Brasil, 18 de Outubro de 2018

+ F O N T E -

Como a tecnologia vai ajudar o supply chain após a greve dos caminhoneiros

Se a greve começou devido ao aumento no preço dos combustíveis, as consequências serão muito mais amplas que isso. O abastecimento de estabelecimentos e indústrias em todo o país ficou significantemente prejudicado pelos bloqueios feitos pelos caminhoneiros nas principais rodovias. Enquanto o governo busca fazer os acordos e trâmites necessários para que os impactos dessa crise não cause efeitos maiores, é essencial que os gestores e responsáveis pela Logística e Suprimentos nas empresas analisem os possíveis cenários e tomem medidas para diminuir prejuízos e futuros riscos.

Com o fim da greve, as operações não serão normalizadas tão rapidamente, algumas poderão demorar de 15 a 30 dias ou até mesmo meses. As transportadoras deverão trabalhar continuamente para aumentar o número de entregas e minimizar os impactos da greve. Um dos efeitos dessa movimentação será o aumento do custo de contratações com frotas adicionais para que as operações se estabilizem rapidamente.

É fato que, as empresas que contam com tecnologias adequadas e integradas a seus processos, saem na frente das demais.

O papel da tecnologia

A logística brasileira tem uma grande dependência dos transportes rodoviários, que escoa 75% da produção do país, segundo pesquisa da Fundação Dom Cabral. Assim, não é de se estranhar que qualquer movimentação nessa frente tenha grandes impactos na rotina das companhias. Em termos econômicos, o Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas estima uma redução da expectativa do crescimento do Brasil para 1,9%, frente a alta de 2,3% prevista anteriormente.

Considerando esse cenário, as empresas precisam contar com ferramentas tecnológicas para agir de forma assertiva. A proposta é combinar diferentes recursos e soluções para fornecer maior visibilidade àqueles que estão na linha de frente da cadeia de suprimentos. O Blockchain, por exemplo, pode trazer maior transparência sobre a origem dos produtos e os gestores poderão acompanhar sua operação de ponta a ponta e inclusive se programar para potenciais falhas.

Outros destaques são as tecnologias como os sensores conectados pela Internet das Coisas (IoT), usados na gestão do uso de energia, água e outros insumos utilizados na etapa de produção. Assim como os drones, que monitoram e verificam a existência de vazamentos em operações de difícil acesso, como oleodutos, e o Big Data Analytics e GPS, que unem suas capacidades para otimizar atividades de crescimento das empresas.

Além disso, os gestores de supply chain podem contar com as mídias sociais para obter informações atualizadas sobre a atuação e reação dos principais agentes, como o governo, os caminhoneiros e o público em geral.

Com uma visão abrangente e a possibilidade de mapear os principais gaps, os profissionais da cadeia de suprimentos ganham força para estruturar um plano de contenção, buscando prever futuros desdobramentos e agindo de forma consistente.

*Carolina Cabral é sócia-diretora da Nimbi, especialista em tecnologia para a cadeia de suprimentos. http://www.nimbi.com.br/

Nimbi

A Nimbi é uma empresa especializada em supply chain management, com soluções que aumentam a produtividade e geram economia para as organizações. Com a tecnologia de CloudComputing e mais de R$ 80 bilhões transacionados, a plataforma Nimbi atende todos os elos da cadeia de suprimentos, incluindo todo o processo de busca, homologação, e negociação entre empresas. Com mais de 110 mil empresas conectadas, a Nimbi conta com um modelo comercial diferenciado e implantação rápida e gratuita, com pagamento mensal em formato semelhante ao de assinaturas de serviços como Netflix e Spotify. Suas soluções recebem constantes atualizações feitas por sua equipe especializada em experiência do usuário (UX). A Nimbi ainda conta com uma unidade de consultoria que registra mais de 6.500 projetos de redução de custos desenvolvidos.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo