Brasil, 24 de Maio de 2018

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

Três perguntas para Dirceu Rodrigues Alves, Diretor de Comunicação e de Medicina de Tráfego Ocupacional da Abramet

 

Formado em Medicina pela Unirio, com pós-graduação em Medicina Aeroespacial, Medicina do Trabalho e Medicina do Tráfego, Dirceu Rodrigues Alves é o atual Diretor de Comunicação e de Medicina de Tráfego Ocupacional da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) e uma referência quando o assunto são os impactos que as situações cotidianas do trânsito podem ocasionar na saúde dos motoristas. Nessa entrevista, o médico fala sobre a relação da medicina com os acidentes de trânsito e as eventuais soluções para este cenário.

O que a medicina tem a ver com o trânsito? Qual é o papel da Abramet nesse sentido?

A relação entre a medicina e o trânsito é muito próxima e pode ser traduzida através da medicina do tráfego. Desde a chegada desse campo do saber ao Brasil, em 1980, a Abramet desenvolve um papel de disseminação de cultura em relação à mobilidade urbana, através da criação de estudos e diretrizes, como as que criaram a famosa Lei Seca e a chamada “Lei das Cadeirinhas”. Nosso objetivo é educar os profissionais de saúde e, assim, preservar vidas no trânsito.

Alguns estudos da Abramet falam sobre a alcoolemia como principal responsável pela ocorrência de acidentes. Quais os riscos da mistura álcool e direção?

O álcool é um depressor do sistema nervoso central e atua em três importantes funções do corpo que são utilizadas no momento da direção: a sensório-perceptiva, a motora, e a cognitiva. Com isso, ele altera significativamente a sensibilidade e a visão, fazendo com que a resposta do indivíduo fique cada vez mais lenta, o que representa um alto risco na direção.

Você considera o atual panorama do trânsito uma “verdadeira doença epidêmica, negligenciada pelas autoridades”. Qual seria a solução para esse cenário?

Primeiramente, é necessário destacar que a população, em geral, desconhece o risco que a mobilidade sobre rodas envolve. Independentemente do papel desempenhado como motorista, passageiro ou pedestre, não temos uma cultura sobre esse assunto. Penso que a educação no trânsito deve ser pauta desde a mais tenra idade, quando elementos básicos, tais como sinalização e até mesmo as leis da física (tendo como exemplo o sentido do vetor que faz capotar o carro e como a poluição repercute na vida dos indivíduos) devem ser ensinados. A mudança deve também acontecer nos Cursos de Formação de Condutores (CFCs), onde aspectos práticos, como saber manusear o veículo em caso de alterações climáticas, por exemplo, precisam estar presentes no conteúdo programático.

Para acessar o último artigo do Diretor de Comunicação e de Medicina de Tráfego Ocupacional da Abramet, Dr. Dirceu Rodrigues Alves, clique aqui. No site da Abramet também é possível encontrar mais artigos sobre as questões relacionadas à Medicina de Tráfego, além de dicas de segurança no trânsito. Clique aqui para acessar. http://www.abramet.com.br/

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::