Brasil, 19 de Outubro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Sepse: processos tecnológicos tornam os ambientes hospitalares mais seguros

Hospitais adotam tecnologias de ponta para destruição do DNA dos microrganismos, levando à descontaminação de seus ambientes

Manter um ambiente higienizado e livre de patógenos é um desafio enfrentado diariamente pelas Organizações de Saúde. Mesmo com equipes de Higienização bem treinadas, ainda ocorrem casos de infecção hospitalar e sepse, conhecida popularmente como infecção generalizada, a principal causa de mortes em UTIs no País. Para combater esse mal, a ciência de ponta se torna uma aliada.

“Para prevenir a sepse, é de extrema importância que as equipes envolvidas no tratamento façam a higienização correta das mãos e que a gestão do hospital invista em uma limpeza efetiva dos ambientes hospitalares, principalmente os cirúrgicos. Os microrganismos patogênicos podem se instalar em quartos, unidades de terapia intensiva, unidades de intervenção cirúrgica e, somente com uma higienização eficaz e processos de prevenção às infecções hospitalares, o hospital pode se resguardar do surgimento de casos de sepse”, comentou Fernanda Formagio Minenelli, especialista em SCIH da CNPH, empresa responsável por trazer ao Brasil tecnologias de ponta para desinfecção hospitalar.

Um dos exemplos de tecnologia é a pulverização eletrostática, que permite a descontaminação de 100% do ambiente, utilizando um princípio ativo inovador elaborado com dióxido de cloro e quaternário de amônia. O processo de pulverização da unidade do paciente leva, em média, apenas dois minutos. Essa tecnologia inovadora com o equipamento Byoplanet foi testada em hospitais brasileiros e é utilizada atualmente pelos hospitais Sírio-Libanês, 9 de Julho e ICESP, em São Paulo.

Por conta do processo de pulverização eletrostático, a taxa de erro humano no manejo do produto tende a zero - o magnetismo das moléculas acontece de forma imediata, mesmo que a pulverização não seja direcionada para todas as áreas do cômodo hospitalar. “O Byoplanet envolve também consultoria técnica e treinamento de equipes para o uso do equipamento. Além disso, por ser um processo rápido e eficaz, o tempo de giro de leitos é reduzido, o que possibilita ao hospital ampliar o número de cirurgias e otimização do tempo das internações, por exemplo”, explica a especialista.

A doença

A sepse é um conjunto de infecções graves e generalizadas. A doença toma proporções letais devido à tentativa do sistema de defesa do corpo combatê-la, o que leva a uma resposta do organismo que pode comprometer o funcionamento de vários órgãos. A imunidade comprometida, a suscetibilidade às doenças, em conjunto com técnicas de higienização incorretas, podem agravar esse estágio, conhecido como falência múltipla de órgãos.

Sobre a CNPH

Com 25 anos de atuação, a CNPH, Importadora e Distribuidora para o mercado Médico-Hospitalar, segue como referência no segmento através de seus produtos e serviços diferenciados, que dinamizam a gestão hospitalar, ampliam a segurança dos pacientes e também das equipes envolvidas nos processos assistenciais. Na busca incessante pela entrega da solução total aos seus clientes, sua atuação é focada na Prevenção e Controle de Infecção, Segurança do Paciente e Profissionais. Tem como ponto forte produtos destinados ao Bloco Cirúrgico, Central de Materiais e Esterilização, Anestesia e Cuidados respiratórios.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

NEWSLETTER SEGS