Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Honda e Takuma Sato vencem a Indianápolis 500

Piloto veterano da Honda vence Helio Castroneves no duelo final da lendária competição

Trata-se da 12º vitória da Honda em 17 participações na Indianápolis 500

O novato Ed Jones termina em terceiro

A Honda abriu o segundo século de competições no Indianapolis Motor Speedway da mesma forma que fechou os 100 anos de corrida no famoso Brickyard: com uma emocionante vitória.

O veterano Takuma Sato liderou a prova, superando o tricampeão da Indy, Helio Castroneves, em um duelo feroz nas últimas 11 voltas, consagrando-se como o primeiro piloto japonês a vencer na 101ª corrida da Indianápolis 500.

Sato estava atrás de outro piloto Honda, Max Chilton, com Castroneves em terceiro e o excelente novato Ed Jones, em quarto. Quando a bandeira verde acenou pela última vez para iniciar a volta 189, Sato rapidamente trilhou seu caminho à frente em seu Andretti Autosport Honda. A batalha pela vitória tornou-se um duelo de dois pilotos durante seis voltas, com Castroneves liderando e, em seguida, Sato fazendo uma ultrapassagem por fora para a liderança na Curva 1, com apenas cinco voltas restantes, segurando a vitória com uma diferença de apenas dois décimos.

Terminando em terceiro, Ed Jones, o campeão da Indy Lights em 2016, fez o máximo de sua estreia na Indianápolis 500. Apesar de ter sofrido com danos por duas vezes em seu Dale Coyne Racing Honda, devido a detritos de dois dos quatro acidentes na corrida, Jones entrou no grupo principal nas últimas 20 voltas e ultrapassou Castroneves na última volta. Seu terceiro lugar foi melhor entre os quatro novatos na corrida deste ano.

O terceiro concorrente da Honda para a vitória - Max Chilton, da Chip Ganassi Racing - liderou a corrida durante 50 voltas, depois de problemas no início da prova. Ajustes feitos durante as primeiras paradas nos boxes deixaram Chilton no mesmo ritmo dos líderes gerais, permitindo que ele liderasse a prova durante quatro ocasiões separadas nas 200 voltas.

Problemas mecânicos eliminaram outros dois carros da Honda Andretti, com Ryan Hunter-Reay saindo da prova na volta 136, depois de liderar 28 voltas, perdendo apenas para Chilton em número de voltas na liderança, em uma corrida com um recorde de 15 líderes diferentes. O bicampeão mundial de Fórmula 1, Fernando Alonso, continuou seu impressionante desempenho de novato no "Brickyard", liderando por 27 voltas, antes de sair na volta 180.

Equipes e pilotos da IndyCar preparam-se para uma agitada agenda de três corridas nas próximas duas semanas, começando com o fim de semana duplo nos dias três e quatro de junho, com corridas de sábado e domingo no circuito de rua de Belle Isle em Detroit, Michigan.

Takuma Sato (# 26 Andretti Autosport Honda) vencedor da Indianápolis 500 em 2017: "Eu ganhei! Ganhei a melhor corrida do mundo! Sensação inacreditável. Eu não posso deixar de agradecer a esta equipe inteira [bastante]. Olhe para esses caras. Fantástico. Era obviamente uma corrida difícil e dura. Mas Helio [Castroneves] realmente conduziu de forma justa. Posso confiar nele. Posso realmente confiar nele vindo por fora. Foi uma corrida fantástica. Que corrida. É lindo. Eu sonhei com algo assim desde que eu tinha 12 anos. Não posso agradecer a todos o suficiente pelo apoio. Até três voltas, você realmente não sabia [quem iria vencer]. Eu e Helio fomos lado a lado com três voltas. Fantástico."

Ed Jones (# 19 Dale Coyne Racing Honda) Novato melhor colocado, em terceiro: "Foi uma grande corrida para nós. Eu tive um grande carro o mês inteiro, realmente. Mas a corrida foi de altos e baixos para nós. Tivemos um início sólido e foram correndo entre os dez melhores colocados na maior parte da primeira metade da corrida. Então, quando Dixon teve seu acidente, eu corri sobre alguns detritos. Isso danificou o assoalho e a asa traseira. Tivemos que mudar a asa traseira. Isso me colocou para a parte de trás do pelotão, e nós tivemos que conquistar várias posições. Aproveitamos bem a última bandeira amarela e nos posicionamos mais à frente do pelotão. Mas então eu tive um pouco de azar novamente. Eu danifiquei minha asa dianteira, tinha um grande buraco. Minhas pernas ficaram muito frias, para ser honesto. Eu tinha vento soprando nelas como um louco, e isso criou um monte de arrasto. Isso tornou o carro difícil nas retas. Não consegui me aproximar dos líderes. Faltou-nos essa velocidade de linha reta para as últimas voltas. Foi muito difícil para mim defender ou até mesmo atacar, o que foi realmente um pouco frustrante, porque acho que tivemos o carro para ganhar hoje. Grande trabalho para [Takuma] Sato e Helio [Castroneves]. Mas também um pouco frustrante. Eu não sei quantas oportunidades você tem de estar naquela batalha [pela vitória em Indianápolis] ".

Fernando Alonso (# 29 McLaren Honda Andretti Autosport Honda): "Obviamente estou desapontado por não terminar a corrida, porque cada corrida que você compete você quer estar na bandeira quadriculada. Hoje, não foi possível. Mas vivi uma ótima experiência nas últimas duas semanas. Eu vim aqui basicamente para provar a mim mesmo, para me desafiar. Sei que posso ser tão rápido como qualquer outro num carro de Fórmula 1. Eu não sabia se eu poderia ser tão rápido quanto qualquer outro carro da Indy. Foi bom ter esse sentimento competitivo, mesmo liderando a Indy 500, você sabe. Você lidera apenas uma volta aqui, e isso já traz uma sensação agradável. Eu estava passando, observando a torre, vi o 29 em cima dela. Eu estava pensando naquele momento se Zak [Brown, chefe de equipe da McLaren] ou alguém da equipe estava tirando uma foto, porque eu quero essa foto em casa. Parabéns a Sato-san, a Andretti [Autosport]. Temos compartilhado as últimas duas semanas, todas as reuniões de manhã, as reuniões na parte da tarde. Takuma foi de muita ajuda, vindo da F1. As duas últimas voltas eu estava de joelhos realmente empurrando Sato [para a vitória]. Estou extremamente feliz pelo resultado final. Última coisa: Obrigado à IndyCar, incrível experiência. Obrigado, Indianápolis. Obrigado, fãs. Eu me senti em casa. Eu não sou americano, mas senti muito orgulho de correr aqui. Obrigado, mídia. Eu não ganhei, mas vou beber um pouco de leite [da vitória de Takuma]! Obrigado pelo acolhimento. Vejo vocês em Austin [para o Grande Prêmio dos EUA] ".

Art St. Cyr (presidente da Honda Performance Development) presente na 12ª vitória da Honda em Indianápolis 500 nos últimos 14 anos: "Indianápolis nunca deixa de entregar um evento excitante, e este foi mais um ano para ficar na história da Indy 500". Para Takuma Sato, esta é a redenção após a sua quase-vitória em 2012, e ele vai provar ser um campeão popular para os fãs de corrida em todos os lugares.

Infelizmente, nem todos os nossos carros chegaram ao fim hoje. Estamos gratos por Scott Dixon ter escapado de uma lesão grave em seu acidente. As falhas mecânicas tiraram dois outros candidatos principais; No entanto, é o preço que deve ser pago para ganhos de desempenho, e nós, claramente, tivemos uma ótima performance durante todo o mês. Definitivamente tivemos alguns motores com ótimo desempenho na corrida de hoje, e estamos muito satisfeitos com a tomada de quatro das cinco posições finais, bem como a nossa 12ª vitória na Indy 500 nos últimos 14 anos. Parabéns outra vez a Takuma, a toda a organização Andretti Autosport e a todos na Honda Performance Development por um resultado fantástico ".



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS