Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

"Proteção veicular" NÃO é seguro

Entenda os riscos da proteção veicular oferecida por associações e cooperativas sem autorização da SUSEP

A Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) esclarece que empresas que comercializam "proteção veicular", produto que reúne características do seguro, sem, contudo, obedecer às regras estabelecidas pela legislação vigente, não se enquadram no mercado supervisionado pela autarquia. Todas as empresas que comercializam produtos de seguro regularmente precisam ser autorizadas pela SUSEP.

A autarquia mantém uma força-tarefa constante no sentido de coibir a realização de operações de seguros por empresas sem autorização. Tais empresas fazem parte de um mercado marginal de comercialização irregular de produtos similares a seguros. Elas não cumprem regras e critérios preestabelecidos pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), tais como:

- Regras de solvência, que atestam a condição que uma companhia possui, entre ativos e passivos, para arcar com seus compromissos financeiros;

-Não dispõem de bases técnicas atuariais que visam estabelecer probabilidades de riscos, de forma a garantir que os valores pagos pelos consumidores sejam suficientes para arcar com as indenizações devidas pela empresa;

- Não são fiscalizadas pela SUSEP em relação às condições legais para eleição dos seus administradores.

Seguro Auto Popular

O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) regulamentou, após proposta da SUSEP e de inúmeras reuniões de trabalho com entidades representativas do setor de seguros, em 2016, o seguro popular de automóveis. O ‘Auto Popular’ permite a utilização de peças usadas ou genéricas no conserto dos carros e oferece apólices com custo menor, por seguradoras credenciadas pela SUSEP.

Denúncias e números

A SUSEP recebe denúncias de consumidores que contrataram proteção veicular e achavam se tratar de um seguro, bem como de sindicatos de corretores de seguros e de seguradoras de todo o Brasil.

No âmbito da Procuradoria Federal junto à SUSEP há cerca 180 ações civis públicas, nas quais a Superintendência é a autora principal, mas há também outras ações movidas pelo Ministério Público Federal (MPF). Desse total, a maioria (78%) se concentra na Região Sudeste: Minas Gerais (88); São Paulo (19); Espírito Santo (16); e Rio de Janeiro (17).

Além disso, no campo da Diretoria de Supervisão de Conduta da autarquia, hoje, há pelo menos 200 processos administrativos referentes à proteção veicular em apuração de indícios de irregularidades. Desse total, 10% são referentes ao Estado do Rio de Janeiro.

Consumidores

Em relação aos consumidores, a autarquia orienta que, antes da contratação de qualquer produto de seguro, seja realizada uma pesquisa sobre a empresa para certificar que ela é autorizada pela SUSEP (www.susep.gov.br).

Os consumidores podem também formular denúncias por correspondência à SUSEP.

AUTORIA: PORTAL SUSEP



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS