Brasil, 20 de Julho de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Junho laranja e vermelho alerta para a anemia e a necessidade da doação de sangue

Junho laranja e vermelho alerta para a anemia e a necessidade da doação de sangue / Foto: Divulgação Junho laranja e vermelho alerta para a anemia e a necessidade da doação de sangue / Foto: Divulgação

Uma doação de sangue pode salvar 4 vidas, alerta Hemomed

No mês mundial de alerta para a doação de sangue, o Hemomed Instituto de Oncologia e Hematologia, maior centro privado de atendimento ao câncer no país, destaca que uma doação de sangue pode salvar quatro vidas.

No Brasil, 1,8% da população doa sangue enquanto a meta da OMS- Organização Mundial da Saúde é de 3%. Ao mesmo tempo, 35 milhões de pessoas realizam transfusão de sangue. O mês de junho vermelho foi escolhido com o objetivo de aumentar a conscientização sobre a necessidade de doação e agradecer aos voluntários pela atitude de salvar vidas.

Os hemocomponentes do sangue doado

Segundo o hematologista Adelson Alves, presidente do Hemomed Instituto de Oncologia e Hematologia,após a doação, o sangue é processado, ou seja, separado e se transforma nos seguintes hemocomponentes: o plasma, as hemácias, o crioprecipitado e as plaquetas.

As hemácias são utilizadas em pacientes que fazem cirurgias ou com anemias graves e nas hemorragias; o plasma é aplicado em pacientes com distúrbio de coagulação; os crioprecipitados são transfundidos em pacientes com deficiência de um fator de coagulação específico ou falta de uma proteína chamada fibrinogênio e as plaquetas são usadas em pacientes com câncer ou que necessitem de transplantes.

Qualquer pessoa pode doar sangue desde que esteja com boa saúde de acordo com o hematologista do Hemomed, porém, existem algumas restrições que visam manter a saúde de quem doa e evitar riscos para quem recebe o sangue.

O presidente do Hemomed destaca as condições importantes a serem observadas na doação: estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos, ter peso igual ou maior que 50 quilos, não estar amamentando e não ser gestante e não ter feito tatuagem ou piercing nos últimos 6 meses. Ele informa ainda que o doador não pode ter tido hepatite após os 11 anos e não ser diabético com uso de insulina, estar alimentado aguardando pelo menos 2 horas após a refeição, ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas e não ter feito procedimento ou exames com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses.

E por que é tão importante doar?

Para o hematologista do Hemomed,doar sangue é um gesto de solidariedade, respeito e cidadania. É oferecer ajuda sem interesse próprio sabendo que pode ser a única esperança de quem precisa. “O sangue e seus componentes são fonte vital para os seres vivos. Até hoje a ciência não conseguiu reproduzir esse elemento de forma artificial eficiente. Sem a doação, os atendimentos a politraumatizados e cirurgias do coração e transplantes não poderiam ser realizados”, destaca.

Anemia

No mês de junho, a cor laranja da campanha da OMS alerta para a conscientização sobre a prevenção e tratamento da anemia.

Segundo o hematologista Adelson Alves, presidente do Hemomed Instituto de Oncologia e Hematologia, a anemia é classificada em duas categorias: a hereditária ou a adquirida ao longo da vida. As hereditárias referem-se a alterações genéticas na fabricação do glóbulo vermelho como a Talassemia ou Anemias do Mediterrâneo comuns em indivíduos com ascendência italiana, portuguesa e libanesa ou ainda temos a Anemia Falciforme comum em africanos.

Nas anemias adquiridas, o hematologista destaca como causas carência de nutrientes, alterações da medula óssea como as leucemias ou outras doenças como a falta de ferro ou de vitamina B12, doenças renais crônicas e alterações da tireoide.

O tratamento indicado depende do tipo e da extensão da doença, podendo incluir reposição de vitaminas, cirurgias, transfusões de sangue e até o transplante de medula óssea.

No Brasil, 50% das crianças têm anemia

Dados da OPAS- Organização Panamericana de Saúde indicam que 40% a 50% das crianças brasileiras menores de 5 anos possuem anemia. Entre as gestantes a incidência é de 30% a 40%. Estudos no município de São Paulo apontam para o crescimento da anemia em crianças menores de 5 anos, que cresceu de 22% no ano de 1974, passando para 35% em 1984 e chegando a 46% atualmente.

Uma das maneiras de prevenir a doença é oferecer sais de ferro para suplementar a dieta. O Ministério da Saúde recomenda a medida para toda criança entre seis meses e 2 anos de idade.

Um novo estudo, realizado por uma equipe da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sinaliza, no entanto, que poucas famílias seguem o conselho. Ou o seguem mal.Somente 5,6% das crianças de até 2 anos fazem essa suplementação, uma parcela muito abaixo da meta perseguida pelo Ministério da saúde.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::