Logo
Imprimir esta página

Em condomínios, pedidos de socorro por violência doméstica registram alta

Em condomínios, pedidos de socorro por violência doméstica registram alta

Botão de denúncia da Graiche teve aumento de 56% nos acessos, em 9 meses; por hora, média no Estado é de 16 casos

Buscando meios de frear o alarmante cenário de violência doméstica, com crescentes casos a cada dia, o Grupo Graiche - empresa que administra mais de 850 condomínios – criou, em 2020, um botão de socorro disponibilizado em seu site e aplicativo, que direciona vítimas para uma rede de apoio, enfrentamento e proteção - o projeto SOS Justiceiras, idealizado pela promotora de justiça Gabriela Manssur. Em agosto do ano passado, a ferramenta registrava 5.000 acessos desde a sua implantação. Agora, nove meses depois, o número saltou 56%, chegando a 7.800 cliques.

“Segundo o SOS Justiceiras, são, em média, 20 chamados por mês que chegam até eles, com pedidos de socorro por meio do acionamento do botão em nossos canais de comunicação. De abril até agora, recebemos cliques nessa ferramenta todos os dias. É um cenário muito preocupante, mas que, através dessa iniciativa, tem auxiliado e oferecido amparo às mulheres”, fala a vice-presidente do Grupo Graiche, Luciana Graiche.

Ao acionar o botão, a pessoa é direcionada a um formulário de triagem para preenchimento de dados básicos. Feito isso e constatada a situação de vulnerabilidade, a equipe do SOS Justiceiras inicia o contato via WhatsApp para prestar auxílio nas áreas jurídica, psicológica, assistencial, médica e, ainda, oferecer acolhimento para apoiar as vítimas.

Dados mais recentes da Secretaria estadual de Segurança Pública mostram que, de janeiro a março, o estado de São Paulo contabilizou 35.721 casos de violência contra a mulher, média de 16 registros a cada hora. No período, 42 mulheres foram vítimas de feminicídio.

Em território paulista, lei em vigor desde novembro do ano passado determina que condomínios residenciais e comerciais acionem os órgãos de segurança pública sobre qualquer indício de violência doméstica e familiar.

Proposta semelhante, à nível nacional, tramita na Câmara dos Deputados, com o Projeto de Lei 1964/20.

Enfrentamento

A vice-presidente do Grupo Graiche ressalta que é preciso buscar maneiras de atuar, orientar e colocar luz sobre o problema, medidas que cabem aos cidadãos e às empresas. “O botão é uma iniciativa que se soma à outras ações, como o constante trabalho de conscientização e treinamento de funcionários para alerta de emergência e acolhimento das vítimas, e também a multiplicação de informações aos moradores, para que denunciem, com a garantia do anonimato, qualquer situação de violência, ajudando, assim, a salvar vidas”, salienta.

Na análise de Luciana, questões culturais e estruturais trouxeram tardiamente a sociedade para essa discussão. Por isso, avalia ser de extrema importância que todos tenham claro o seu papel no combate. “Não importa se a vítima pede ou não ajuda, o senso de conduta deve direcionar para a denúncia e ação imediata. O enfrentamento a qualquer tipo de violência deve ser pauta constante em reuniões de condomínios e treinamentos de colaboradores”, salienta.

Luciana lembra que a violência doméstica é um problema epidêmico e o condomínio, por envolver tantas pessoas, é palco prioritário para questões transformadoras. “É preciso assumir o compromisso de prestação de serviço real à comunidade. Temos que entender o papel de cada um de nós para construir pontes e canais nos quais as pessoas tenham clareza de que elas podem ser agentes da mudança para um mundo melhor. E para nós, do Grupo Graiche, é uma satisfação ver que nossa campanha de conscientização e botão de ajuda têm trazido resultados, dando apoio a muitas mulheres, mostrando a elas que não estão sozinhas e ajudando-as a sair dessa situação de violência”, conclui.

GRUPO GRAICHE

O Grupo Graiche atua há 48 anos nos segmentos de administração condominial, administração de bens imóveis e na intermediação de locação e venda de imóveis. Hoje, a empresa administra mais de 850 condomínios, com 110 mil unidades administradas e 5.650 funcionários.

Com métodos sempre inovadores, eficientes e transparentes na aplicação de recursos, é uma das mais bem-conceituadas empresas do ramo no Brasil, premiada Master Imobiliário. Em constante expansão, seu núcleo de funcionários reúne advogados, economistas, administradores de empresas, contadores, arquitetos e psicólogos. Muitos de seus clientes fazem parte da carteira do grupo há mais de trinta anos.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2022 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto