Brasil, 20 de Setembro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

A culpa não é da Uber

  • Escrito ou enviado por  Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Adicionar comentario
  • SEGS.com.br - Categoria: Veículos
  • Imprimir

Vladimir Fernandes Maciel

O perfil do usuário da modalidade "Uber Juntos" aponta para jovens entre 20 e 35 anos. Boa parte possui ou cursa o ensino superior, trabalha no setor de serviços ou é composta por profissionais liberais.

Os resultados vêm de um estudo da Quest Inteligência, companhia de inteligência de mercado, em parceria com o GAESI, grupo de tecnologias de automação e gestão de processos da Escola Politécnica da USP.

A análise indica que 62% dos usuários usavam transporte coletivo, a maioria ônibus, trem e metrô, sem assinalar outros tipos alternativos de locomoção, com bens próprios ou outros serviços de transporte.

O valor das corridas é pouco maior que uma passagem e meia de ônibus e não são trajetos muito longos. Isso mostra que os usuários deixam de utilizar o ônibus em seu dia a dia, sinalizando que a qualidade do serviço oferecido pelo ônibus é ruim.

Em vez de associações como a NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos) clamarem para que as prefeituras criem dificuldades e impeçam a Uber, por considerar a empresa como um elemento de concorrência desleal, deveriam se atentar aos resultados das pesquisas sobre os ônibus. Se as pessoas trocam de serviço, significa que o serviço está ruim.

Por um preço supercompetitivo, a Uber consegue, na modalidade conjunta, oferecer um transporte com mais segurança e regularidade do que o transporte coletivo. A ideia, olhando tudo isso e os resultados das pesquisas, é identificar o que está errado com os transportes coletivos – regularidade, frequência, segurança, modelos de licitação.

Esse modelo de licitações, em especial, é defasado e não incorpora novas tecnologias e nem melhorias necessárias à atualização do serviço. Não podemos culpar as pessoas e nem a Uber, dizendo, por exemplo, que “mais carros pioram o trânsito”.

Isso é argumentar contra o objeto errado. As prefeituras devem olhar e se preocupar com o cidadão, não com as empresas de transporte.

Outro aspecto é a vantagem vista no preço. Entre os trajetos da Uber pesquisados pelo estudo, quase metade custou menos do que duas viagens de transporte coletivo em São Paulo – nos valores atuais, R$ 8,60, com valor unitário de R$ 4,30 para metrô, CPTM e ônibus.

Vladimir Fernandes Maciel é professor e economia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, especialista em mobilidade e coordenador do Centro Mackenzie de Liberdade Econômica. Está disponível para entrevistas.

Sobre o Mackenzie

A Universidade Presbiteriana Mackenzie está entre as 100 melhores instituições de ensino da América Latina, segunda a pesquisa QS Quacquarelli Symonds University Rankings, uma organização internacional de pesquisa educacional, que avalia o desempenho de instituições de ensino médio, superior e pós-graduação.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

NEWSLETTER SEGS