Brasil, 14 de Outubro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

SBU conscientiza meninos sobre saúde na 2ª edição da Campanha #VemProUro

Pesquisa constatou que apenas 3,5% dos rapazes que afirmam ir ao médico vão ao urologista

Ao entrar na adolescência – período compreendido entre 12 e 18 anos, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) – os pais continuam levando seus filhos ao médico, assim como levavam quando eram crianças ao pediatra? Para incentivar a ida ao médico para promoção de saúde e esclarecimento sobre as mudanças dessa fase, a Sociedade Brasileira de Urologia realiza a II edição da campanha #VemProUro, de Orientação em Saúde do Adolescente Masculino, de 16 a 21 de setembro (Dia do Adolescente).

"Na campanha do ano passado percebemos que é preciso conscientizar não só os adolescentes, como também seus pais, porque ainda são eles os grandes promotores da saúde em casa. As escolas também têm papel fundamental nessa orientação", afirma o urologista e coordenador da campanha, Dr. Daniel Suslik Zylbersztejn, membro do Departamento de Sexualidade e Reprodução da SBU. "Enquanto a menina vai ao ginecologista, levada pela mãe, o menino não vai mais ao médico. Ele deveria ir ao urologista, que é o médico que, assim como o ginecologista, cuida do aparelho genital masculino e pode auxiliar dando orientações sobre prevenção de doenças e diagnosticando outras cujo aparecimento ocorre justamente neste período. Um exemplo claro é a varicocele, considerada a maior causa de infertilidade masculina e, quando diagnosticada precocemente e tratada ainda na adolescência, pode evitar dificuldades reprodutivas no futuro", complementa.

Pesquisa realizada pelo psiquiatra Jairo Bouer, de maio a agosto de 2019, com 3.305 adolescentes de 13 a 17 anos, verificou que entre os meninos a Urologia é uma das especialidades menos procuradas. Dos que vão ao médico, 55,8% responderam ir ao clínico geral e 35,3% ao pediatra. Apenas 3,5% deles afirmaram ir ao especialista responsável pela saúde do homem, enquanto 42,1% das meninas responderam ir ao ginecologista (Tecnologia e o Jovem, 2019). O dado é similar ao levantado nos EUA, em pesquisa de 2010, que apontou que apenas 4% das visitas totais ao urologista americano são realizadas por homens abaixo de 25 anos (Fonte: National Ambulatory Medical Care Survey).

Para orientar os rapazes, o Portal da Urologia, site oficial da SBU, desenvolveu a área Jovem com dicas de saúde para esse público: www.portaldaurologia.org.br/jovem. Médicos de diversas especialidades escreveram artigos de esclarecimento sobre infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), drogas, prevenção à gravidez, tamanho do pênis, ejaculação precoce, puberdade, atividade física, alimentação, etc.

A campanha este ano vai focar em palestras de orientação em escolas. “Os homens sabem que devem ir ao urologista a partir dos 50 anos para avaliar a saúde da próstata, mas desconhecem que tratamos do aparelho reprodutor masculino e avaliá-lo na adolescência é importante para evitarmos problemas como a infertilidade no futuro”, avalia o presidente da SBU, Dr. Sebastião Westphal.

Entenda os principais problemas urológicos na adolescência:

Varicocele – é a dilatação das veias nos testículos. É a causa mais comum, conhecida e tratável de infertilidade masculina: acomete em torno de 35% dos homens com infertilidade primária e 80% com infertilidade secundária, embora esteja presente em aproximadamente 20-25% da população masculina em geral. Assintomática, a doença é geralmente detectada em consulta de rotina pelo exame físico dos genitais e, quando necessário, corrigida por microcirurgia.

Balanopostite – é o processo inflamatório mais frequente que ocorre no pênis. É uma inflamação conjunta da glande e prepúcio (balanite é inflamação da glande; postite é inflamação do prepúcio). A causa mais comum é uma infecção fúngica aguda causada pela candida albicans. Não é considerada uma infecção sexualmente transmissível, pois pode-se desenvolver sem a realização de penetração, embora o casal possa compartilhar a cândida durante o ato sexual. O tratamento é feito com cremes tópicos associados à medicação via oral.

Fimose – é a incapacidade – ou apenas uma dificuldade, em diversos graus – para retrair o prepúcio, que é a pele que recobre a glande ou a “cabeça” do pênis. Pais e pacientes podem confundir fimose com o excesso de prepúcio, que não sugere nenhum problema, se não há dificuldade de retração prepucial.

Tumor no testículo – é o câncer mais comum em homens entre os 20 e 40 anos. O principal sintoma do câncer testicular é o aumento do volume da bolsa escrotal ou a palpação de um “caroço” no testículo. Os fatores de risco são história prévia de criptorquia (crianças que nascem sem que o testículo tenha “descido” para dentro da bolsa escrotal), principalmente quando o problema não foi corrigido ou foi corrigido tardiamente (após os 2 anos). Outros fatores de risco incluem a história familiar de tumores no testículo e a exposição a alguns tipos de substâncias químicas. Hoje em dia mais de 95% dos tumores testiculares são curáveis. Mas é importante todos os homens e pais e mães de crianças do sexo masculino prestarem atenção a um eventual aumento do volume da bolsa escrotal. Quanto mais cedo for feito o diagnóstico, maior a probabilidade de cura com tratamentos mais simples.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

NEWSLETTER SEGS