Logo
Imprimir esta página

Mês de conscientização mundial sobre artrite reumatoide

Diagnóstico e tratamento precoces amenizam as consequências da doença

Tida erroneamente como “doença de idosos”, a artrite reumatoide pode acometer jovens e até mesmo crianças. Para aumentar o conhecimento sobre o problema e também alertar sobre a importância do diagnóstico precoce, estabeleceu-se outubro como o mês de conscientização mundial sobre artrite reumatoide.

Trata-se de uma doença sistêmica crônica. Ou seja, pode afetar diversas partes do organismo - embora atinja principalmente as articulações. E, por ser crônica, não tem cura e sim controle. A causa ainda é desconhecida, mas sabe-se que é autoimune - os tecidos são atacados pelo próprio sistema imunológico do corpo. Afeta entre 0,5% e 1% da população mundial adulta e cerca de três vezes mais mulheres do que homens. Pessoas com histórico familiar têm mais risco de desenvolver a doença.

Sintomas

De acordo com a reumatologista Karine Luz, da Clínica Ultrarticular, de São Paulo, é importante estar atento aos sintomas porque ao tratar os sintomas logo no início, há mais chance de controle. “Os sinais iniciais da doença são dor, inchaço, rigidez e inflamação nas membranas sinoviais (tecido que reveste as articulações) e nas estruturas articulares. Importante lembrar que a dor, com a progressão da doença, ocorre nos dois membros simultaneamente: nas duas mãos, nos dois joelhos, por exemplo”, diz Karine. “Outra característica é que os sintomas podem desaparecer por um tempo e depois voltar”.

Depois de algum tempo, os sintomas podem incluir fadiga, perda de energia, falta de apetite, dores, rigidez muscular e articular, que são mais comuns na parte da manhã. Durante as crises, as articulações podem ficar vermelhas, inchadas, doloridas e sensíveis. “Isso acontece por conta da inflamação da membrana sinovial”, explica Karine.

Diagnóstico

Quando esses sintomas aparecerem, é importante procurar um reumatologista – profissional mais indicado para tratar do problema. O médico irá confirmar o diagnóstico por meio de exames clínicos, laboratoriais e de imagens. específicos. A reumatologista Karine Luz inclui no diagnóstico um exame específico de ultrassom para detectar a inflamação e os danos osteoarticulates. “Há evidências do impacto do ultrassom no diagnóstico clínico da artrite reumatoide precoce”, diz a Dra. Karine.

Prevenção

Cuidar da alimentação, praticar exercícios físicos e não fumar são algumas das maneiras de prevenir o problema – especialmente quem tem pessoas na família com histórico da doença.

Tratamento

Após o diagnóstico e dependendo do grau da doença, o médico pode prescrever corticoides. Atualmente, indicam-se também drogas modificadoras do curso da doença e a terapia imunobiológica que tem a função de diminuir a dor e evitar o progresso da inflamação e das deformidades nas articulações. “A fisioterapia e a terapia ocupacional também fazem parte do arsenal terapêutico e contribuem para que o paciente possa continuar a exercer as atividades diárias”, conclui a reumatologista.

Sobre Karine Luz

Médica responsável pela clínica Ultrarticular, São Paulo. Formada pela Universidade Católica de Pelotas, com especialização em Reumatologia na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), onde realizou mestrado e doutorado com estudos em infiltração em reumatologia e o uso do ultrassom na artrite reumatóide.Possui cursos e treinamentos para o uso do ultrassom nas doenças reumatológicas em centros de referência internacionais: Universidade de Leeds (Inglaterra), Università Pollitecnica delle Marche (Itália) e Universidade de Barcelona (Espanha). Membro da Comissão de Imagem da Sociedade Brasileira de Reumatologia e do Grupo de Ultrassom do PANLAR (Pan American League of Associations for Rheumatology).


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2020 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto