Brasil, 18 de Abril de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

Refluxo atinge mais de 50% dos brasileiros.

Refluxo atinge mais de 50% dos brasileiros. Crédito da Foto: Designed by Freepik.

Forma mais grave afeta 20 milhões de pessoas no País e é conhecida como DRGE - Doença do Refluxo Gastroesofágico.

Segundo estudo da Federação Brasileira de Gastroenterologia, 51% dos brasileiros sofrem de refluxo gastroesofágico semanalmente. Quando esse problema se torna mais intenso e frequente, caracteriza-se a doença do refluxo gastroesofágico ou DRGE – que atinge cerca de 20 milhões de pessoas no Brasil. Altamente prevalente, a DRGE tem como característica principal o desconforto na região da garganta, a azia e a queimação no estômago, com grandes prejuízos à qualidade de vida dos pacientes.

“A causa mais comum para a doença é o relaxamento do esfíncter esofágico, um órgão que funciona como uma espécie de válvula entre o esôfago e o estômago. Por estar mais ‘frouxo’, o esfíncter permite que alimentos e bebidas ingeridas façam um caminho inverso, ou seja, retornem do estômago para o esôfago, e levem junto o ácido gástrico do estômago, ocasionando os sintomas indesejados”, explica o gastrocirurgião do Centro Médico Delta de Santo André (CEMED), Dr. Ricardo Ribeiro Magalhães Cruz.

Na lista dos principais fatores que desencadeiam o problema está a alimentação desiquilibrada, especialmente o excesso de frituras e gorduras, cafeína, refrigerantes e bebidas alcoólicas, assim como chocolates. Estresse, tabagismo e sedentarismo também contribuem para a piora. Se não tratada adequadamente, a doença pode evoluir com o tempo para quadros graves de úlceras, hemorragias, esôfago de Barrett e até mesmo câncer.

Entre as opções terapêuticas, o tratamento clínico é feito à base de medicamentos, reeducação alimentar e orientações para a melhora da saúde e da qualidade de vida. No entanto, existem pacientes que não respondem adequadamente a este tratamento mais conservador ou que são sensíveis ao uso contínuo das medicações. Nesses casos, a cirurgia é indicada. Atualmente, as técnicas disponíveis são extremamente eficazes e visam a correção do defeito do esfíncter, restaurando sua função original.

“A partir de nossa experiência no método minimamente invasivo de videolaparoscopia, recomendamos o diagnóstico e a investigação bem-feitas, ressaltando o maior benefício obtido a partir da cirurgia. Dessa forma, o primeiro passo é evitar a automedicação e buscar orientação profissional médica, para que seja feito o diagnóstico correto e estabelecido o tratamento mais adequado”, conclui Dr. Ricardo Cruz.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Siga-nos ::

Notícias ::

Mais Itens ::