TOKIO MARINE SEGURADORA

Brasil, 18 de Janeiro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

ASEC lança programa de educação emocional para jovens

“Passaporte: Habilidades para a Vida” desenvolve a capacidade de lidar com a variedade de situações do dia a dia

Avaliação no Canadá e piloto no Brasil comprovam melhora nas habilidades sociais, empatia, assertividade e performance em sala de aula

Após o sucesso do Amigos do Zippy, que desenvolve habilidades emocionais e sociais em crianças pequenas no Brasil desde 2004, a Associação pela Saúde Emocional de Crianças (ASEC) traz ao país o Passaporte: Habilidades para a Vida. Voltado para jovens a partir dos 11 anos, é um programa de educação emocional que ensina a lidar com dificuldades de qualquer natureza. Composto por 18 aulas com atividades lúdicas apoiadas numa história em quadrinhos, é desenvolvido em sala de aula por um professor de convívio do grupo, que é especialmente capacitado pela ASEC, representante exclusiva do Passaporte no Brasil.

De acordo com Tania Paris, presidente da ASEC, a pré-adolescência é o um período importante para reforçar a capacidade de construir estratégias positivas para lidar com as dificuldades. “Sentir-se capaz de enfrentar problemas aumenta a autoestima, a autonomia, a resiliência e o bem-estar; e essa habilidade favorece o aprendizado acadêmico, influi decisivamente no sucesso profissional e contribui para que a vida possa ser plena e feliz”, explica Tania.

Como funciona

Cada aula começa com um capítulo da história em quadrinhos para leitura e discussão de um tema específico, seguido de atividades lúdicas. O objetivo dessas atividades é consolidar os conceitos discutidos, oferecendo ao grupo a oportunidade de experimentar novas alternativas de reação a diferentes situações, além de facilitar a percepção dos sentimentos e a análise de seus próprios comportamentos. A compreensão sobre si mesmo, as estratégias que elegem como boas e suas reflexões sobre posturas de vida vão sendo anotadas em um passaporte, que passa a ser um depositório de suas principais decisões sobre a identidade que estão construindo. “No Passaporte não se diz aos jovens o que eles devem fazer. O programa oferece oportunidade e os motiva a construir muitas estratégias positivas e a tomar decisões seguindo critérios emocional e socialmente saudáveis. Um enorme jogo de tabuleiro torna estimulante o processo de busca do maior número possível de alternativas”, diz Tania.

O programa não é focado apenas em ajudar os jovens a lidarem com seus próprios problemas. Por meio das atividades lúdicas, ele os leva à percepção da importância de conversar com outras pessoas quando enfrentam dificuldades e a ouvir outras pessoas quando estas se encontrarem em situações semelhantes. Dessa forma, desenvolve a habilidade dos jovens tanto em dar quanto em receber apoio. Um pôster com um termômetro a ser preenchido ajuda o grupo a perceber seu nível de cooperação. O envolvimento dos pais é estimulado por meio de comunicados sobre o início de cada módulo e atividades que podem ser realizadas em casa com os filhos.

Origem e eficácia

Financiado pela Agência de Saúde Pública do Canadá, o desenvolvimento e avaliação do programa foram realizados ao longo de 6 anos, que incluiu uma pesquisa de necessidades, realizada com professores, teste de abordagem em ambiente de colônia de férias, e duas aplicações piloto em escolas, incluindo comparações com grupo controle e acompanhamento após um ano de conclusão.

Com o objetivo de testar tanto a implantação quanto o impacto do programa, uma avaliação profissional, conduzida pelos professores Brian Mishara e Sarah Dufour, da Universidade de Quebec, em Montreal, foi realizada entre 2012 e 2013, antes que a versão final fosse consolidada. Participaram dessa avaliação 1.698 crianças, de 90 classes, de 20 escolas. A avaliação mostrou que o programa podia ser implantado com sucesso, uma vez que houve uma melhora significativa nas habilidades sociais, na empatia e na assertividade dos jovens.

No Brasil

Em 2016, após tradução e adaptação dos materiais e do processo de capacitação de educadores, 614 jovens brasileiros participaram de um grupo piloto, que demonstrou resultados semelhantes aos obtidos no Canadá. Em sequência, o programa está sendo disponibilizado para implantação em escolas e instituições de todo o país a partir do ano letivo de 2017.

Sobre a ASEC

A Associação pela Saúde Emocional de Crianças (ASEC) é uma entidade sem fins econômicos, com equipe multidisciplinar e atividades que promovem saúde emocional para crianças, professores, pais e adultos em geral. Atuando desde 2004 com o programa educacional Amigos do Zippy e seus subprodutos, a ASEC já beneficiou mais de 300 mil pessoas no Brasil. A implementação dos programas é feita por meio de parcerias com secretarias municipais ou estaduais de educação, escolas particulares, entidades educacionais, empresas, fundações e institutos interessados em viabilizar a educação emocional no Brasil. A ASEC realiza avaliações do impacto de sua intervenção em todos os públicos que participam de seus programas e cursos, comprovando sua eficácia. Além disso, a associação é reconhecida como Entidade de defesa dos Direitos Humanos pela Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo e é registrada no Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do município de São Paulo.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias::