Brasil, 14 de Novembro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mel, conservas artesanais e embutidos são os principais causadores de botulismo alimentar e infantil

Informações do Ministério da Saúde comprovam que é incorreto apontar enlatados como os principais culpados pela doença

Muita gente ainda pensa que alimentos enlatados, como vegetais, patês e pescados, estão fortemente associados à incidência de uma doença grave: o botulismo. De notificação obrigatória, trata-se de doença não contagiosa, causada por uma bactéria que paralisa os nervos e pode levar à morte.

Mas, segundo informações oficiais do Ministério da Saúde, que podem ser conferidas no website do órgão, “os alimentos mais comumente envolvidos são: conservas vegetais, principalmente as artesanais (palmito, picles, pequi); produtos cárneos cozidos, curados e defumados de forma artesanal (salsicha, presunto, carne frita conservada em gordura – “carne de lata”); pescados defumados, salgados e fermentados; queijos e pasta de queijos e, raramente, em alimentos enlatados industrializados”.

Mas o que é botulismo? É uma doença neuroparalítica causada por uma toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Esta bactéria produz esporos que sobrevivem em ambientes com pouco oxigênio. A doença ocorre quando alguém ingere essas toxinas junto com alimentos conservados de maneira inadequada. De acordo com o Ministério da Saúde, é necessário evitar o consumo de alimentos que estiverem em “latas estufadas, vidros embaçados, embalagens danificadas e com alterações no cheio e no aspecto”.

A engenheira de alimentos Thais Fagury, presidente da Associação Brasileira de Embalagens de Aço (Abeaço), explica que as conservas, carnes e doces enlatados são produzidos industrialmente, seguindo normas rigorosas de higiene e de segurança. “Os enlatados são submetidos a altas temperaturas, que eliminam agentes microbiológicos. Além disso, a lata de aço não permite a entrada de luz ou de oxigênio, o que poderia deteriorá-los”, ressalta.

Segundo ela, apenas as latas que estiverem estufadas não devem ser consumidas. “O mesmo vale para qualquer embalagem estufada, pois isso indica que houve falha no processamento do produto, fazendo com que alguma reação indesejada ocorresse no alimento. Não significa botulismo, mas a ocorrência de alguma reação no alimento – química ou microbiológica. Por isso, o consumo não é indicado, já que não sabemos que tipo de reação ocorreu”, explica a especialista. Não há problema em consumir o produto, no entanto, se a lata estiver amassada. “Atualmente as latas de aço são revestidas com um verniz de segurança que impede que o metal entre em contato com o alimento”, frisa.

Outro ponto que deixa muita gente em dúvida é sobre lata enferrujada. “Não há problema em consumir, exceto nos casos em que haja perfuração na embalagem, ou seja, contato do produto/alimento com o meio externo”, explica, assinalando que ferrugem indica que o processo natural de degradação do aço está acontecendo. “O importante, neste caso, é ficar de olho no prazo de validade estampado na lata.”

A boa notícia é que, embora seja uma doença grave, o botulismo é também raro. De acordo com dados do Datasus, em 2018 houve apenas seis casos confirmados no Brasil e, em 2017, apenas um.

Veja outras dicas do Ministério da Saúde:

Produtos industrializados e conservas caseiras que não ofereçam segurança devem ser fervidos ou cozidos por pelo menos 15 minutos antes de serem consumidos. Altas temperaturas podem eliminar as toxinas do botulismo.

O período de incubação (entre a contaminação e o início dos sintomas) pode variar de 2 horas a 10 dias, com média de 12 a 36 horas. Quanto maior a concentração de toxina no alimento ingerido, menor o período de incubação.

Embora existam três formas de o botulismo ser diagnosticado (alimentar, infantil ou por contaminação de feridas na pele), em todas elas as manifestações são neurológicas e/ou gastrointestinais.

Todas as formas de botulismo podem matar, se não tratadas adequadamente, e são consideradas emergências médicas. Por isso, com a presença de qualquer sintoma é essencial procurar ajuda médica imediata. No Brasil, o botulismo está diretamente relacionado à contaminação alimentar.

Os sintomas do botulismo variam de acordo com o tipo de infecção da doença. No entanto, os sintomas mais comuns da doença, de forma geral, são: dores de cabeça, vertigem, tontura, sonolência, visão turva, visão dupla, diarreia, náuseas, vômitos, dificuldade para respirar, paralisia descendente da musculatura respiratória, braços e pernas.

Leia aqui todas as informações do Ministério da Saúde: http://saude.gov.br/saude-de-a-z/botulismo.

Sobre a Abeaço

Fundada em maio de 2003, a Associação Brasileira de Embalagem de Aço (Abeaço) foi criada com o objetivo de fortalecer a imagem da embalagem de aço, além de dar suporte técnico e mercadológico aos seus fabricantes. Sem fins lucrativos, a entidade investe e apoia iniciativas de gestão ambiental, sobretudo quando associadas a finalidade social, e aproxima os interesses de toda a cadeia produtiva. A instituição soma esforços para fomentar pesquisas, desenvolver campanhas de esclarecimento, participar de eventos e divulgar as características das latas de aço. Hoje, a Associação reúne empresas do setor interagindo intensamente com entidades empresariais, fabricantes de embalagens, organizações ambientalistas e o governo. Saiba mais sobre a Abeaço acessando o site www.abeaco.org.br.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS