Logo
Imprimir esta página

Em live do CCS-RJ e da AECOR-RJ, SindSeg-RJ/ES esclarece a saída das seguradoras do Pátio Legal

Foto: Divulgação Foto: Divulgação

No encontro online, os participantes falaram da necessidade da disseminação da cultura do seguro, da importância do corretor e da superação da pandemia

A live contou com a participação especial do presidente do Sindicato das Seguradoras RJ/ES (SindSeg-RJ/ES), Antônio Carlos Costa e de Ronaldo Vilela, diretor do SindSeg-RJ/ES. O encontro virtual aconteceu nesta quarta-feira no canal do Clube no Youtube:

https://youtu.be/-tHgTJ01pxU

De acordo com o presidente Antônio Carlos Costa, o Pátio Legal, criado em 2005, numa parceria público-privada (Fenaseg, Sindicato e Cevera) e subsidiado totalmente pelas seguradoras, devolveu em 15 anos mais de 300 mil veículos a sociedade fluminense, em um serviço gratuito, sem privilégio de ser ou não segurado.

“Em 2020, o Estado, mesmo sem arcar com qualquer ônus em sua gestão fez uma licitação e fechou um novo convênio. Não foi uma iniciativa das companhias. No entanto, o programa foi continuado seguindo os mesmos parâmetros e procedimentos, com o nome de Pátio Seguro”.

O bom desempenho do mercado de seguros na pandemia e o empenho do corretor foram destacados por Luiz Mário Rutowitsch, presidente do CCS-RJ, e corroborados por Costa.

“O corretor de seguros teve que se transformar num camaleão para se adaptar as novas tendências de informatização dos processos para manter a qualidade. O mercado se portou muito bem diante da pandemia”, sentenciou Rutowitsch.

Os corretores, de acordo com o presidente do Sindicato, foram muito importantes para este processo. “O corretor teve que se adaptar a novos processos. Foram verdadeiros heróis. Precisaram entender a rotina, o processo, os produtos e ramos de todas as seguradoras. Foi um trabalho de sincronia entre corretores e seguradoras”, destacou Costa, acrescentando que as seguradoras se adaptaram em tempo recorde, utilizando todos os mecanismos digitais para manter o relacionamento tanto com o segurado quanto com o corretor.

Sindicato - Para o presidente da SindSeg RJ-ES, o maior desafio do sindicato é disseminar a cultura do seguro, com campanhas de esclarecimento ao consumidor. “Vamos começar com uma campanha forte sobre as diferenças da proteção veicular e do Seguro de Automóvel. Quando o consumidor tem conhecimento das diferenças, vai sempre optar pelo seguro”, salientou Costa.

O diretor executivo do Sindicato, Ronaldo Vilela, se colocou à disposição do Clube para troca de informações e esclarecimento de dúvidas e complementou: “Resumidamente, o objetivo do sindicato é cuidar de forma isenta dos interesses das suas associadas, as seguradoras. Nossa entidade tem um foco muito grande na disseminação da cultura do seguro, uma ação relevante para o crescimento do mercado”.

Apoio a familiares - Jayme Torres, diretor da Aecor-RJ, sugeriu a criação de um grupo de ajuda para as famílias de corretores falecidos. “Houve muitas perdas de colegas corretores e muitas vezes os herdeiros não sabem como e com quem resolver assuntos referentes às operações junto às seguradoras. Diante disso, proponho a criação de um grupo para que as seguradoras ajudem as famílias de corretores falecidos, apresentando-os dentro das seguradoras como legítimos sucessores do corretor (a) falecido (a)”, sugeriu Torres, apoiado pelos presidentes do CCS-RJ e do SindSeg.

Para Marco Aurélio Marques, diretor do CCS-RJ, a live foi bastante esclarecedora para o mercado. “Foi muito importante saber que o Sindicato das Seguradoras está aberto aos corretores, que somos parceiros. O mercado precisa unir todos os seus atores. E o corretor é o principal personagem para a distribuição de seguros para as seguradoras”, destacou Marques.

O associado e sócio da Santa Bárbara Corretora de Seguros, Joao Paulo de Oliveira Lepper agradeceu e disse “estar honrado de participar desta live para obter um maior conhecimento da visão das seguradoras, representadas pelo sindicato”.

Rutowitsch agradeceu a participação dos sócios para que o clube tenha essa notoriedade, e se solidarizou com as famílias que perderam entes para esta pandemia.

Para assistir a live, é só acessar o link:
https://youtu.be/-tHgTJ01pxU

Sobre o CCS-RJ |

Fundado em 1980, o Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro tem como objetivo estimular encontros e debates que contribuam para o desenvolvimento do setor e da categoria. A entidade promove também a articulação estratégica e contínua com os demais participantes do sistema nacional de seguros privados. [http://ccsrj.com.br/]

Sobre a AECOR-RJ |

A AECOR-RJ teve origem na Associação dos Corretores de Seguros da Baixada Fluminense – AFutebol, criada em abril de 1999 por um grupo de tradicionais corretores da região para atender às demandas dos profissionais da Baixada. Hoje, a associação reúne cerca de 200 profissionais pessoas físicas.

O objetivo da Associação é fortalecer e representar a classe, apoiar o associado em todas as suas demandas, oferecer serviços, disponibilizar recursos tecnológicos ao corretor, oferecer suporte técnico com treinamentos, promover reuniões e debates com as seguradoras.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2021 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto