Logo
Imprimir esta página

Presidente da UNIDAS defende que é preciso entender de que forma a revolução digital pode fazer a diferença no setor

Anderson Mendes participou da Medical Fair Brasil e falou sobre transformação digital

O presidente da UNIDAS (União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde), Anderson Mendes, participou da Medical Fair Brasil, no Expo Center Norte, em São Paulo, capital, quando abordou o tema “A tecnologia no processo de entrega de Valor em Saúde”. Ele iniciou sua apresentação dizendo que muitos temas caros para a saúde foram utilizados de maneira maciça, mas com pouco cuidado. “Precisamos entender de que forma a revolução digital faz a diferença e em quais áreas está consolidada”, ressalta o presidente da entidade. Mendes mediou o painel, que contou com a participação do médico, CEO e fundador da HIHUB.TECH Health Innova HUB, Fernando Cembranelli; e do médico, diretor de Tecnologia da Informação da APM (Associação Paulista de Medicina) e presidente da Comissão Organizadora do Global Summit of Telemedicine & Digital Health, Antonio Carlos Endrigo.

Durante o debate, Cembranelli apresentou números relacionados aos investimentos massivos em healthtechs. Segundo ele, em 2021, foram batidos todos os recordes de investimento em empresas de startups de saúde no mercado norte-americano. “Foram investidos US$ 29,1 bilhões, mais que o dobro do valor do ano anterior, que havia sido de US$ 14 bilhões. Globalmente, estamos falando de US$ 44 bilhões, somente no ano passado. Estamos vivendo todos os dias os efeitos da transformação exponencial na área da saúde, e muitos players tradicionais que continuarem somente no analógico perderão a postura de liderança. É por isso que há muitos novos líderes surgindo”, disse.

O CEO da Health Innova Hub também destacou que a primeira área de investimento dos norte-americanos é a de saúde mental (US$ 5 bilhões). “Inovação é feita por pessoas e trocar ideias com frequência é absolutamente fundamental. Temos uma dificuldade muito grande de fazer incorporação de novas tecnologias. Mudanças na área da saúde são difíceis, mas a pandemia alterou isso”, explica o executivo.

Telemedicina e velocidade da transformação digital

Na sequência, Endrigo focou sua apresentação em telemedicina e na velocidade da transformação em saúde digital nos últimos dois anos. Ele traçou um paralelo entre a logística para a marcação de consulta, a compra de medicamentos e a realização de exames, antes da pandemia, e o atual ecossistema, o qual se digitalizou em uma velocidade inimaginável, embarcado pela telemedicina.

O diretor de Tecnologia da Informação da APM afirmou ainda que os médicos, assim como pacientes, farmácias e o próprio Governo, adaptaram-se rapidamente às prescrições digitais, com certificado digital – gratuito e de boa qualidade.

Ao falar sobre consultas on-line, Carlos Endrigo ressaltou que a telemedicina veio para aproximar o paciente que não teria acesso a determinados tipos de atendimento. Ainda assim, é preciso lembrar que ela é complementar à consulta presencial e deve ser utilizada, na maioria das vezes, para monitoramento. “A telemedicina ‘afasta’ o médico do paciente, mas o aproxima dos serviços, principalmente aqueles que dificilmente teriam acesso a consultas ou especialistas”, finaliza o presidente da Comissão Organizadora do Global Summit of Telemedicine & Digital Health.

Durante o debate, os participantes também falaram sobre cibersegurança (ataques em cyber saúde, que aumentaram 64% somente no ano passado), como fazer a telemedicina ser efetiva, a nova relação médico-paciente, o marco legal e a Inteligência Artificial (AI) no processo de inovação em saúde.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2022 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto