Logo
Imprimir esta página

ABESO, SBEM e diversas entidades médicas criam manifesto para uma abordagem mais adequada ao paciente com obesidade

Objetivo é melhorar o cuidado e atenção à saúde desse paciente, já que a obesidade afeta todos os órgãos e sistemas do corpo; acolhimento também se faz necessário, até como forma de estimular a busca por ajuda especializada.

“Com 60% da população apresentando excesso de peso, é natural que médicos de todas as especialidades, e não só endocrinologistas, atendam frequentemente pacientes com complicações da obesidade em sua rotina. Portanto, é fundamental entender que o excesso de peso pode afetar qualquer órgão ou sistema do corpo e para realizar uma abordagem adequada, é importante oferecer cuidados específicos para pessoas com essa condição e, também, é claro, acolhimento, já que estamos falando de um paciente muito estigmatizado”, alerta a presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO), Cintia Cercato. “Para promover esse ideal, unimos forças com várias entidades médicas e convidamos seus representantes a dissertarem sobre as formas de cuidado com a obesidade dentro de sua especialidade” completa a presidente da ABESO.

Os textos das diferentes entidades médicas compõem o Manifesto: Cuidar de Todas as Formas, um e-book que pode ser baixado gratuitamente no site da associação. “Esse material será lançado junto com a nossa campanha do Dia Mundial da Obesidade, em 4 de março, a #CuidarDeTodasAsFormas, que tem o apoio da World Obesity Federation. A data tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a doença, melhorar políticas públicas de saúde e compartilhar boas experiências e práticas em todo o mundo. Ao contrário do que muita gente pensa, as pessoas não podem ser totalmente responsabilizadas por terem obesidade. Afinal, estamos falando de uma doença crônica e multifatorial, que não existe uma solução simples e fácil. Até porque ela envolve aspectos genéticos, neuroquímicos, ambientais e psicossociais. Não bastasse isso, a pandemia e a necessidade de isolamento social aumentaram a vulnerabilidade dessas pessoas. Tanto que muitos pioraram a qualidade da alimentação e ganharam peso. E, já sabemos que a obesidade é um importante fator de risco para formas graves de Covid-19”, completa a Doutora Cintia Cercato.

Outras ações da campanha #CuidarDeTodasAsFormas

Como parte da campanha #CuidarDeTodosAsFormas, que propõe unir forças e formas diferentes para tratar a obesidade, tida como outra pandemia que assola o país, serão realizadas uma série de ações ao longo de três semanas, entre elas:

- Realização de seis lives, sendo duas por semana, com grandes estudiosos da obesidade sobre temas urgentes e necessários, como o alto risco de pessoas com obesidade desenvolverem formas graves de Covid-19 e o aumento do consumo de alimentos ultraprocessados como importante fator para o crescimento da obesidade em todo o mundo. Também será discutida a relação entre hormônios e obesidade, além do expressivo crescimento da obesidade infantil nos últimos anos. A atividade física para controlar e prevenir o ganho de peso e o papel da cirurgia bariátrica no tratamento da doença também serão abordados.
- Lançamento de mais dois e-books gratuitos: um com foco na prevenção da obesidade infantil, com receitas e dicas para montar lancheiras saudáveis; e outro com truques culinários de chefs famosos do Brasil, para mostrar que cozinhar de forma saudável em casa pode ser fácil, rápido e prático.
- Apresentação de um infográfico animado e didático sobre nutrição e alimentação.
- Publicação de muito conteúdo nas redes sociais (instagram.com/abeso_evidenciasemobesidade, twitter.com/_abeso, facebook.com/evidenciasemobesidade e youtube.com/user/obesidadeabeso) e no site (abeso.org.br) da ABESO.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2021 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto