Brasil, 19 de Julho de 2018

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

É preciso reestruturar as relações dos diversos atores do setor da saúde

“Os gestores precisam mudar a mentalidade e encarar o compliance como filosofia, acima de números, vendas e resultados”, defende o presidente do IES

O presidente do Conselho de Administração do Instituto Ética Saúde, Gláucio Pegurin Libório, defendeu que todos os atores do setor da saúde se empenhem para alinhar as relações, com o objetivo único de promover um mercado mais ético e transparente. A afirmação foi durante o Fórum de Compliance Healthcare, realizado em São Paulo, na última terça-feira (10). O evento teve o apoio do IES e discutiu a direção que a saúde tem tomado no Brasil e no mundo, sob a ótica de grandes especialistas do mercado.

“A proposta do Ética Saúde, em primeiro lugar, é reunir todos os players e discutir o pagamento entre plano de saúde e hospitais, a relação dos hospitais com os distribuidores e assim por diante. Alinhando as relações, teremos sucesso e, naturalmente, trabalharemos dentro da cultura de compliance”, defendeu Libório.

O presidente do IES apresentou as principais conquistas do Instituto, desde a criação, em 2015. Também participaram do painel ‘Retrospectiva: o que os setores público e privado realizaram nos últimos três anos’, Cláudia Taya, do Ministério da Transparência; Francisco Balestrin, do CBEXs; e Lilian Orofino, diretora da ABIIS.

Nas considerações finais do Fórum de Compliance Healthcare, o presidente do IES fez uma rápida comparação de comportamento com as indústrias automobilísticas do Japão e dos Estados Unidos. “Os americanos faziam o controle de qualidade no processo final da linha de montagem. Enquanto os funcionários japoneses faziam ao longo de todo o processo. A qualidade estava incorporada no trabalho deles”. Para Gláucio Libório, o compliance no Brasil vai pelo mesmo caminho dos americanos com sistemas engessados, sem que estejam disseminados, verdadeiramente, por toda a empresa. “Os gestores precisam mudar a mentalidade e encarar o compliance como filosofia, acima de números, vendas e resultados”, completou.

O integrante do Conselho de Ética do IES e subprocurador Geral da República, Antônio Fonseca, ressaltou que o Instituto Ética Saúde é um modelo viável para fortalecer os mecanismos de integridade no ambiente de healthcare. "Faltam mais investimentos e mais apoio do mercado e do Estado. Os riscos à integridade e as entregas de valor têm que ser considerados do ponto de vista do paciente. As ineficiências decorrem de falhas de mercado e falhas da regulação. O mercado sempre vai atuar como mercado. Os agentes conscientes podem alcançar resultados não desprezíveis. Mas as autoridades precisam se articular adequadamente e implementar, manter e melhorar políticas públicas combinando governança pública, conformidade regulatória e mecanismos de integridade", defendeu o subprocurador Geral da República.

Coalizão Interamericana de Ética no Setor de Dispositivos Médico

Na véspera, Gláucio Pegurin Libório, o diretor executivo do IES, Carlos Eduardo Gouvêa, e o assessor Técnico, Marlon Franco, participaram do grupo de discussões da Coalizão Interamericana. Também estavam presentes representantes dos Estados Unidos, Argentina, Chile, Equador, Peru, Venezuela, Colômbia, Canadá e México.


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo