Brasil, 21 de Julho de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

A Imunoterapia ganha espaço no combate ao câncer e em alguns casos pode substituir a quimioterapia

Um grupo de 70 médicos brasileiros da Oncologia D’Or (Rede D’Or São Luiz) está acompanhando de perto as novidades e inovações do ASCO, maior encontro da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, que acontece em Chicago. Estudos sobre imunoterapia apresentados durante o evento mostram o seu uso isolado e/ou associado com quimioterapia para tratamentos de canceres de cabeça e pescoço, estômago, pulmão, entre outros.

A imunoterapia tem sido considerada o principal avanço no tratamento do câncer nos últimos 4 anos. Trata-se de um medicamento que estimula o sistema imune do paciente, ou seja, enquanto o tratamento quimioterápico convencional ataca as células cancerígenas, a imunoterapia potencializa o sistema natural de defesa do organismo, estimulando-o no combate à doença.

A relevância da imunoterapia é tão promissora que em 2018, o Prêmio Nobel de Medicina foi conferido a dois pesquisadores por suas descobertas relacionadas ao tema. Por ser uma conduta de tratamento recente, para alguns tipos de câncer ainda não havia dados de longo termo que comprovassem sua eficácia. Essa dúvida parece ter sido respondida pelos estudos publicados essa semana no ASCO, maior congresso de oncologia do mundo.

“O impacto da imunoterapia como estratégia mais lúdica e menos tóxica tem sido significativa e tem permitido que 1 a cada 4 pessoas com câncer de pulmão consigam estar vivas em 5 anos, o que antes era praticamente impossível. Uma pesquisa inédita aponta que a imunoterapia também chegou como uma opção para tumores na cabeça e no pescoço, garantindo resultados melhores do que a quimioterapia tradicional.”, afirma o Dr. Daniel Herchenhorn, coordenador científico de oncologia do Grupo D’Or e Doutor em Oncologia pela USP.

Segundo a Dra. Milena Mak- oncologista da Rede D’Or, especializada em pulmão, “ o estudo Pembrolizumab with or without chemotheraphy versus chemotheraphy for advanced gastric or gastroesophageal junction (G/GEJ) adenocarcinoma: the phase III Keynote-062 Study demonstrou que hoje muitos pacientes, quase 25%, que receberam o medicamento pembrolizumab e que não haviam feito quimioterapia antes estavam vivos depois de cinco anos. O percentual caiu para 15% para os pacientes que tinham feito quimioterapia”.

Para Paulo Hoff, presidente da Oncologia D’Or, os resultados apresentados nestes encontros melhoram o tratamento em diversos tipos de câncer. A presença de médicos brasileiros no evento permite que estes tratamentos sejam incorporados e disseminados mais rapidamente em nosso país, e que mais pacientes se beneficiem dos mesmos.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::