Brasil, 21 de Outubro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Dia Mundial da Sepse (13/09): infecção generalizada é a principal responsável por mortes em UTIs

Estudo mostra que morte por infecção é duas vezes maior na rede pública do que na privada

O Dia Mundial da Sepse é lembrado em 13 de setembro por iniciativa da Aliança Global da Sepse, uma organização de caridade sem fins lucrativos criada em 2010 com o objetivo de conscientizar sobre a doença e reduzir em 20% o número de mortes por sepse até 2020.

A sepse, também conhecida como infecção generalizada, é um conjunto de manifestações de uma infecção por todo o corpo. Não significa que a infecção está em vários órgãos, mas, sim, que o organismo causa inflamações diversas na tentativa de combater os agentes da infecção (bactérias ou vírus), o que pode levar à disfunção ou falência dos órgãos e até mesmo à morte.

O Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS) estima que 400 mil casos de sepse são diagnosticados por ano no Brasil, causando a morte de 240 mil pessoas. A taxa de mortalidade no país é de 65% dos casos, pelo menos 25% maior que a média mundial (30 a 40%). Ainda segundo o ILAS, a doença é responsável pela ocupação de 25% de leitos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e é a principal causa de morte nestes locais.

Um estudo divulgado pelo ILAS em janeiro mostrou que 42,2% dos pacientes com sepse levados a prontos-socorros das instituições públicas morreram. Já nas instituições particulares, a taxa foi de 17,7%. O levantamento avaliou 74 prontos-socorros do Brasil, dos quais 28 eram públicos e 46, privados. Os principais pontos foram a alocação inadequada dos pacientes, falta de estrutura, escassez de profissionais, falta de capacitação e oferta de leitos disponíveis na UTI.

Os sintomas da sepse são inespecíficos, o que dificulta o diagnóstico precoce. Os pacientes infectados devem ficar atentos a sinais como: febre ou temperatura muito baixa, aceleração do coração (taquicardia), respiração rápida (taquipneia), fraqueza, tonturas, pressão baixa, diminuição do volume de urina, falta de ar, sonolência excessiva e/ou confusão mental – principalmente em idosos. Ao apresentar estes sintomas, a pessoa deve acionar o médico imediatamente.

Embora a sepse possa atingir qualquer pessoa, os mais propensos a ter uma infecção generalizada são:

- Prematuros;
- Crianças com menos de um ano;
- Idosos com mais de 65 anos;
- Pacientes com câncer, AIDS, doenças crônicas (como insuficiência cardíaca e diabetes) ou que fizeram uso de quimioterapia ou outros medicamentos que afetam as defesas do organismo;
- Pessoas que usaram álcool e drogas;
- Pacientes hospitalizados que utilizam antibióticos, cateteres ou sondas.

Segundo o infectologista do Hospital Santa Paula, Claudio Gonsalez, “é essencial ficar atento a todos os tipos de infecção e tratá-las rapidamente; assim, as chances de desenvolver a sepse são menores. Além disso, é muito importante que o profissional de saúde esteja atento aos sintomas do paciente para tratar com a maior rapidez possível”.

Rápida identificação pode salvar vidas

De acordo com o infectologista, é comum que as pessoas subestimem quadros como pneumonia e infecção urinária, por exemplo, aparentemente simples de tratar. O problema é que, algumas vezes, o quadro pode evoluir para uma sepse grave e levar à morte.

“Sempre que um indivíduo apresentar quadro de dor, febre, alteração cardíaca e respiratória, o recomendado é que ele vá até um pronto-socorro e relate todos os sintomas ao médico. Com base nessas evidências, o médico pode pedir exames laboratoriais para a identificação da sepse e introduzir o antibiótico ainda nas primeiras horas”, explica o doutor.

Uma vez contraída a infecção generalizada, o tratamento é feito pela administração de antibiótico, podendo ser necessário o uso de outros medicamentos (como para o aumento da pressão arterial), oxigênio ou aparelho de respiração artificial.

Para garantir um diagnóstico preciso e rápido, o Programa Distinção no Tratamento da Sepse, desenvolvido pelo Instituto Latino Americano da Sepse (ILAS) em parceira com o Instituto Qualisa de Gestão (IQG), certifica as instituições com excelência no tratamento da sepse.

“Os serviços de urgência, unidades regulares de internação e unidades de terapia intensiva do Hospital Santa Paula conseguiram a obtenção do certificado do ILAS no início de 2019. Programas assim são extremamente importantes para que o paciente se sinta seguro ao dar entrada no pronto-atendimento. Médicos, enfermeiros e farmacêuticos do hospital seguem um protocolo para dar prioridade a esses pacientes, uma vez que o tratamento deve acontecer até uma hora após a identificação dos sinais”, conclui o infectologista.

Referências:
Dia Mundial da Sepse: http://diamundialdasepse.com.br
Instituto Latino Americano de Sepse: http://www.ilas.org.br/
Global Sepsis Alliance: https://www.global-sepsis-alliance.org/

Sobre o Hospital Santa Paula

O Hospital Santa Paula, centro de excelência em saúde da zona sul de São Paulo, foi inaugurado em 1958. Com uma área de 18 mil m², dividida em três edifícios, atua em mais de 30 especialidades, com destaque para cardiologia, oncologia, neurologia e ortopedia. O Hospital Santa Paula conta com mais de 1,2 mil colaboradores e um corpo clínico aberto com 1,5 mil médicos. Possui 199 leitos, sendo 59 deles destinados especificamente à terapia intensiva. Além disso, dispõe de centro cirúrgico com nove salas de cirurgia e dez leitos de recuperação anestésica. Anualmente, o HSP realiza 9 mil procedimentos cirúrgicos, 14 mil internações e atende aproximadamente 100 mil pacientes no Pronto Atendimento. É acreditado da ONA - Organização Nacional de Acreditação, nível 3, desde 2008. Possui Acreditação Canadense desde 2010 – uma metodologia internacional que orienta e monitora os padrões de alta performance em qualidade e segurança na saúde. Em 2012, conquistou a certificação Joint Commission International (JCI) e em 2018, a reacreditação. Em 2014, conquistou e manteve a certificação JCI para o tratamento de AVC. 

Endereço: Av. Santo Amaro, nº 2468 - Vila Olímpia - (11) 3040-8000
Para mais informações acesse: www.santapaula.com.br


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

NEWSLETTER SEGS