Brasil,

A justiça nossa de cada dia

Se a justiça desaparece é coisa sem valor o fato de os homens viverem-na terra. (Immanuel Kant)

André Comte-Sponville, no Pequeno Tratado das Grandes Virtudes, ao tratar da virtude cardeal da justiça cita Alain que afirmava: “a justiça existirá se a fizermos. Eis o problema humano”. E a essa citação Comte-Sponville acrescenta alguns questionamentos: mas que justiça? Como fazê-la, sem saber o que ela é ou o que deve ser?

Das virtudes cardeais, a justiça é aquela que Aristóteles considera a virtude completa que nenhum tipo de felicidade dispensa. Ou seja, todo o valor a supõe e toda humanidade a requer. Mas por que no dia a dia parece imperar a lógica da conveniência, do jeitinho?

Mas se a justiça como nos ensinam os clássicos, é agir respeitando a legalidade na cidade e a igualdade, como manter a igualdade entre seres humanos desiguais? E Commte-Sponville nos ajuda com a resposta, lembrando que lei é lei, seja justa ou não, mas ela não é a justiça. Assim, não se fala apenas da justiça como fato, ou seja, a legalidade, mas da justiça como valor e como virtude, ou seja, igualdade, equidade).

Essas considerações nos ajudam a refletir sobre a trajetória histórica da humanidade, assim como sobre os desafios do nosso tempo. Estar ciente de que se agiu em conformidade com a justiça nos traz alegria e satisfação. Por outro lado, presenciar situações injustas, ainda que não sejam diretamente ligadas a nós, causam indignação e mesmo sensação de impotência, quando se manifestar ou agir pode trazer consequências ainda mais desastrosas.

Há que se pensar também na ética da conveniência. Como é possível alegrar-se ou fingir estar alegre e satisfeito com algo conquistado injustamente? Por uma vitória conquistada com trapaça? Pelo enriquecimento conquistado ilicitamente provocando dor e sofrimento de quem foi lesado? E ainda é preciso juntar a isso os discursos elaborados para justificar as malandragens, jeitinhos, falcatruas como se fossem naturais e necessárias, afinal o mundo é dos espertos e todo mundo faz, se diz no senso comum.

Nesse mar de contradições falta paz, porque a paz verdadeira é fruto da justiça. Se não há verdadeira justiça não haverá verdadeira paz.

Como salienta André Comte-Sponville, a justiça não tem um dono, um partido uma instituição e todos estão moralmente obrigados a observá-la. Só há justiça se há justos para defendê-la. É preciso respeitar as leis, cumprir deveres, garantir direitos, mas nunca sacrificando a justiça. A máxima aristotélica pode certamente nos ajudar na compreensão e no agir: “não é justiça que faz os justos, são os justos que fazem a justiça”.

Autor: Luís Fernando Lopes é professor da área de Humanidades da Escola Superior de Educação do Centro Universitário Internacional Uninter.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo