Brasil, 24 de Agosto de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Fiat Uno X VW Up!: Confira qual modelo possui menor desvalorização

Estudo da KBB Brasil revela que, mesmo com destaques para as versões do Fiat Uno com menor desvalorização, a versão que mais perde valor é o Uno Hatchback 4P DRIVE 1.0 6V FLEX Mecânico

Na busca pelo carro ideal, muitos modelos podem chamar a atenção do consumidor. Seja o estilo, conforto, potência ou preço, é possível compará-lo a versões similares de uma montadora concorrente. Para ajudar em uma decisão mais consciente e assertiva, a KBB Brasil, referência em precificação de automóveis novos e usados, levantou as versões de dois modelos de hatchbacks que menos desvalorizam: o Fiat Uno e o Volkswagen Up!.

O ranking começa com destaque de baixa desvalorização de versões do Fiat Uno nas quatro primeiras posições. A primeira, Sporting 1.3 8V mecânico, conta com a menor índice de queda de valor, com apenas 0,13%. Apesar da má fama do câmbio GSR no mercado, o Sporting 1.3 8V GSR perde 3,10% em valor. O mesmo ocorre com o terceiro posicionado, o Way 1.3 GSR, com índice de 4,36%. Encerrando a sequência, o Way 1.3 versão mecânico apresenta taxa de 6,13%, ficando atrás do similar com câmbio automatizado.

Já a Volkswagen marca sua presença a partir do quinto lugar, com a versão Up! Take 1.0 12V mecânico, trazendo a porcentagem de desvalorização de 7,63%. Mas, em sexta posição, a Fiat volta com o Uno Way 1.0 6V mecânico, com 8,26%.

A montadora alemã domina do 7º ao 11º lugar. O High Up! 1.0 TSI 12V mecânico desvaloriza 8,30%. Ainda na mesma faixa, o Move Up! 1.0 TSI 12V mecânico conta com queda de 8,52%. Sua outra versão – Move Up! 1.0 12V mecânico – mostra 9,85% na análise.

O Volkswagen Up! Cross Up! 1.0 TSI 12V mecânico perde cerca de 10,25% em valor para revenda, seguido do índice de 11,51% do Move Up! 1.0 12V IMOTION com embreagem automatiza. Nota-se que a taxa relativamente alta é ainda superior a soma das versões do Fiat Uno com câmbio GSR.

Embora o Uno apresente as versões com números mais baixos em desvalorização, é o modelo que justamente apresenta a maior taxa de queda com o Drive 1.0 6V mecânico com 12,45%. Esta diferença resulta em uma diferença de 12,32% entre a menor e maior porcentagem de valor, tornando-o um carro mais diverso que o concorrente.

A análise, que apresenta a média ponderada de desvalorização por modelo, revela uma taxa maior de queda de valor do Fiat Uno, comparado ao Volkswagen Up!. Embora o segundo apresente versões com números mais altos, os resultados próximos influenciam menos no cálculo. Sendo assim, o modelo da italiana conta com 9,9% de média de desvalorização e o da alemã 9,0%.

Confira abaixo a relação completa com as versões do Fiat Uno e VW Up! que menos desvalorizam:

Quando o assunto é preço de carros, há duas metodologias para calcular a perda de valor: Desvalorização e Depreciação. Desvalorização é a comparação do preço atual de um veículo com os valores aplicados pelo mercado à mesma versão fabricada em anos anteriores. Já a Depreciação usa o valor do veículo 0 Km em um período determinado em relação a seu atual valor residual, sempre considerando o mesmo ano/modelo e sem o mesmo rigor de sua definição contábil, que tem regras muito estritas. Neste estudo, foi aplicado o conceito de desvalorização, levando em consideração todo o período de vida dos modelos analisados

A KBB utiliza tecnologias de análise de dados e Big Data para produzir os levantamentos de precificação e desvalorização de veículos novos e usados. Os valores aqui presentes são gerados por meio de um complexo algoritmo, que analisa diversos fatores de comportamento do mercado automotivo brasileiro, além de seguir uma rígida análise de especialistas. A empresa atua com o propósito de conscientizar os consumidores na compra e venda de carros a partir da determinação de preços justos.

Sobre a Kelley Blue Book

Criada em 1926 nos Estados Unidos, a Kelley Blue Book é referência em preços de carros novos e usados tanto para quem compra quando para quem vende. Ela usa como base de cálculo para o Preço KBB valores de mercado praticados regionalmente. Também é a única a produzir uma tabela que leva em conta fatores como quilometragem, cor, nível de equipamentos e estado de conservação do veículo. E que permite que ninguém perca dinheiro na negociação: seja de um novo ou de um usado. Também oferece conteúdo editorial abrangente em texto e vídeo, com dicas e avaliações de especialistas, ferramentas para comparação de carros e opinião do dono.

Referência em precificação no mercado automotivo norte-americano, a KBB também tem operação em Portugal. Oficialmente no Brasil desde outubro de 2017, a Kelley Blue Book é baseada em Irvine, Califórnia, e faz parte da Cox Automotive.

Sobre Cox Automotive

A Cox Automotive, Inc. está transformando a forma como o mundo compra e vende veículos por meio de soluções para consumidores, fabricantes e revendedores em todas as fases da experiência automotiva. A empresa global tem cerca de 34.000 membros na equipe, em mais de 200 escritórios em todo o mundo, que atendem mais de 40 mil clientes.

A Cox Automotive é uma subsidiária da Cox Enterprises Inc., uma companhia com sede em Atlanta cujas receitas ultrapassam US$ 20 bilhões. Para mais informações sobre a Cox Automotive, visite www.coxautoinc.com.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

NEWSLETTER SEGS