Brasil, 24 de Agosto de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Hematologista defende doação de sangue como gesto de cidadania e não de barganha

Lei do Senado que aprova desconto de meia-entrada para doadores de sangue não pode ser transformada em moeda de troca

O projeto de lei aprovado na Comissão de Assuntos Sociais do Senado sobre concessão de meia-entrada em eventos culturais e esportivos para doadores de sangue no país não deve ser transformado em moeda de troca e sim apenas um incentivo a quem doa sangue de forma altruísta.

Opinião é do hematologista Adelson Alves, presidente do Hemocentro São Lucas e do Hemomed Instituto de Oncologia e Hematologia, com expertise de 47 anos no setor de hemoterapia.

Ele lembra os horrores da época dos anos de 1980 quando o doador de sangue vendia seu sangue e recebia valor em dinheiro. “A camada social da população de baixa renda é a que doava sangue com maior frequência para receber o dinheiro. Este fato foi uma nódoa na imagem da medicina transfusional brasileira”, alerta.

Para o hematologista, a doação de sangue não pode ser motivo de qualquer tipo de barganha. “O sangue deve ser doado de forma altruísta. Trata-se de um ato de amor, um ato de cidadania dos mais nobres e legítimos que possa existir”, destaca.

Adelson Alves considera válido o ato do Senado, mas ressalta que o benefício da meia-entrada precisa ser colocado dentro de um limite e obedecendo as normas técnicas da doação. “Deve funcionar como um mimo apenas, e que não se estimule o pagamento novamente ou a doação através de uma vantagem somente”.

No inverno, o hematologista alerta que as doações caem. “Fica bem difícil manter os estoques dos hospitais e clínicas que precisam do sangue para seus pacientes nessa época do ano. O próprio tempo, gelado e com chuva, acaba retraindo os doadores. Mas os hemocentros precisam de doadores. E o apelo à doação consciente e altruísta começa nas escolas“, observa.

Portaria proibiu doação paga

Objetivando resguardar a dignidade da medicina transfusional e dos próprios doadores, Alves lembra que a Associação Paulista de Medicina, da qual era diretor, lançou na época uma campanha para proibir a doação paga e incentivar a doação espontânea em todo país. “Eu e o professor de hematologia, Celso Campos Guerra, percorremos o Brasil defendendo a proibição da doação paga e o governador André Franco Montoro baixou uma portaria proibindo, finalmente, a doação mediante dinheiro. Foi uma vitória da dignidade”, conta.

Doação no Brasil ainda é baixa

O brasileiro ainda doa muito pouco sangue. Hoje 1,5 % da população doam sangue no país enquanto em países desenvolvidos esse índice alcança 4,5% da população, portanto, três vezes mais.

Toda iniciativa para incentivar a doação de sangue é válida. “ Mas precisamos deixar claro que não se faça desse benefício da meia-entrada condição sine qua non para a doação. E, mais que incentivos, precisamos conscientizar a população a partir das escolas e por meio de campanhas educativas”, conclui o hematologista.

Sobre o Hemomed

O Hemomed Instituto de Oncologia e Hematologia, entidade de direito privado e sem fins lucrativos, constitui hoje um dos maiores centros privados de atendimento ao câncer no país, com 10 mil atendimentos por mês em suas 8 unidades em São Paulo (capital, ABC, Guarulhos, Osasco e Jundiaí).

Integra o São Lucas Cell Therapy Group e está conectado a 56 hospitais para internações e transplante de medula óssea e coligado a 8 centros de terapia celular.

Criado em 1.972, o grupo atua há 47 anos no segmento de hemoterapia, oncohematologia, pesquisa e terapia celular e atendimento oncológico, reunindo 50 médicos especialistas e 1000 colaboradores. Possui ainda unidades no Rio de Janeiro, Salvador, Recife e Brasília.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

NEWSLETTER SEGS