Logo
Imprimir esta página

Desenvolvimento do setor foi pauta do 8º Encontro de Resseguro do Rio de Janeiro

Cerimônia de abertura contou com palestra do secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia, Caio Megale

Nos dias 8 e 9 de abril, foi realizado o 8º Encontro de Resseguro do Rio de Janeiro, organizado pela Federação Nacional das Empresas de Resseguros (Fenaber) e Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), com apoio institucional da Escola Nacional de Seguros (ENS). Com público de cerca de 750 profissionais, a edição deste ano teve como tema “Resseguro: Apoiando o Desenvolvimento”.

O presidente da ENS, Robert Bittar, participou da mesa solene de abertura e externou a satisfação da Instituição em apoiar evento tão grandioso, que contribui para a evolução deste segmento. “O mercado aberto de resseguro é muito recente no Brasil, mas mostrou, desde os seus primeiros momentos, a pujança e as grandes oportunidades que têm de crescimento e desenvolvimento”.

Bittar também afirmou que a ENS está preparada para continuar contribuindo com o progresso da indústria de seguros e resseguro. “Não tenho dúvida de que isto será feito com competência, com qualificação, e é para isso que a Escola se predispôs e se coloca à disposição do setor. Queremos promover ainda mais a qualificação de nossos players e ajudar intensamente nesse desenvolvimento”, finalizou Bittar.

A cerimônia também contou com palestra do titular da Secretaria de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia, Caio Megale, que fez uma análise da conjuntura econômica brasileira. “A saúde do mercado de seguros e resseguro é fundamental para garantir o bom funcionamento da economia de mercado”, disse.

Megale enfatizou a importância da reforma da Previdência para reduzir os gastos públicos e ressaltou que, em paralelo às reformas estruturais, é importante melhorar o ambiente de negócios do País. O secretário defendeu o diálogo entre setor público e privado, e disse que as agendas setoriais são bem-vindas. “O Brasil precisa sair do atoleiro”, concluiu.

Reformas e propostas para crescer

Já o presidente da Federação Nacional das Empresas de Resseguro (Fenaber), Paulo Pereira, lembrou que o crescimento do resseguro é diretamente proporcional ao aumento do Produto Interno Bruto (PIB), e expressou confiança na aprovação das reformas. O anfitrião citou outros fatores que podem contribuir para a expansão do setor, como os riscos cibernéticos, a aprovação da nova Lei das Licitações e a simplificação regulatória. “Enquanto os resseguradores locais pagam, no Brasil, 40% de imposto e contribuição social, além de PIS e COFINS, o americano paga 34%, o suíço e o alemão pagam 30%, o inglês paga 20%, o irlandês paga 12% e o de Bermudas, zero”.

Também presente na cerimônia de abertura, o presidente da CNseg, Marcio Coriolano, fez um retrospecto do desempenho das seguradoras e lembrou que essas companhias têm mostrado grande capacidade de resistir às dificuldades conjunturais do País, conseguindo aproveitar exponencialmente os momentos de crescimento.

Coriolano citou a carta enviada ao Governo Federal com as propostas do setor de seguros para 2019 a 2022, que visam contribuir para o desenvolvimento do País. Segundo ele, o documento já foi apresentado ao Congresso Nacional e entregue aos representantes dos poderes Executivo e Legislativo. “Os indicadores de produto, emprego e renda são os combustíveis para o setor”, destacou.

Leandro Fonseca da Silva, diretor da Agência Nacional de Saúde (ANS), discorreu sobre a importância social e econômica do setor de saúde suplementar, que, em 2018, acumulou receita de prêmios de aproximadamente R$ 200 bilhões. O dirigente disse que o financiamento da saúde é um grande desafio, devido à escalada de custos no Brasil e no mundo, e apontou o resseguro como um caminho para enfrentar e superar esse entrave.

Também participaram da cerimônia de abertura o presidente da Abecor, Roberto da Rocha Azevedo, e o presidente da FenSeg, Antonio Trindade.

Homenagem ao IRB

No primeiro dia do evento, o presidente da ENS, Robert Bittar, entregou a executivos do IRB Brasil RE placa comemorativa pelos 80 anos de fundação do Instituto. Receberam a homenagem o deputy CEO e vice-presidente Financeiro e de Relações com Investidores, Fernando Passos, a vice-presidente de Riscos e Compliance, Lucia Maria da Silva Valle, e o vice-presidente de Resseguros, José Farias de Sousa.

“Celebramos na semana passada o 80º aniversário do IRB, que foi precursor na área de resseguros no Brasil. Isso parece uma longa história, mas, na verdade, é uma história recente, em um mercado muito jovem, porém, maduro e preparado para o muito que ainda tem a se desenvolver e prosperar. Há sem dúvidas expressivos e significativos espaços a serem ocupados”, destacou Bittar, no discurso de abertura.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Copyright ©2002-2019 Clipp Segs - Portal Nacional - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Maxthon, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto