Eletrodomésticos, Moda e Saúde e Beleza como os queridos e mais procurados pelos consumidores. Neste ano não será diferente. O que podemos esperar como uma categoria com mais crescimento referente ao ano passado serão as categorias como Casa, Decoração e Móveis devido à mudança do consumidor com migração para interiores e maior afinidade com o trabalho remoto. O investimento em casas promete crescer bastante neste final de ano.

3. Você acha que a pandemia irá provocar um aumento nas vendas na Black Friday? Por quê?

A pandemia já vem provocando um aumento de vendas no comércio eletrônico em todos os meses anteriores e com o Black Friday não será diferente. A grande diferença desse BF de 2020 será que as lojas físicas que também participam do movimento terão suas limitações de consumidores simultâneos devido a restrições impostas pelos governos e pelo fato deste ano ter tido uma entrada grande de novas lojas online, que antes só vendiam fisicamente, e da entrada de consumidores que compraram pelo ecommerce pela primeira vez e gostaram da comodidade do canal.

4. Você acha que essa Black Friday será mais digital que as outras? Por quê?

Certamente será a Black Friday mais digital de todas, dado que ainda existem diversas restrições em cidades no Brasil e, sem a vacina, a maior parte dos consumidores não irão se colocar em risco indo até uma loja física lotada de consumidores podendo aproveitar o mesmo estoque e preço pelo canal digital.

5. Acha que é uma tendência as pessoas comprarem presentes na Black Friday para presentearem a si mesmas?

Diferente do Natal que é uma época do ano onde compramos presentes para nossas famílias e amigos, o Black Friday é para uso próprio com base na oportunidade de pagar menos por itens de desejos que o consumidor vem namorando ao longo do ano.

6. Pode dar algumas dicas de como o consumidor pode comprar com segurança pela internet?

Primeiro passo é verificar se o site é acessado por um servidor seguro. Antes do endereço da loja, há uma sigla "HTTPS", que quer dizer que o servidor é seguro e todas as informações ali trafegadas são criptografadas. Em relação ao pagamento, dê preferência a sites que utilizam meios de pagamentos conhecidos no mercado como PayPal, Pagseguro, Mercado Pago. Esses meios de pagamento possuem segurança em relação ao consumidor. Caso o lojista não entregue o pedido, o consumidor pode solicitar o pagamento de volta sem precisar entrar em contato com o lojista.

7. Como o consumidor pode se certificar de que a loja virtual é confiável?

É obrigatório por lei uma loja virtual ter sua razão social, endereço e CNPJ no rodapé. Sempre verifique a idoneidade da empresa com essas informações. Se colocar no google o CNPJ da loja, você achará diversas informações sobre a empresa, inclusive processos ativos contra ela. Reclame Aqui e Ebit também são dois sites de consulta de histórico sobre a loja. E, por fim, se a marca tem lojas físicas também é mais um ponto de tranquilidade para o consumidor. Desconfie de sites com poucos produtos, ofertas de produtos com preços duvidosos e sites brasileiros com final apenas .com.

8. Em relação à logística, como os varejistas podem se organizar para fazer as entregas dentro do prazo e sem atrasos, já que a demanda será muito maior?

O lado positivo de 2020 é que os varejistas já estão atuando com uma demanda alta desde abril desse ano. Acredito que neste ano será mais "fácil" passar pelo boom de vendas do BF, pois existe uma preparação contínua desde o início da pandemia. Por outro lado, com o crescimento do setor logístico também durante essa pandemia, surgiram vários novas empresas para atuar nesse segmento tirando o gargalo de grandes transportadoras e gigantes do setor logístico como Uber, Cabify e 99Taxi entraram na hall de serviços de entregas de ecommerce fazendo o lastime.

Sobre Felipe Dellacqua: É sócio e VP de vendas da Vtex (plataforma de Digital Commerce Solutions com presença em mais de 34 países) a frente de verticais como Fashion e Cross-Border. Presidente da ABECOM-CB (Associação Brasileira de E-commerce Cross-Border), Dellacqua foi um dos embaixadores do cross-border no país, sendo responsável pela criação do Movimento Brasil Global, que uniu a indústria de empresas globais para difundir o assunto no Brasil. Ministra cursos de MBA na Unicamp, ESPM, Faculdade Impacta e faz parte da banca de mentores do MBA de empreendedorismo da FIAP. Empreendedor serial do mercado digital desde 2006 e fundador de 4 empresas.

Sobre VTEX: A VTEX é a plataforma de Cloud Commerce que unifica a experiência do cliente em todos os canais em uma solução corporativa abrangente. Com uma infraestrutura "cloud auto-scaling" e um poderoso conjunto de aplicações, a plataforma acelera a transformação digital de operações complexas. A VTEX tem a confiança da Sony, Walmart, Whirlpool, Coca-Cola, Stanley Black & Decker, Nestlé e mais de 2.500 lojas on-line em 28 países. Em 2018, a empresa foi nomeada uma das principais players nas plataformas de comércio digital pelo IDC e Gartner. Como resultado da infraestrutura de ponta da plataforma, bem como de suas inúmeras soluções nativas integradas (mais de 1.000 parceiros estrategicamente posicionados globalmente, incluindo marketplaces, agências de implementação, empresas de pagamento e logística), a VTEX continua liderando o setor onde muitas empresas estão fornecendo serviços com tecnologias não atuais. Visite www.vtex.com.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo