Logo
Imprimir esta página

Turismo de experiência é preferido pelos jovens; conheça os diferenciais

Crédito: divulgação Crédito: divulgação

A busca pela pura e simples transação financeira não é mais o suficiente para muitos jovens. A procura por sensações inéditas e experiências novas é a tônica da nova geração, pelo menos segundo as novas pesquisas de comportamento de consumo. O turismo também foi afetado por essa transformação, e hoje tem-se o que é chamado de turismo de experiência.

O termo designa as viagens que são feitas com o objetivo de fazer uma imersão cultural no destino. Não focam, portanto, só nos pontos de interesse mais comuns e visitados em uma determinada região, país ou cidade. É por este motivo que algumas pessoas hoje recusam o rótulo de turista e preferem ser chamadas de viajantes. Não há nada de ruim no termo -- pelo menos não de origem, já que a palavra deriva do francês tour. Mas o termo ganhou uma conotação negativa para alguns indivíduos que associam o turista a uma pessoa que só está interessada em fotos em monumentos tradicionais.

O debate, hoje, não é nem em torno da palavra, e sim no estilo da viagem que se pretende fazer. Para sair do país, obviamente é necessário comprar passagens aéreas, mas, uma vez no local, a prioridade é para trajetos a pé ou por meio de transporte público.

Tudo para observar e desfrutar de todas as sensações que a cidade em questão tem a oferecer. De acordo com pesquisa feita pela plataforma Eventbrite, 78% dos millennials (nascidos entre 1981 e 1996) escolheriam gastar dinheiro com experiências, e não com objetos materiais, o que reforça a tendência do turismo de experiências. Por causa da crise, escolhem opções mais baratas de roteiro ou hospedagem.

O mercado também aproveitou a oportunidade e passou a oferecer viagens com mais experiências, até mesmo com a ajuda de nativos da própria região. A plataforma Airbnb, focada no compartilhamento e aluguel de diferentes imóveis ao redor do mundo, já possui uma seção chamada “experiências”, com passeios oferecidos pelos próprios usuários. Em muitas situações, no entanto, o termo é banalizado, e algumas agências oferecem pacotes de até R$ 90 mil, de acordo com o jornal Nexo, deturpando o sentido da palavra.

Se, por um lado, o turismo de experiências pode demonstrar um desprendimento com o superficial e o mundo material, proporcionando experiências jamais vividas, para alguns especialistas é apenas uma forma de preencher um vazio existencial.

“Os millennials nasceram na era da internet e são uma geração consumidora muito jovem. Sociólogos e filósofos mais críticos têm apresentado a análise de que tal grupo apresenta certo vazio de cultura e de história. Assim, é um grupo que anseia pelo diferente, pelo autêntico”, diz Alexandre Panosso Netto, professor do curso de Lazer e Turismo da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP (EACH-USP), em entrevista para o Nexo.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Copyright ©2002-2020 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto