Brasil,

Bibi lança dois modelos de negócios: Light e microfranquia

Os novos projetos focam a retomada da expansão pós-pandemia de COVID-19

Buscando sempre novas estratégias para se destacar no mercado, a Calçados Bibi criou dois modelos de negócios mais econômicos, visando a retomada da expansão da marca em diferentes estados brasileiros. Se preparando para o "novo normal", a rede de calçados infantis desenhou um planejamento estratégico para ingressar em cidades menores. Para isso, terá formatos com estrutura mais enxuta e econômica: o Light terá o investimento de R$ 300 mil e a microfranquia de R$ 90 mil, mas este tem como diferencial a questão de ser voltado, principalmente, para lojas multimarcas que já atuam com produtos infantis. Até o final de 2020 são esperados, ao menos, 25 pontos de operação nestes novos conceitos.

A Calçados Bibi ingressou no segmento de Franchising em 2008, com o conceito de loja Standard, com investimento a partir de R$ 580 mil, voltado para shopping centers das capitais. Com estes novos projetos, o intuito é levar a marca para municípios menores ou shoppings localizados fora das grandes metrópoles. O formato Light, por exemplo, tem como objetivo atingir cidades com, em média, 200 mil habitantes. O modelo de negócio é mais econômico, sendo que o custo total é de R$ 300 mil, tendo incluso as instalações, soluções tecnológicas, primeiro estoque, capital de giro e taxa de franquia.

"Além de ser enxuto e apresentar um investimento menor, criamos um layout de loja totalmente diferente para este projeto, que carrega todo o DNA e propósito da Bibi. Utilizaremos soluções tecnológicas para entregar uma experiência diferenciada e sem atrito aos clientes. Ou seja, a operação estará totalmente alinhada com os projetos de transformação digital que desenvolvemos para atender os clientes, de acordo com novos hábitos de consumo. Esperamos implantar 15 unidades do conceito Light até o final do ano", revela a presidente da Calçados Bibi, Andrea Kohlrausch. As cidades de Araguaína (TO), Sinop (MT) e Brasília (DF) serão as primeiras a receberem as lojas.

Entre as novidades, as unidades no modelo Light não terão vitrine. Na entrada haverá uma tela para conteúdo, com informações sobre os produtos da marca, um espaço Pet Friendly e uma área para informar sobre ações e campanhas. No interior da loja, haverá a sinalização dos serviços oferecidos pela Bibi, como o Prateleira Infinita, Clique e Retire, Entrega Expressa, Bibi Delivery e Bibi Home. Nas paredes, além de poder conferir todas as linhas de calçados da marca, será possível ter detalhes sobre a linha de produtos e os diferenciais. Para deixar a experiência ainda mais divertida e para que os pequenos possam usufruir melhor do espaço, haverá uma pequena piscina de espuma. Para os papais, a marca implantará um totem para que possam carregar os celulares e um espaço para que, junto com as crianças, possam escolher como personalizar com nome os calçados.

Já o modelo de microfranquia visa levar a experiência e know-how da Bibi para lojistas multimarcas de cidades do interior, com até 100 mil habitantes. Para este formato inovador e inédito no mercado, o investimento é de R$ 90 mil, com as instalações, soluções tecnológicas, primeiro estoque, capital de giro e taxa de franquia inclusos. "O grande diferencial da microfranquia é que iremos ingressar em lojas que contam com um mix de produtos infantis. Haverá um espaço reservado apenas para os calçados da Bibi e o logo da marca será inserido na fachada da unidade. E para agregar ainda mais, o negócio passa a contar com todo o sistema de gestão da franquia e com os projetos de transformação digital que auxiliam de forma efetiva no aumento das vendas. Para se ter ideia, a rede cresceu 245% nos canais digitais de janeiro a junho de 2020, se compararmos com o mesmo período do ano passado. Com certeza isso se torna atrativo para os empreendedores que entrarem nesta modalidade. A primeira operação seguindo este padrão foi aberta na cidade de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. Pretendemos expandir e atingir, em média, mais 10 multimarcas ainda neste ano", explica Kohlrausch.

Transformação Digital

A Bibi já estava à frente de várias iniciativas com foco no cliente e na digitalização do Varejo. Com a chegada da pandemia de COVID-19 no Brasil, a rede acelerou ainda mais os projetos de transformação digital. A meta agora é consolidar as competências dos canais digitais da rede de franquias utilizando as ferramentas disponíveis. No primeiro semestre desse ano, a marca conseguirá dobrar as vendas efetuados nos canais digitais, quando comparamos os números com o mesmo período em 2019.

Entre os projetos, temos a Prateleira Infinita, que é a integração entre as lojas físicas e o canal online. Se o cliente está em uma unidade e deseja um produto que não tenha disponível na loja, a consultora de vendas pode efetuar a venda retirando o produto do centro de distribuição do e-commerce e o cliente opta se quer retirar o produto na loja ou se prefere que a entrega seja feita em casa. O contrário também acontece, por meio do Clique & Retire, pois o consumidor pode comprar online e retirar na loja de sua preferência. O Caixa Móvel é um equipamento que funciona como um PDV para recebimento das vendas, que oferece mobilidade, segurança e agilidade no atendimento. É uma forma de realizar o pagamento sem atrito.

Há também o Bibi Delivery e Bibi Home. Aqui, o cliente fala com a vendedora pelo WhatsApp, recebe as fotos dos produtos, faz o seu pedido, efetua o pagamento pelo celular via link e recebe o calçado em casa. Uma das modalidades que cresceu muito durante a pandemia foi a Entrega Expressa. Neste caso, as lojas da Bibi atuam como mini centros de distribuição do e-commerce, considerado pela marca uma frente de loja. Hoje, a rede consegue ter acesso ao estoque das unidades. Assim, quando um cliente compra pelo e-commerce, se o produto está disponível em uma das lojas da Bibi, de acordo com a proximidade do CEP do consumidor, a venda é faturada para a unidade em questão e a entrega do produto é realizada em até 24h. A venda é faturada para o e-commerce e tem o produto enviado do CD central apenas se não existir lojas da Bibi próximas ao endereço do cliente. Porém, essa distância varia de acordo com a região e o estado.

Sobre a Calçados Bibi

Fundada em 1949, a Calçados Bibi é referência no mercado de calçados infantis. Com fábricas em Parobé (RS) e em Cruz das Almas (BA), produz mais de 2 milhões de pares ao ano. Presente em mais de 70 países nos cinco continentes, no Brasil está em mais de 3.500 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce e de uma rede de franquias com mais de 120 lojas. A marca de calçados infantis é pioneira e líder em desenvolver produtos a partir de pesquisas e estudos científicos. Conquistou reconhecimento do setor a partir do trabalho que desenvolve com os calçados fisiológicos e no emprego de tecnologia da palmilha Fisioflex Bibi - que proporciona a sensação de andar descalço no seu público-alvo: as crianças. A empresa é ainda a única calçadista certificada pelo Selo Diamante de Sustentabilidade, que atesta o compromisso com as iniciativas nos processos industriais, bem como o desenvolvimento de ações em sintonia com os pilares estabelecidos pelo programa de Origem Sustentável: Ambiental, Econômico, Social e Cultural.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo