Logo
Imprimir esta página

Operadoras enviaram no ano passado quase 763 milhões de SMS com alertas de risco de desastres naturais e sobre Covid-19

Chuvas intensas, baixa umidade do ar e mensagens sobre Covid-19 foram os temas mais usados nas mensagens. Em janeiro de 2022, foram enviados mais de 116 milhões de SMS com alerta de risco

As operadoras de telefonia móvel enviaram gratuitamente no ano passado 762,9 milhões de mensagens de texto (SMS) com alertas para o risco de desastres naturais, como chuvas fortes, alagamentos e granizo e mensagens sobre a Covid-19. Desde quando o serviço foi criado, em 2017, 2,6 bilhões de mensagens já foram enviadas aos usuários cadastrados para receber os alertas.

Em 2021, foram emitidos pela Defesa Civil 18.176 alertas e, desde 2017, o total acumulado foi de 58.334. O conteúdo da mensagem é definido pela Defesa Civil e um mesmo texto é enviado para vários usuários cadastrados que estejam na região a ser afetada.

A grande maioria dos alertas foi sobre chuvas intensas, o que correspondeu a 67% dos SMS enviados. Informações sobre baixa umidade do ar somaram 12% das mensagens e informações sobre doenças infecciosas virais (Covid-19) somaram 8% dos alertas, seguida de alertas sobre granizo (3%). Também foram enviados SMS com alertas sobre deslizamentos, vendavais, alagamentos, inundações, onda de frio, enxurradas e incêndios.

Além dos SMS emitidos pela defesa Civil sobre a Covid-19, outros 107 milhões de mensagens foram enviadas pelas operadoras sobre a pandemia, demandados pelo governo federal e governos estaduais.

O Estado que mais recebeu mensagens de alerta foi São Paulo, com 347,2 milhões de SMS. O Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 112,1 milhões de SMS de alertas, e em terceiro lugar, vem Minas Gerais com 108,1 milhões de mensagens. Os três estados são os que mais têm acessos de telefonia móvel. São Paulo tem 73,4 milhões de acessos, Minas Gerais 23,7 milhões e Rio de Janeiro 20,3 milhões de acessos.

Janeiro

Em janeiro de 2022, foram enviados 116,9 milhões de SMS com alertas para o risco de desastres naturais, sendo que 80% foram sobre chuvas intensas. O estado com maior número de SMS enviados em janeiro deste ano foi São Paulo, com 58,3 milhões de SMS, seguido por Minas Gerais com 21,5 milhões, e pelo Rio de Janeiro com 12,8 milhões.

Coordenado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), do Ministério do Desenvolvimento Regional, o sistema foi implantado pelas operadoras em parceria com a Defesa Civil dos Estados e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

“O envio de SMS se soma a uma série de iniciativas do setor de telecom para melhorar o dia a dia da população. O envio de SMS é uma ferramenta importante e, vale destacar, o serviço é gratuito. A pessoa só precisa se cadastrar”, afirmou Marcos Ferrari, presidente-executivo da Conexis Brasil Digital.

As pessoas cadastradas no sistema pelo celular recebem os alertas gratuitamente, pois todos os custos referentes ao envio das mensagens são arcados pelas prestadoras.

Para receber os alertas, o usuário deve enviar uma mensagem pelo celular para o número 40199, com o CEP do endereço que deseja ser monitorado. O sistema de envio de alertas começou em fevereiro de 2017, por Santa Catarina, e foi gradativamente sendo ampliado, estando disponível para todo o país desde fevereiro de 2018.

Sobre a Conexis - A Conexis Brasil Digital reúne as empresas de telecomunicações e de conectividade, que são a plataforma da economia digital, da sustentabilidade e da conexão de todos os brasileiros. A Conexis, dentro de um movimento de transformação digital pelo qual o mundo está passando, vem substituir a marca do SindiTelebrasil, reforçando o propósito do setor de telecomunicações de digitalizar o País e de conectar todos os brasileiros.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2022 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto