Brasil, 21 de Agosto de 2018

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

Controle cirúrgico de diabetes tipo 2 e síndrome metabólica ganha destaque no 21º Congresso Mundial da IFSO

Pesquisadores de prestígio internacional estarão no Rio de Janeiro para debater os avanços no tratamento da obesidade e suas doenças associadas

O mundo enfrenta uma epidemia crescente e aparentemente incontrolável de obesidade e diabetes, doenças que costumam perigosamente andar juntas, mas que somente sozinhas provocam um grande prejuízo à saúde de milhões de pessoas. O mesmo desafio é encarado pelo Brasil, segundo país em número de cirurgias bariátricas e metabólicas, com mais de 90 mil procedimentos a cada ano. Pela relevância com que seus pesquisadores investigam o tema, o país foi escolhido para sediar o 21º Congresso Mundial da IFSO – International Federation for the Surgery of Obesity and Metabolic Disorders, de 28 de setembro a 1º de outubro, no Rio de Janeiro.

Cirurgiões, endocrinologistas, clínicos e profissionais de diversas especialidades debaterão temas como a recém-criada área de atuação em cirurgia bariátrica no Brasil; soluções para a obesidade na adolescência; novas tecnologias empregadas nas terapias endoscópicas; cirurgias no SUS; mecanismos pós-operatórios de saciedade, perda de peso e controle metabólico; cenários da cirurgia bariátrica e metabólica nos cinco continentes; evolução da cirurgia robótica; estudos de cirurgia metabólica em pacientes com sobrepeso e obesidade grau 1; a nova diretriz mundial para o tratamento cirúrgico do diabetes mellitus tipo 2 em pacientes com obesidade leve, entre outros temas atuais.

Para Ricardo Cohen, presidente do 21º Congresso Mundial da IFSO, a prática da cirurgia metabólica tem crescido porque o diabetes tipo 2 e a síndrome metabólica são doenças que se alastraram pelo mundo. “Atualmente, há mais de 14 milhões de brasileiros sobrevivendo com o diabetes. Somos o quarto país no ranking mundial desta doença. Desses 14 milhões, 76% estão mal controlados pelas terapias clínicas. Muitas vezes o diagnóstico demora, favorecendo o aparecimento de complicações”, informa Dr. Cohen, que também coordena o Centro de Obesidade e Diabetes, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo.

Este é um ano especial para a cirurgia metabólica e por isso mesmo mereceu ser o maior enfoque da programação científica do congresso, justifica Natan Zundel, presidente da IFSO. “Em junho deste ano, a cirurgia metabólica fortaleceu seu papel entre os especialistas quando foi defendida como opção terapêutica para diabéticos tipo 2 com IMC (Índice de Massa Corporal) entre 30 e 35 kg/m2 sem controle clínico adequado. A nova diretriz foi assinada em Londres por 45 sociedades médicas dedicadas ao tratamento clínico e cirúrgico da obesidade, do diabetes e de suas doenças associadas”, ressalta o médico.

“O Brasil vem aumentando o número de pesquisas nos últimos anos e temos uma sociedade médica científica sólida e bastante atuante. Estamos entre os líderes mundiais nos procedimentos bariátricos e somos pioneiros nos procedimentos metabólicos, progredindo em termos de qualidade e volume”, completa Dr. Cohen.

O desafio em números

A Organização Mundial de Saúde projeta que em 2025 serão cerca de 2,3 bilhões de adultos com sobrepeso e mais de 700 milhões de obesos. O número de crianças com sobrepeso e obesidade no mundo pode chegar a 75 milhões caso medidas efetivas não sejam adotadas. No Brasil, o IBGE mostra que em 2015 aproximadamente 82 milhões de brasileiros apresentaram sobrepeso ou obesidade. Com o problema do peso em excesso prevalecendo mais nas mulheres (58,2%) que nos homens (55,6%). As estatísticas agravantes no país traduzem a urgência de se pensar em políticas públicas adequadas para a prevenção e o tratamento do sobrepeso e da obesidade.

Em relação às cirurgias bariátricas e metabólicas, o Brasil fica atrás apenas dos Estados Unidos, que realizam quase 180 mil procedimentos por ano (dados de 2013). Neste país, onde um em cada três indivíduos é obeso, o Center for Disease Control and Prevention registra um gasto médico com a obesidade na faixa dos US$ 147 bilhões por ano.

Redução de comorbidades

Um amplo conjunto de estudos científicos atesta que a cirurgia bariátrica e metabólica reduz as comorbidades em níveis significativos: diabetes (70-80%), hipertensão arterial (65%), distúrbios respiratórios (80%), artrose (85%), dislipidemia (70%), incontinência urinária (95%), irregularidade menstrual (99%), disfunção cardíaca, riscos cardiovasculares, cegueira, amputação, diálises e outras doenças crônicas associadas.

Além de palestras e debates sobre os avanços e desafio das terapias clínicas e cirúrgicas, a programação do 21º Congresso Mundial da IFSO incluirá cursos pré-congresso de atualização e hands-on, cirurgias ao vivo, apresentações orais, exibição de pôsteres, simpósios satélites e uma feira de expositores com as novidades da indústria de equipamentos e materiais cirúrgicos.

Agenda
21º Congresso Mundial da Federação Internacional de Cirurgia da Obesidade e Distúrbios Metabólicos – IFSO 2016
Data: de 28 de setembro a 01 de outubro de 2016
Local: Windsor Barra Hotel e Congressos
Endereço: Av. Lucio Costa, 2630 – Barra da Tijuca.

Sobre o evento
O Congresso Mundial da IFSO reúne tradicionalmente um time de especialistas em obesidade, diabetes e doenças metabólicas, dentre os mais prestigiados no meio acadêmico e científico. É realizado a cada ano pela International Federation of the Surgery of Obesity & Metabolic Disorders, que representa as principais sociedades médicas dos cinco continentes, dedicadas aos diversos profissionais que atuam na atenção aos pacientes bariátricos e metabólicos.

A escolha do Rio de Janeiro para sediar o congresso deve-se à contribuição cada vez mais importante dos especialistas brasileiros para o avanço e a acessibilidade da cirurgia no mundo, sobretudo do pioneirismo nos procedimentos metabólicos. O Brasil é um dos países que mais progridem em termos de qualidade e volume. O recente reconhecimento da cirurgia bariátrica como área de atuação pelo país é uma conquista que favorecerá a formação dos seus profissionais, desde a residência médica, e a melhoria dos serviços oferecidos aos pacientes.


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo