Brasil, 17 de Julho de 2018

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

Niterói é pioneira em procedimento cardíaco

Método inovador é realizado há um ano no Hospital Icaraí e apresenta menos riscos a pacientes

As cirurgias cardíacas em geral costumam registrar alto risco de mortalidade em pacientes que apresentam insuficiência cardíaca grave e insuficiência mitral. Para reverter esse quadro, o médico cardiologista da Unidade Coronariana do Hospital Icaraí (HI), André Sousa, desenvolveu há cerca de um ano um procedimento pioneiro na área. É o tratamento percutâneo da válvula mitral com implante de Mitraclip.

O cardiologista explica que o procedimento para diminuição da regurgitação (refluxo) da válvula mitral oferece menos riscos ao paciente por ser menos invasivo que o método tradicional.

- A cirurgia consiste na implantação da prótese mitral por meio de uma pequena incisão no tórax, sem a utilização de parada cardíaca e circulação extracorpórea. Esse procedimento permite uma recuperação mais rápida, com redução no tempo de internação hospitalar e retorno precoce às atividades habituais, além de menor risco operatório e anestésico - esclarece André Sousa.

Segundo ele, o procedimento é indicado, principalmente, em casos em que o coração aumenta de tamanho por diversas causas e o paciente entra em insuficiência cardíaca, fazendo com que o aparelho valvar mitral perca a sustentação nos músculos da base do coração.

Pioneirismo - A equipe do HI é pioneira e, atualmente, a com maior experiência no estado do Rio de Janeiro na realização desse procedimento, realizado pela primeira vez em dezembro de 2016. De lá para cá, o novo método vem substituindo gradativamente a cirurgia tradicional, evitando, por exemplo, que pacientes com quadro clínico de insuficiência cardíaca grave e avançada com histórico de grande número de internações hospitalares passem por uma cirurgia delicada, com duração de seis a oito horas por conta da abertura do tórax. É o caso a paciente Diana Ribeiro, de 46 anos, moradora de Miracema, interior fluminense, que se submeteu há cerca de dois meses à cirurgia inovadora. Ela que já havia passado pela cirurgia tradicional há dez anos, conta que ficou surpresa com a notícia de que o procedimento seria diferente.

- Mesmo confiando na equipe médica e acreditando que tudo daria certo, quando soube que o procedimento seria apenas uma pequena incisão no tórax, r espirei aliviada. Menos dor, menos tempo no hospital, menos risco e mais rápido meu retorno as minha rotina - disse Diana, animada com sua rápida recuperação.

A cirurgia inovadora foi realizada em outubro pela equipe liderada pelo cirurgião João Carlos Jazbik, e formada por Joaquim Coutinho, chefe do serviço de Cirurgia Cardíaca do Hospital Universitário Pedro Ernesto - HUPE/UERJ; Diego Felipe Gaia, professor adjunto e chefe da disciplina de Cirurgia Cardiovascular da Universidade de SP; e Ana Carolina Veltri Pacheco, do serviço de Cirurgia Cardíaca do HUPE/UERJ.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo