Brasil, 18 de Dezembro de 2018

+ F O N T E -

A decisão do título da Stock Car: tudo o que você precisa saber sobre a finalíssima em Interlagos

A decisão do título da Stock Car: tudo o que você precisa saber sobre a finalíssima em Interlagos

A Stock Car faz em Interlagos o encerramento da temporada 2018 com a Hero Super Final. Daniel Serra e Felipe Fraga são os únicos entre os 30 pilotos que chegam a São Paulo com chances de levantar o caneco – pela segunda vez, diga-se, já que os pilotos de Eurofarma e Cimed são exatamente os dois últimos campeões da principal categoria do automobilismo brasileiro.

Mas antes, algumas informações históricas sobre a Stock Car em Interlagos. A primeira corrida da categoria em São Paulo aconteceu em 13 de maio de 1979 – a terceira etapa da temporada inaugural da Stock. Ela foi vencida por Afonso Giaffone Jr, que fez barba, cabelo e bigode: conquistou a pole e marcou a volta mais rápida da corrida, além de subir no pódio em primeiro lugar.

No total, Interlagos recebeu 130 corridas da Stock Car – é o autódromo que mais vezes recebeu a categoria - e o maior vencedor, como não poderia deixar de ser, é o 12 vezes campeão Ingo Hoffmann. Ele venceu 26 vezes – três delas correndo em dupla com Ângelo Giombeli. Das 130 corridas, 49 delas aconteceram no traçado antigo, de 7.874 metros.

Entre os pilotos em atividade na Stock Car, quem mais venceu foi Cacá Bueno, com sete conquistas. Thiago Camilo e Marcos Gomes vêm logo atrás com cinco e quatro vitórias, respectivamente. No duelo particular dos postulantes ao título, Felipe Fraga tem duas vitórias em São Paulo, enquanto Daniel Serra só venceu uma vez.

Os Vencedores de Interlagos

INGO HOFFMANN: 26 vitórias*
*três delas formando dupla com Ângelo Giombeli
CHICO SERRA: 14 vitórias
PAULO GOMES: 13
FÁBIO SOTTO MAYOR: 10
ADALBERTO JARDIM e CACÁ BUENO: 7 vitórias
THIAGO CAMILO: 5
MARCOS GOMES, ALENCAR JR., e MARCO GRÁCIA: 4
AFONSO GIAFFONE, ÂNGELO GIOMBELI*, DJALMA FOGAÇA, XANDY NEGRÃO, RICARDO MAURÍCIO: 3 vitórias
*Giombeli venceu formando dupla com Ingo Hoffmann
REINALDO CAMPELO, LUIS ALBERTO PEREIRA, GIULIANO LOSACCO, HOOVER ORSI, RICARDO ZONTA, FELIPE FRAGA*: 2 vitórias
*Felipe Fraga tem uma vitória em dupla com Ricardo Sperafico
ZECA GIAFFONE, PAULO DE TARSO, LUIZ BAPTISTA, CARLOS ALVES, AUGUSTO FALETTI, NONÔ FIGUEIREDO, DAVID MUFFATO, ANTÔNIO JORGE NETO, PAULO SALUSTIANO, MAX WILSON, RICARDO SPERAFICO*, ÁTILA ABREU, DANIEL SERRA: 1 vitória
*Ricardo Sperafico tem uma vitória em dupla com Felipe Fraga


A MATEMÁTICA DO TÍTULO NA HERO SUPER FINAL
As chances de Daniel Serra e de Felipe Fraga

Os dois postulantes ao título vão para a etapa final separados por apenas 25 pontos – de 60 que estão em jogo na corrida. Daniel Serra e Felipe Fraga lutam pelo bicampeonato – Serra é o atual campeão e Fraga levantou a taça em 2016.

Assim, as chances de cada um são variadas e apesar da vantagem numérica de Serra, o cenário ainda permanece completamente aberto. Na matemática do título, basta ao piloto da Eurofarma RC o quarto lugar em São Paulo sem depender de qualquer outro resultado do adversário da Cimed Chevrolet Racing.

Um eventual quinto lugar, no caso de uma vitória de Felipe Fraga, dá o bicampeonato ao atual vice-líder da tabela. Daniel Serra sustenta 297 pontos contra 272 de Fraga, de maneira que o campeão de 2016 precisa terminar a corrida em Interlagos marcando 26 pontos a mais que o rival.

“Ambos estão em boa fase, e é bom estarmos disputando. Admiro muito o Daniel como piloto, e acho que a recíproca é verdadeira. É uma disputa sadia”, afirma Felipe Fraga. “O Felipe evoluiu muito nas últimas corridas deste ano e é um bom piloto para estar disputando o título contra. Essa briga tem sido muito boa”, reforça Daniel Serra.

As combinações são variadas e em Interlagos os postulantes ao bi só terão uma chance com a disputa de corrida única pelos 4.309 metros do principal circuito do país.

Confira as possibilidades de título para os dois pilotos em Interlagos:

POSSIBILIDADES: SERRA CAMPEÃO
Se Fraga... | Serra só precisa de...
Vencer (332 pontos) | 4º lugar (335 pontos)
2º lugar (324) | 6º lugar (327)
3º lugar (316) | 8º (319)
4º lugar (310) | 10º (311)
5º lugar (306) | 11º (307)
6º lugar (302) | 13º (303)
7º lugar (298) | 15º (299)
8º ou pior (294)| campeão (297)

POSSIBILIDADES: FRAGA CAMPEÃO
Fraga campeão | Serra não pode passar de...
Vencer (332 pontos) | 5º lugar (331)
2º lugar (324) | 7º lugar (323)
3º lugar (316) | 9º lugar (315)
4º lugar (310) | 11º (307)
5º lugar (306) | 12º (305)
6º lugar (302) | 14º (301)
7º lugar (298) | não pontuar (297)

O DESEMPENHO DE SERRA E FRAGA REPRESENTADO EM GRÁFICOS
Líderes têm desempenhos parecidos, mas Fraga perde nas corridas complementares
Daniel Serra e Felipe Fraga empatam em número de pontos somados nas primeiras corridas das rodadas duplas; vantagem de Serra foi construída com pontuação melhor na segunda prova; confira nos gráficos

Baixe neste link os gráficos de desempenho de Serra e Fraga em 2018

O formato de rodadas duplas da Stock Car, em vigor desde 2014, permite uma variada gama de combinações de resultados e de oportunidades aos pilotos na briga pelo título. Com pontuação diferenciada entre elas – na corrida 2 de cada fim de semana são distribuídos dois terços dos pontos da primeira prova (30 ao vencedor da primeira e 20 ao da segunda) –, o desafio dos pilotos é anotar um bom número de pontos na somatória das duas corridas, o que nem sempre é possível dado o equilíbrio da principal categoria do automobilismo brasileiro.

Neste domingo (9), no Autódromo de Interlagos, a Hero Super Final decide o campeão de 2018 em uma única corrida, que distribui o dobro de pontos do que normalmente são entregues na corrida 1 de cada rodada.

Daniel Serra, contudo, tem feito isso com maestria nas rodadas duplas desta temporada. O líder do campeonato foi o maior pontuador em quatro das nove rodadas duplas, enquanto Felipe Fraga foi o maior pontuador em apenas uma – justamente a última etapa, em Goiânia, na qual anotou dois terceiros lugares.

“A gente marca ponto em praticamente todas as etapas, e não simplesmente marca, como soma bons pontos. Foram dez pódios até agora, então a consistência em estar na frente tem sido chave. Apesar disso ser o nosso forte, tivemos uma sequência de três corridas sem pontuar”, diz Daniel, provando que a competitividade da Stock Car não permite nenhum tipo de relaxamento por parte dos pilotos.

Entretanto, se levados em conta os resultados das corridas únicas disputadas até agora (a Corrida de Duplas em Interlagos e a do Milhão em Goiânia), mais a primeira corrida de cada rodada dupla, Daniel Serra e Felipe Fraga ficam rigorosamente empatados com 208 pontos.

“Eu não tive um bom começo de ano. Abandonei em Interlagos, em Santa Cruz - onde sempre vou bem -, eu fundi o motor na classificação e algumas vezes não tive a chance de entregar bons resultados. Do meio do ano para cá tivemos uma grande recuperação, parte disso diante da evolução que a equipe e o carro tiveram. Todos no time cresceram, e estou muito confiante independente do resultado”, destaca Felipe.

Serra venceu a Corrida de Duplas, enquanto Fraga abandonou; em Curitiba, o piloto da Eurofarma foi segundo na primeira corrida, atrás do rival da Cimed; no Velopark, Serra foi oitavo e Fraga quarto. Na quarta etapa, em Londrina, Serra foi segundo e Fraga o quinto; na disputa de Santa Cruz do Sul, Daniel Serra foi ao pódio em segundo e Felipe ficou apenas em 14º lugar, enquanto na Corrida do Milhão Serra foi somente o sétimo, e Fraga o terceiro. Em Campo Grande a dupla travou grande disputa com vantagem para o piloto da Cimed, que venceu com o da Eurofarma em segundo.

A etapa de Cascavel teve Daniel zerando em pontos pela primeira vez no ano em uma corrida 1, enquanto Fraga somou bons 26 pontos com o segundo lugar. No Velo Città, uma reedição de Campo Grande, com Fraga e Serra fazendo 1-2 na primeira prova. De volta a Londrina, Serra foi o quarto colocado com Fraga apenas em décimo, e em Goiânia nova disputa entre a dupla, com Felipe chegando em terceiro à frente de Daniel.

Assim, levando em conta apenas estas provas, Daniel Serra e Felipe Fraga chegariam a Interlagos empatados com 208 pontos.

O ponto fraco de Felipe ficou nas segundas corridas das rodadas duplas, um ponto no qual Daniel evoluiu muito em relação ao ano passado. Nestas provas, Serra fez um décimo lugar em Curitiba, venceu no Velopark, foi terceiro em Londrina, quinto em Santa Cruz do Sul, zerou em Campo Grande e Cascavel, foi segundo no Velo Città e em Londrina, e sexto em Goiânia. Nestas provas, o líder do campeonato somou 89 pontos

Fraga, por outro lado, zerou três vezes na corrida complementar e anotou um quinto lugar, dois terceiros, um sétimo, um sexto e uma quarta posição, fazendo um total de 64 pontos. É a diferença de 25 que separa os dois líderes.

Esta consistência de bons resultados foi a marca de Serra em 2018: na primeira rodada dupla de Londrina ele anotou dois terceiros lugares, e no Velo Città, dois segundos – quando marcou o recorde de 43 pontos na mesma etapa. O máximo que Fraga marcou foi 38 em uma rodada dupla, fruto da vitória e do terceiro lugar no Velo Città. De onze etapas, Serra pontuou mais que o adversário em seis delas.

Na soma de resultados das etapas, Daniel Serra leva vantagem justamente por ser mais constante: ele foi o maior pontuador em três e tapas, enquanto Fraga só o foi em uma oportunidade. Com 60 pontos em jogo em Interlagos, Fraga precisa marcar 26 a mais que Serra para ser bicampeão.


Push to Pass essencial nas retas de Interlagos

O circuito paulistano tem dois bons pontos de ultrapassagem, sempre ao final das duas retas, a dos boxes e a oposta, respectivamente nas freadas para o S do Senna e a Curva do Lago. Nestes pontos, o botão de ultrapassagem (push to pass) é um grande aliado dos pilotos.

Na Hero Super Final, cada carro terá sete acionamentos do push. O acionamento tem cinco segundos de delay para que entre em funcionamento e funcionará por 21 segundos (com 78% de abertura das borboletas, enquanto no modo normal do motor a abertura será de 60%)) e 100 segundos de intervalo entre cada acionamento.

Fan Push aberto a todos os pilotos

Está aberta no site oficial da Stock Car (www.stockcar.com.br) a votação para o Fan Push. Cada usuário faz o login com a conta do Facebook para votar e escolhe três pilotos de preferência. Os seis mais votados terão direito ao uso de um acionamento extra do push to pass, que poderá ser usado a qualquer momento.

Pit Stop obrigatório

Todos os carros deverão realizar o abastecimento e a troca obrigatória de pelo menos dois pneus no pit stop. A janela obrigatória de paradas acontece da volta 10 à volta 15.

Stock Manager

Você também pode montar sua própria equipe na Stock Car. Pelo www.stockcar.com.br/stock-manager, o fã da principal categoria do automobilismo brasileiro interage e trabalha com o orçamento à disposição para contar com os atuais pilotos da Stock Car.

Para participar é muito simples: o torcedor escolhe o nome da equipe, a estrutura que irá usar, baseado em uma das equipes atuais do grid, define as cores do carro e escolhe os pilotos de acordo com o orçamento pré-estabelecido. Em seguida, é só colocar os palpites para cada corrida: pole position, vencedor das corridas, maior escalada (ganho de posições) e volta mais rápida.

Participe já!

A definição do grid de largada

No sábado, os pilotos vão à pista para definir a ordem de largada. A classificação tem a duração de uma hora e é dividida em três fases: Q1, onde todos os pilotos vão à pista divididos em dois grupos (os 15 primeiros colocados do campeonato, e depois os 15 últimos); em seguida, os 15 mais rápidos passam ao Q2; nesta fase, somente os seis mais rápidos passam ao estágio seguinte, o Q3, no qual os seis mais rápidos vão à pista de forma individual (primeiro o sexto colocado, depois o quinto, e assim por diante) para marcar seus tempos em uma única volta rápida, para definir os seis primeiros do grid.

A transmissão pela TV, e pela internet

O fã que não pode estar em Interlagos pode acompanhar a decisão da Stock Car de várias maneiras. O terceiro treino livre da Stock Car, no sábado das 8h40 às 10 horas, será transmitido ao vivo pelos canais oficiais da Stock Car no YouTube (/stockcarchannel) e no Facebook (/stockcaroficial).

Já a classificação, que define o grid de largada para a Hero Super Final, acontece ao meio-dia com transmissão ao vivo do SporTV2. A corrida que decide o campeão de 2018 tem largada às 11 horas e será transmitida ao vivo tanto no SporTV2 como também pela Globo dentro da programação do Esporte Espetacular.

Cara nova no grid

Alinhando o terceiro carro da Hero Motorsport, ao lado de Lucas di Grassi e Bruno Baptista, o jovem talento Gaetano di Mauro fará sua estreia na Stock Car neste domingo. O piloto, que faz parte da Academia Shell de pilotos, foi “emprestado” para fazer sua estreia na principal categoria do automobilismo brasileiro e correrá com o número #544.

“Estou muito contente em estrear na Stock Car, o sonho de qualquer piloto brasileiro em carros de turismo. Agradeço à Hero e à Shell pela oportunidade. Sei que não é todo dia que um patrocinador libera seu atleta para competir por um concorrente e espero retribuir na pista pela confiança de todos os envolvidos em fazer isso acontecer em Interlagos. Tive um grande ano e espero encerrar em alto estilo”, disse Gaetano.

Como é a pontuação na Hero Super Final*

A grande final da temporada da Stock Car é disputada em uma corrida única, com 40 minutos de duração mais uma volta, e que entrega o dobro de pontos em relação à primeira corrida de uma rodada dupla. Sendo assim, o vencedor leva 60 pontos, enquanto o segundo assegura 52, o terceiro 44, e assim por diante. Confira a tabela abaixo:

1º colocado | 60 pontos
2º colocado | 52
3º colocado | 44
4º colocado | 38
5º colocado | 34
6º colocado | 30
7º colocado | 26
8º colocado | 22
9º colocado | 18
10º colocado | 14
11º colocado | 10
12º colocado | 8
13º colocado | 6
14º colocado | 4
15º colocado | 2
*O mesmo sistema de pontuação se estende também à decisão da Stock Light


Stock Light decide campeão em Interlagos com quatro pilotos na disputa pela taça
Raphael Reis, Enzo Bortoleto, Gustavo Frigotto e Pedro Cardoso lutam na corrida final em São Paulo no dia 9 de dezembro pelo título de 2018 da categoria de acesso à Stock Car

A exemplo da Stock Car, em que Daniel Serra e Felipe Fraga duelam pelo título da temporada 2018, a Stock Light também terá em Interlagos uma disputa intensa pela taça de campeão. Na principal categoria de acesso à Stock Car no país, nada menos que quatro pilotos lutam pelo título da temporada.

Com corrida única e o dobro de pontos em disputa – são 60 em jogo -, Raphael Reis, Enzo Bortoleto, Gustavo Frigotto e Pedro Cardoso estão separados por 55 pontos. Reis é o que tem situação mais confortável, com 195 pontos e 32 de vantagem para Bortoleto (163), o segundo colocado. Frigotto soma 142 (53 atrás de Reis) e Cardoso, 140 (55 de desvantagem).

Para Raphael Reis, que lidera a disputa, a missão é um pouco menos complicada: um sexto lugar já lhe garante o título, independentemente da posição em que chegarem seus adversários, já que o máximo que Bortoleto, Frigotto e Cardoso podem alcançar com a vitória na classificação geral são 223 pontos, 203 e 200, respectivamente. E o sexto lugar dá ao piloto da W2 Racing um total de 225.

A tarefa de Gustavo Frigotto e Pedro Cardoso é mais difícil. Precisam vencer a qualquer custo e torcer para que Reis não passe de um 13º lugar (na disputa com Frigotto) ou um 14º lugar (no caso de Cardoso). Ainda assim, há a disputa entre eles e Bortoleto, a quem interessa no mínimo um quinto lugar torcendo para que Reis não pontue.

No caso do vice-líder, ele precisa vencer e torcer para que Raphael Reis seja no máximo o sétimo colocado; se for segundo, o adversário precisa ser nono; em caso de terceiro lugar, Reis tem de ser no máximo o 11º; em quarto lugar, o atual líder não pode passar do 14º lugar – em caso de empate entre os dois, Raphael leva o título por ter conquistado mais vitórias na temporada – 4 a 1.


BRASILEIRO DE MARCAS: Vicente Orige tem grande chance de se tornar bicampeão
São 36 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, Guilherme Reischl. Entretanto, Interlagos coloca 70 pontos em disputa

O Brasileiro de Marcas define seu novo campeão também neste domingo em Interlagos. Vicente Orige e Guilherme Reischl, separados por 36 pontos (216 a 180) são os únicos que podem levantar a taça.

Orige corre atrás do bicampeonato, já que é o atual campeão da categoria; Reischl vem em seu ano de estreia no Brasileiro de Marcas.

O catarinense da JLM Racing fez uma temporada na qual conquistou oito vitórias e seis pole positions em 13 corridas até agora. Já Reischl, da Blau Motorsport, foi impecavelmente regular: apesar de não ter vencido nenhuma prova durante o ano, foi ao pódio em quase todas.

A pontuação para a rodada dupla final do Brasileiro de Marcas é diferenciada em relação ao restante da temporada:

1º colocado | 35 pontos
2º colocado | 30
3º colocado | 27
4º colocado | 24
5º colocado | 21
6º colocado | 18
7º colocado | 15
8º colocado | 12
9º colocado | 11
10º colocado | 9
11º colocado | 8
12º colocado | 6
13º colocado | 5
14º colocado | 3
15º colocado | 2

Programe-se!

Confira os horários para o domingo da grande decisão:

Sexta-feira, 7 de dezembro
10h00 – 10h30: 1º Treino Livre Stock Light (Grupo 1)
10h40 – 11h10: 1º Treino Livre Stock Light (Grupo 2)
11h25 – 11h55: 1º Treino Livre Brasileiro de Marcas
12h10 – 12h45: 1º Treino Livre Stock Car (Grupo 1)
12h55 – 13h30: 1º Treino Livre Stock Car (Grupo 2)
13h45 – 14h15: 2º Treino Livre Stock Light (Grupo 1)
14h25 – 14h55: 2º Treino Livre Stock Light (Grupo 2)
15h10 – 15h40: 2º Treino Livre Brasileiro de Marcas
15h55 – 16h30: 2º Treino Livre Stock Car (Grupo 1)
16h40 – 17h15: 2º Treino Livre Stock Car (Grupo 2)

Sábado, 8 de dezembro
08h00 – 08h30: 3º Treino Livre Brasileiro de Marcas
08h40 – 09h15: 3º Treino Livre Stock Car (Grupo 1) – transmissão ao vivo nas páginas oficiais da Stock Car no YouTube e Facebook
09h25 – 10h00: 3º Treino Livre Stock Car (Grupo 2) – transmissão ao vivo nas páginas oficiais da Stock Car no YouTube e Facebook
10h10 – 10h30: 3º Treino Livre Stock Light (Grupo 1)
10h40 – 11h00: 3º Treino Livre Stock Light (Grupo 2)
11h15 – 11h25: Classificação Brasileiro de Marcas
12h00 – 13h00: Classificação Stock Car – ao vivo no SporTV2
13h20 – 13h40: Classificação Stock Light
14h15: Corrida 1 Brasileiro de Marcas – ao vivo na página oficial da categoria no Facebook

Domingo, 9 de dezembro
08h00: Abertura dos portões ao público
08h15: Corrida 2 Brasileiro de Marcas - ao vivo na página oficial da categoria no Facebook
09h00 – 10h00: VISITAÇÃO AOS BOXES
11h00: Largada Stock Car – Hero Super Final – ao vivo na Globo e no SporTV2
12h45: Largada Stock Light – ao vivo no SporTV2

INGRESSOS AINDA À VENDA

Os ingressos para a Hero Super Final estão à venda pela internet no site da Tickets for Fun e também em alguns pontos físicos em São Paulo, como a bilheteria do Credicard Hall, lojas da Livaria Cultura e no Armazém do Top Center Shopping (Av. Paulista, 854, quiosque 12, térreo).

Preços e entradas - Para a definição do título, a Stock Car tem entradas à venda a partir de R$ 25 (para pessoas com direito à meia-entrada). As bilheterias do Autódromo de Interlagos estarão abertas no sábado (8/12) e domingo (9/12) para o torcedor que optar pela compra no ato ou para a troca do voucher da compra pela internet pelo ingresso físico.

O primeiro lote traz ingressos a preços promocionais até a sexta-feira (7) anterior à prova: arquibancada descoberta a R$ 50 e coberta a R$ 70, visitação aos boxes (que acontece no domingo, dia 9/12, em horário a ser estabelecido pela organização do evento) a R$ 150 (com arquibancada descoberta) e R$ 170 (com arquibancada coberta), Paddock – com serviço de alimentação e bebidas incluso – a R$ 390 e o Grid Experience, que proporciona a maior experiência ao colocar o torcedor no grid de largada para viver os momentos anteriores ao início da corrida, a R$ 840. A partir do sábado (8), no segundo lote, os ingressos passam a custar, respectivamente, R$ 60, R$ 80, R$ 160, R$ 180, R$ 400 e R$ 840.

As opções de descontos especiais antecipados do primeiro lote (para estudantes, idosos, professores da rede estadual e doadores de sangue que comprovem a condição mediante apresentação de carteirinha) partem de R$ 25 e R$ 35 para arquibancada (descoberta e coberta), R$ 125 e R$ 135 a visitação (para arquibancada descoberta e coberta, respectivamente), R$ 365 o Paddock e R$ 815 o Grid Experience; a partir do sábado (8/12), as entradas, nestas condições, partem de R$ 30, R$ 40, R$ 130, R$ 140, R$ 370 e R$ 815.

Os ingressos são válidos pelos dois dias de evento. Não é permitida a entrada de menores de 5 anos. Crianças de 5 a 9 anos têm acesso gratuito à área de arquibancada; menores entre 5 e 14 anos deverão estar acompanhados dos pais ou representantes legais maiores de 18 anos, sendo obrigatória a apresentação de documento original (RG, passaporte, certidão de nascimento ou CNH – não serão aceitos documentos apresentados pelo celular).


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo