Brasil, 11 de Dezembro de 2018

+ F O N T E -

Justiça do Trabalho indica que motoristas não devem integrar a base de cálculo para a cota de portadores de deficiência

A possibilidade está em liminar que suspendeu multa por descumprimento de cota

O Juízo da 4ª Vara do Trabalho de Canoas, no Rio Grande do Sul, derrubou auto de infração contra empresa de transportes que não preencheu a cota legal de empregados portadores de deficiência ou reabilitados. A multa de R$ 233 mil reais, aplicada após inspeção de fiscais do Ministério do Trabalho, computou o quadro geral de funcionários, em sua maioria constituída por motoristas.

De acordo com a advogada Renata Bonet, de Franco Advogados, escritório que representou a transportadora, o argumento apresentado é de que o Código de Trânsito Brasileiro autoriza a concessão de habilitação para pessoas portadoras de deficiência nas categorias C, D e E, categorias exigidas para a condução de caminhões, os quais compõem a frota da parte autora. Contudo, tal concessão é restrita e mais rigorosa.

Nesse contexto, a juíza titular Ingrid Loureiro Irion, considerou razoável concluir que o preenchimento do cargo de motorista com empregado portador de deficiência ou reabilitado não é tarefa simples para o empregador.

Portanto, para a juíza é plausível a tese da petição inicial do escritório Franco Advogados de que, ao menos em sede de juízo de cognição sumária, os motoristas não devem integrar a base de cálculo para a cota prevista no artigo 93 da Lei n. 8.213/91, que estabelece cota a portadores de deficiência nas empresas com mais de 100 funcionários, sendo a cota de 2% a 5% do total de funcionários conforme a atividade.

A decisão destaca que o risco ao resultado útil do processo é evidente, pois o valor da multa é significativo (R$ 233.103,50) e a manutenção da penalidade inviabiliza a expedição de certidão negativa de débito, fatos que podem prejudicar ou mesmo inviabilizar os negócios da empresa

O juízo concedeu a antecipação dos efeitos da tutela, determinando a suspensão da cobrança da multa imposta até o trânsito em julgado da demanda, desconstituindo eventuais créditos inscritos na dívida ativa da União.


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo