Logo
Imprimir esta página

Agropecuária não é o suficiente para fazer o Brasil se desenvolver, aponta pesquisa

Investimentos em inovação e valorização da ciência e tecnologia podem tirar o Brasil da dependência de mercados internacionais

Um país pautado pela agropecuária não deve se tornar rico e desenvolvido. Essa é a principal conclusão do novo estudo da Análise Econômica Consultoria (www.analiseeconomica.com.br), considerando a falta de precedente de nações que se desenvolveram produzindo commodities.

Apesar dos esforços brasileiros em pesquisa e desenvolvimento, tanto pública quanto privada, além do aumento da tecnologia no campo, as atividades ligadas às commodities não são suficientemente complexas para fazer o Brasil da posição de dependência. Segundo o estudo, é preciso direcionar esforços para novas atividades, novos segmentos, novos setores - especialmente para atividades altamente tecnológicas. Assim, teremos menos atividades que sofrem com influências externas e uma economia mais resiliente, com ocupações de maior remuneração e, por conseguinte, uma nação mais rica e desenvolvida.

"Os impactos das inovações na economia são muito claros: aumentam a inserção no mercado internacional, elevam o nível de renda no país ao criar postos de trabalho ultra especializados, além de taxas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) mais altas e estáveis. Quando um país não investe adequadamente em inovações, o resultado é a maior dependência de tecnologias vindas do exterior, escoando nossa riqueza para outras nações", explica André Galhardo, economista-chefe da Análise Econômica Consultoria.

Para Galhardo, um dos caminhos do país é olhar para o desenvolvimento de ciência. “Hoje, o Brasil investe cerca de 2,3% do PIB em Ciência e Tecnologia, o que é levemente abaixo do patamar de países como os que participam da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Mas a maior diferença reside no montante investido em pesquisa e desenvolvimento pela iniciativa privada. Enquanto a média da OCDE é de 1,3% do PIB, na Coreia é de 2,6% e na China é de 1,2%, no Brasil esse percentual não supera os 0,6%”, conclui.

Sobre a Análise Econômica Consultoria

Com a missão de produzir estudos e análises econômicas que contribuam para uma melhor compreensão da realidade, a Análise Econômica Consultoria visa permitir tomadas de decisão mais assertivas por parte de pessoas, empresas e instituições públicas.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2020 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto