Logo
Imprimir esta página

MTur, Wakalua e OMT lançam desafio de startups para acelerar a retomada do turismo através da inovação

Projetos finalistas se classificam para competição global e podem ganhar viagem a Madri. Inscrições estão abertas até 2 de setembro

O Ministério de Turismo (MTur) lança hoje o 1o Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo, em parceria com o Wakalua Innovation Hub, primeiro polo global de inovação em turismo, em colaboração com a Organização Mundial do Turismo (OMT), agência da ONU dedicada ao setor. A competição inédita busca soluções para a retomada do turismo brasileiro através de projetos de base tecnológica que respondam tanto a necessidades imediatas do contexto pós-pandemia, quanto a desafios gerais do turismo brasileiro. As inscrições já estão abertas no site da competição e se encerram em 2 de setembro.

Os melhores projetos brasileiros serão classificados para as semifinais da terceira edição da UNWTO Tourism Startup Competition, desafio global promovido pela OMT em parceria com o Wakalua, e disputam uma viagem a Madri (Espanha) para um programa de treinamento e participação na FITUR 2021, a maior feira de turismo do mundo.

A competição é parte de uma colaboração entre MTur e Wakalua para estimular a inovação em turismo no Brasil, melhorando a competitividade do turismo brasileiro através da transformação digital de organizações públicas e privadas. O projeto prevê a instalação de um hub dedicado ao setor no país. Desde janeiro foram realizados um mapeamento do ecossistema e uma proposta de estratégia plurianual para a área, que será submetida a consulta ao setor.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destacou a importância do Desafio e ressaltou o trabalho desenvolvido em parceria com a Wakalua, especialmente no processo de retomada das atividades turísticas no Brasil. “As soluções tecnológicas e de inovação serão essenciais para ajudar o setor na retomada pós-pandemia e irão se somar às ações já desenvolvidas pelo governo federal”, disse. “Estamos certos de que o Brasil terá sucesso neste caminho”.

Para Zurab Pololikashvili, secretário geral da OMT, "o turismo enfrenta o maior desafio de uma geração, no Brasil e no mundo. Temos agora a oportunidade de repensar o turismo e fazer as coisas melhor, com a tecnologia a nosso favor, construindo resiliência para o futuro. A realidade virtual, a inteligência artificial e o big data terão uma grande importância na reativação e reconstrução do setor."

“Estamos muito honrados em poder apoiar o Brasil em se unir à revolução do turismo, com tecnologia, sustentabilidade e desenvolvimento social. Na Globalia somos conscientes de que o turismo do futuro não será o mesmo de ontem; é necessário que seja melhor para o planeta e para nossos filhos. Esta competição é apenas o marco inicial de uma longa jornada no Brasil, em busca de soluções para os desafios do setor através da inovação”, afirmou o CEO da Globalia, Javier Hidalgo.

As startups poderão se inscrever em duas categorias: Reativar o Turismo, com foco em soluções de aplicabilidade imediata para reativação do setor com segurança e saúde, e Construir o Turismo do Futuro, com foco em soluções de impacto prolongado para a transformação digital e o desenvolvimento sustentável. Os projetos podem ser relacionados com quaisquer pontos da cadeia de valor do turismo, podendo ser destinado ao turista, empresas, setor público ou comunidades.

Na categoria Reativar o Turismo serão avaliados projetos relacionados com segurança, saúde e bem-estar; promoção do turismo interno e de nicho (ecoturismo, enoturismo, turismo gastronômico, turismo de aventura, etc), turismo social, cancelamentos e trocas, inserção digital de pequenos estabelecimentos, prestadores de serviços e comunidades, e adequação de experiências.

Na categoria Construir o Turismo do Futuro, os projetos devem estar relacionados com gestão e operação inteligente, destinos inteligentes, experiência do turista, vistos e controles migratórios, ou sustentabilidade e economia circular.

A avaliação dos projetos será realizada por líderes do turismo e da inovação no país. A seleção final será anunciada no final do mês de setembro. Serão avaliadas startups segundo o seu estágio de desenvolvimento: Estágio Inicial e Crescimento. Serão avaliados os critérios: natureza inovadora, equipe de empreendedores, potencial de escalabilidade, relevância para o setor, viabilidade, sustentabilidade e contribuição ao setor turismo.

A competição será realizada totalmente online. Os detalhes sobre o evento final serão anunciados no site.

Brasil foi destaque de participação em competição global e agora busca as finais

A participação brasileira foi destaque na 1a UNWTO Tourism Startup Competition, em 2018. O país foi o segundo com maior número de projetos inscritos, 77 em total. Na ocasião, nenhuma iniciativa do país classificou-se entre os 100 melhores projetos. O Brasil busca agora ampliar e qualificar o seu ecossistema de startups do setor, com um programa de estímulo continuado como os que vêm sendo desenvolvidos em outros países.

Um dos destaques globais é Israel, líder mundial em investimento em pesquisa e desenvolvimento (4,3% do PIB), ao lado da Coreia, e que tem mais de 300 startups dedicadas ao turismo. Não por acaso foi o país com melhor desempenho na primeira edição da competição, quatro projetos entre os 10 finalistas, incluindo o vencedor, Refundit. Outro países referência são Portugal e Espanha, ambos com vencedores na segunda edição, em 2019, e que contam com hubs dedicados ao setor: o Nest, em Portugal, e o Wakalua, na Espanha.

O Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo faz parte de um conjunto de iniciativas liderados pelo MTur, em parceria com o Wakalua, para desenvolver o ecossistema de empreendimentos inovadores em turismo no Brasil, conectando-o ao ecossistema global e com os programas da OMT, e promovendo soluções para os principais desafios do setor.

Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo

startups.turismo.gov.br

Prazo de inscrições: de 15 de julho a 2 de setembro de 2020

Prêmios: classificação para as finais do desafio global UNWTO Tourism Startup Competition, programa de treinamento em Madri (Espanha) e participação na FITUR 2021, a maior feira de turismo do mundo.

Sobre o Wakalua Innovation Hub

O Wakalua Innovation Hub é o primeiro centro global dedicado à inovação em turismo. Seus parceiros fundadores são a Globalia, um dos maiores grupos de turismo da Espanha e América Latina, e a OMT. Seu primeiro programa de grande alcance foi o maior desafio global de startups do setor, a UNWTO Tourism Startup Competition (www.tourismstartups.org), atualmente em sua terceira edição.

Sobre a UNWTO Tourism Startup Competition

A competição é uma iniciativa global, realizada por OMT e Wakalua, que visa encontrar e promover o desenvolvimento de startups que buscam liderar a transformação do setor de turismo. Este ano, em sua terceira edição, a competição é focada nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. Nas duas primeiras edições,alcançou a marca de 5.000 projetos inscritos de mais de 150 países. A startup vencedora da primeira edição foi a Refundit, de Israel, que obteve um financiamento de 9,8 milhões de euros da Amadeus Ventures. A competição é apoiada por instituições públicas e privadas de diversos países, que apostam na inovação como motor de crescimento e competitividade.

Sobre a OMT

A Organização Mundial de Turismo (OMT) é a agência das Nações Unidas para a promoção do turismo responsável, sustentável e universalmente acessível. Como organização internacional líder no campo do turismo, a OMT promove o turismo como um mecanismo de crescimento econômico, desenvolvimento inclusivo e sustentabilidade ambiental e oferece liderança e apoio ao setor no avanço das políticas de turismo e conhecimento em todo o mundo.

Sobre a Globalia

A Globalia é o maior grupo de turismo da Iberoamérica, com um faturamento de mais de 3.850 milhões de euros em 2018. Com presença em mais de 20 países e 15.000 funcionários, a Globalia Holding presta serviços a todos os setores da indústria do turismo. Contém várias empresas independentes líderes em seus mercados, incluindo Air Europa (companhia aérea), Halcon Viagens (agências de viagens), Travelplan (operadora de turismo), Be Live (rede de hotéis) e Groundforce (gestão de aeroportos).


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2021 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto