Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mensagem... Pressa e tempo

Pressa e tempo

Lacerda era um homem que vivia apressado. Todas as manhãs tomava o café em pé, por se considerar em atraso. O tempo é precioso, dizia.

E corria. Jogava as coisas dentro da sua pasta, deixava o nó da gravata torto, jogava o paletó no ombro. Tudo porque não tinha tempo para perder.

Vivia apressado. Dizia que o tempo que passa nunca mais seria recuperado.

Por vezes, criava transtornos para a família. Programavam um passeio e era o caos. Ele tinha pressa e exigia que as crianças decidissem rapidamente o que vestiriam, o que levariam.

Mas quem não decidia aonde eles iriam passear era ele. Não tinha tempo para pensar. O negócio era apanhar o carro e sair, sem perda de tempo. No caminho, enquanto dirigia, decidia.

Naturalmente, era um transtorno atrás do outro. A esposa ficava entristecida. As crianças sem saber bem o que fazer.

Se levavam roupa para a piscina, ele decidia dar um passeio no parque. Se levavam bicicletas para andar no parque, ele acabava por parar na piscina do clube.

Certo dia, como sempre, saiu de casa a correr. Tanto, que quase pisoteou um senhor de idade madura que passeava tranquilo pela calçada.

Fez sinal ao ônibus que vinha, abriu a pasta apressado, pegou as moedas para pagar o cobrador e entrou correndo no coletivo.

O que ele não percebera é que, ao abrir a pasta, vários papéis haviam caído na calçada.

O homem que passeava viu o pacote e o apanhou. Logo verificou que se tratava de duplicatas a serem pagas naquele dia. Todas traziam os cheques correspondentes.

O homem pensou: Os títulos devem ser pagos hoje, sob pena de multa ou talvez protesto. Os cheques estão aqui. Eu tenho tempo.

E se dirigiu ao banco. Postou-se calmamente na fila e efetuou o pagamento.

Estava quase a sair, quando Lacerda entrou correndo na agência bancária.

Sem mesmo se sentar, foi falando ao gerente, em voz alterada:

Almeida, preciso da sua ajuda. Quero cancelar cheques que perdi.

O homem o reconheceu. Aproximou-se e falou:

Não precisa, moço. Eu encontrei os cheques que o senhor perdeu e as duplicatas. Já fiz os pagamentos. Aqui estão os comprovantes.

Lacerda agradeceu, aliviado. Por um minuto se sentou. Depois saiu correndo outra vez, para recobrar o tempo perdido...

* * *

Tempo é verdadeiramente um tesouro e deve ser muito bem aproveitado.

Mas a pressa nem sempre indica um aproveitamento do tempo.

Por vezes, se faz necessário repetir tarefas por terem sido mal feitas... Por pressa.

Aproveitar o tempo é saber administrá-lo, de forma a que todas as tarefas, por questão de prioridade, sejam executadas de forma correta e devida.

Aproveitar o tempo é saber dividir as horas para o trabalho, o descanso, o lazer, o estar com a família.

Aproveitar o tempo é saber viver as horas com equilíbrio.

Pensemos nisso.

Redação do Momento Espírita, com base no artigo Uma lição de vida, da Revista Espírita, ano XI, nº 42.
Em 14.03.2011.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo