Brasil, 14 de Dezembro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mensagem... O Homem Integral...

  • Escrito ou enviado por  Redação do Momento Espírita
  • SEGS.com.br - Categoria: Mensagens
  • Imprimir
  • E-mail

É comum se ouvir a referência de que na Terra tudo passa. Passa a dor, tanto quanto a fama e o apogeu.

Assim, a História nos fala de impérios, cidades e nações que dominaram regiões ou quase todo o mundo antigo conhecido, e depois desapareceram na poeira do tempo.

Celebridades, personalidades que ditaram moda, costumes, que assombraram o mundo e seduziram multidões, arrastando-as, por vezes, à loucura, também passam.

As criaturas morrem, seus fãs ou seguidores lhes são fiéis algum tempo, mas os anos se encarregam de reduzir o seu número.

É natural tal fenômeno, desde que, na medida em que desaparecem os impérios e os ídolos, também desaparecem os homens que os mantinham ou os idolatravam, seguindo no ciclo comum da morte.

Mesmo os considerados mitos sagrados de artes como o cinema, a música, são recordados em datas especiais: no aniversário de nascimento, na data da sua morte, de um evento especial.

Então, as reportagens televisivas, jornalísticas e as revistas enxameiam com manchetes retumbantes, de efeito, mostrando-nos centenas e centenas de pessoas que afirmam cultuar aquele ídolo, apesar do tempo transcorrido.

Contudo, há um homem, na História da Humanidade, que teve, justamente após a Sua morte, acrescido o número dos Seus seguidores e a cada ano mais se multiplicam.

Em Seu nome, e por amor à Sua doutrina, multidões se entregaram ao sacrifício até à morte.

Tido como um revolucionário à Sua época, por muitos, simplesmente local e passageiro, demonstrou por Seus feitos que era maior do que o mundo que O acolhia. Por isso mesmo, não compreendido.

Falamos de Jesus, o homem que dividiu a História da Humanidade, estabelecendo o antes e o depois.

Jesus! Ninguém que O igualasse. Alto e belo, chamava a atenção por onde passasse. Os trigais se dobravam à Sua passagem e os ventos iam à frente, anunciando-Lhe a chegada.

Por onde passou, deixou indelével o Seu perfume. Não conduzia guerreiros, nem arautos pomposos. A voz do povo O anunciava e suas hosanas chegavam aos ouvidos de todos, mesmo daqueles que desejassem se fazerem surdos.

Sua mensagem atingia os corações e, como hábil agricultor, semeou a esperança e a fé nos terrenos mais áridos.

Rei das estrelas e Governador do mundo, fez-Se simples, evidenciou à saciedade a importância das coisas pequenas, dos serviços humildes.

Ainda hoje permanece presente. Tentaram apagar-Lhe os rastros e dizer da Sua não existência. Mas, Ele permanece vivo e atuante, Mestre e Modelo da Humanidade.

* * *

Jesus nasceu antes da morte de Herodes Magno, que morreu na primavera do ano 750 da era romana. Esse ano corresponde ao ano 4 antes da era cristã.

Por isso, a data mais provável do nascimento de Jesus deve ser o ano 7 ou 6 antes da nossa era.

Os apóstolos foram os que acrescentaram ao nome de Jesus o de Cristo, que na tradução do aramaico significa Messias.

E as comunidades helenistas, por desconhecerem o significado do título, fizeram dele um segundo nome: Jesus Cristo ou Jesus, que é chamado Cristo.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo