Brasil,

Confira 3 passos básicos para se trabalhar com segurança em máquinas e equipamentos

Desde sua criação, a NR 12 e seus anexos definem referências técnicas, princípios fundamentais e medidas de proteção para resguardar a saúde e a integridade física dos trabalhadores. Esta importante norma regulamentadora estabelece requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho.

Entretanto, as medidas de proteção devem ser adotadas, se necessário, de acordo com a apreciação de riscos realizada por profissionais habilitados, em cada um dos ambientes de trabalho. “Ou seja, não podemos afirmar que existe um único ‘passo a passo’ para se trabalhar com segurança em máquinas e equipamentos, uma vez que eles mudam de acordo com cada realidade e cenário”, explica José Amauri Martins, especialista em NR 12 da Schmersal.

No entanto, o especialista lista três passos primordiais para se trabalhar com segurança em máquinas e equipamentos. São princípios básicos que farão a diferença ao evitar acidentes nas atividades.

1º passo: a máquina deve ser segura

Para se trabalhar com segurança em máquinas, a primeira condição é que a máquina deve ser segura. E para ser afirmada como segura, a máquina deve atender aos requisitos técnicos das normas técnicas aplicáveis a ela. De acordo com a NR 12 (Item 12.5.2), os sistemas de segurança devem ser selecionados e instalados de modo a atender aos seguintes requisitos:

A) ter categoria de segurança conforme apreciação de riscos prevista nas normas técnicas oficiais;

B) estar sob a responsabilidade técnica de profissional legalmente habilitado;

C) possuir conformidade técnica com o sistema de comando a que é integrado;

D) instalação de modo que dificulte a sua burla;

E) manter-se sob vigilância automática, ou seja, monitoramento, se indicado pela apreciação de risco, de acordo com a categoria de segurança requerida, exceto para dispositivos de segurança exclusivamente mecânicos;

F) e paralisação dos movimentos perigosos e demais riscos quando ocorrerem falhas ou situações anormais de trabalho.

2º passo: os trabalhadores devem estar habilitados para suas funções

O trabalhador ou operador da máquina deve ser um profissional habilitado e treinado para executar as funções, entendendo os comandos e os movimentos durante a operação. Pois, como está na NR 12 (Item 12.16.2), “o empregador deve adotar medidas de proteção para o trabalho em máquinas e equipamentos capazes de resguardar a saúde e a integridade física dos trabalhadores”.

3º passo: analise constantemente os perigos

A empresa deve ter um programa de requalificação dos trabalhadores quando necessário, enquanto a engenharia de segurança do trabalho deve analisar os perigos do setor produtivo, avaliando, gerenciando e reduzindo os riscos para tornar o ambiente seguro. Implantar um projeto de NR 12 nas empresas não é um processo fácil, por isso, busque apoio técnico e consultorias de empresas especializadas.

Outra forma de aprender alguns passos para se trabalhar com segurança em máquinas e equipamentos é baixando o e-book completo da Schmersal sobre NR 12, que foi atualizado com a nova revisão da norma. “Este conteúdo foi dividido em três partes. Ao final, você saberá tudo o que precisa para realizar a adequação de suas operações com um projeto de confiança”, finaliza Martins.

Sobre a Schmersal

Multinacional alemã líder mundial em sistemas de segurança para máquinas industriais, a Schmersal também desenvolve soluções em automação e tecnologia para elevadores. Com mais de 25 mil produtos e presente em 17 países, a empresa tem fábrica na cidade de Boituva, no interior de São Paulo, além de linhas de produção na Alemanha, China e Índia. A companhia conta com a Academia Schmersal, criada para capacitar profissionais ligados à segurança industrial para atender as especificações técnicas exigidas pela Norma Regulamentadora 12. A Schmersal também integra o ranking “Melhores Empresas para se Trabalhar no Brasil”, de acordo com pesquisa realizada pela consultoria Great Place to Work (GPtW).


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS