Brasil, 21 de Agosto de 2018

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

Faculdade prioriza humanização no atendimento odontológico

Faculdade prioriza humanização no atendimento odontológico

De acordo com dados da Sociedade Americana de Odontologia três em cada dez adultos têm medo de ir ao dentista. E a última Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) feita pelo IBGE no Brasil apontou que 55,6% da população não realiza uma consulta odontológica por ano. Com a proposta de mudar essa realidade a Faculdade Ilapeo, de Curitiba, implantou uma iniciativa pioneira para capacitar os profissionais visando à humanização no atendimento odontológico.

A Ilapeo é especializada na formação continuada de profissionais da odontologia, e oferece cursos que vão desde intensivos até o mestrado profissional. Quase a totalidade desses cursos atende pacientes em disciplinas clínicas. De acordo com a cirurgiã-dentista e responsável pela triagem de pacientes da Ilapeo, Vanessa Helena Jamcoski é comum ouvir queixas de medo ou receio do tratamento. “Os nossos pacientes vêm em busca de um atendimento mais direcionado, em função das especialidades que oferecemos. Então é frequente o relato de situações de desconforto e medo devido a experiências que vivenciaram em outros atendimentos”, comenta Vanessa.

O atendimento humanizado é um tema que ganha destaque no Brasil e o Ministério da Saúde também mantém políticas voltadas nesse sentido. A psicóloga e professora da Ilapeo, Gladir Sanchotene destaca que para atingir esse atendimento o cirurgião-dentista precisa lidar com questões que a técnica odontológica muitas vezes não prevê. “O paciente odontológico é um ‘ser’, com expectativas, vivências e sentimentos. E o medo e a ansiedade quase sempre estão presentes. Então cabe ao profissional ter uma percepção desse todo para oferecer um atendimento humanizado”, afirma Gladir.

Técnica e sensibilidade

E é com esse enfoque que a Ilapeo vem trabalhando. Hoje os alunos dos cursos da instituição estão tendo aulas sobre o atendimento humanizado. Durante a disciplina eles aprendem a importância de ouvir o paciente - mesmo estando em um espaço coletivo de atendimento -, de explicar de forma clara todos os passos do procedimento e seus possíveis resultados. Também, de se colocar no lugar do paciente para tentar entender suas reações. “Uma criança que faz birra, ou uma pessoa que fala demais, podem estar com medo. E o profissional precisa perceber isso e lançar mão de estratégias para minimizar o medo e a ansiedade, e como resultado, ter um paciente mais colaborativo. Pois não basta ter a melhor técnica, é preciso sensibilidade e o mínimo de conhecimento sobre o psiquismo humano”, comenta Gladir.

A artista plástica, Selene Calafange sempre teve pavor das consultas ao dentista. Desde pequena sofreu com problemas de fragilidade dos dentes e não sabe quantificar por quantos tratamentos e profissionais já passou. “Era sempre muito difícil. Eu suava frio, sentia muita dor. Por diversas vezes eu saí anestesiada da cadeira do dentista por puro medo”, relembra. E por indicação de um ex-aluno da Ilapeo, Selene veio de Recife (PE) para buscar tratamento em Curitiba. “A forma como eu fui recebida mudou a minha impressão e me deu segurança”, diz Selene, que foi paciente da implantodontia.


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo