Brasil, 13 de Dezembro de 2018

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

Especialista alerta para aumento no número de doenças respiratórias em crianças com a chegada do inverno

Estação, que começa no próximo dia 21, deve ter temperaturas mais rigorosas dos últimos anos. Pediatra dá dicas para prevenção de doenças de inverno em crianças

As baixas temperaturas do outono sinalizam um inverno mais rigoroso para os belo-horizontinos. A estação mais fria do ano começa no próximo dia 21 de junho e já deixa em alerta a população para as doenças de inverno, principalmente em crianças. “Por terem um sistema imunológico ainda em desenvolvimento, os pequenos são mais sensíveis às doenças típicas da estação, como gripes, resfriados e alergias respiratórias”, explica o pediatra Rodrigo Goulart, coordenador do Serviço de Pediatria da Vitallis.

Goulart explica que é no inverno, com o tempo mais seco e baixas temperaturas, que as bactérias e os vírus se multiplicam com mais rapidez. A relação entre baixa umidade, tempo frio e aumento da poluição, associados a ambientes fechados, mal ventilados e mal iluminados, contribuem para o surgimento de inúmeras doenças respiratórias.

O pediatra ressalta que as crianças com menos de dois anos de idade, especialmente aquelas que já frequentam escolas, creches e berçários, costumam ter em média oito quadros de IVAS (infecções de vias aéreas superiores) por ano, ou seja, um caso a cada um ou dois meses. Além da gripe e resfriados, outras patologias como rinite alérgica, sinusite, asma brônquica, otites, laringite, amigdalite, bronquiolite e pneumonias são mais comuns quando as temperaturas começam a cair.

De acordo com o Goulart, a vacina contra o vírus que provoca a gripe influenza (H1n1), é segura e é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves de gripe. Estudos da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG) demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias, de 39% a 75% a mortalidade global e em, aproximadamente, 50% nas doenças relacionadas à influenza.

O Ministério da saúde começou a campanha de vacinação contra a gripe em 23 de abril. O prazo para o término seria até dia 1 de junho. No entanto, o prazo foi estendido até dia 15 de junho, devido à greve dos caminhoneiros e os possíveis impactos no setor da saúde. Até agora, já foram vacinados 35,6 milhões de pessoas, o que equivale a 66% do público-alvo. Com a prorrogação da campanha, o Ministério da Saúde pretende atingir a meta e vacinar mais 18,8 milhões de brasileiros que ainda não receberam a dose do imunizante. Na avaliação por estados, os que mais se aproximaram da meta estabelecida foram Goiás (99,8%), Amapá (91%), Ceará (84%), Distrito Federal (78,5%), Espírito Santo (77,4%) e Minas Gerais (73,5%). Os estados com menor cobertura foram Roraima (32,5%), Rio de Janeiro (47,6%), Rondônia (51,3%), Amazonas (51,9%) e Acre (52%).

A cobertura em Minas Gerais, ainda abaixo da média esperada (90%) é mais preocupante em crianças. Os pequenos entre seis meses e quatro anos são os que menos aderiram à campanha até o momento com cobertura vacinal de 47,4%. As doenças respiratórias de inverno podem ser evitadas e/ou amenizadas.

Além da vacina, que visa imunizar contra o vírus Influenza H1N1, causador da gripe, o pediatra ensina outras formas de prevenir as doenças de inverno em crianças:

- Cuidados básicos como lavar as mãos, principalmente após espirrar, tocar os olhos, nariz e boca;

- Não ficar perto de pessoas gripadas ou resfriadas;

- Nesta época de tempo frio e seco, é recomendável ter um umidificador no quarto das crianças;

- Lavar constantemente as narinas irritadas com soro fisiológico também é uma medida eficaz na prevenção de doenças respiratórias;

- Antes de utilizar casacos, roupas de lã e cobertores guardados nos armários, lave-os e deixe-os secar ao sol;

- Manter a casa limpa e arejada;

- Evitar fumar perto das crianças;

- Criar um cardápio saudável e equilibrado;

- Exposição ao sol, pois a vitamina D aumenta a imunidade das crianças.


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo