Logo
Imprimir esta página

Receita Federal desativa sistema Siscori, de monitoramento de dados de comércio exterior no Brasil

A Abilumi (Associação Brasileira de Fabricantes e/ou Importadores de Produtos de Iluminação) e seus associados demonstraram surpresa pela Portaria nº 100, publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 17/12/2021, em que a Receita Federal procedeu ao desligamento do Siscori, importante sistema de monitoramento de dados de comércio exterior no Brasil.

Esta ferramenta possibilitava ao público em geral ter acesso detalhado e de forma desagregada aos dados das importações brasileiras, incluindo origem, valores, quantidades, descrição do produto e unidade de despacho aduaneiro pertinente a cada operação de importação.

A Abilumi utilizava a ferramenta do Siscori mensalmente para auxiliar as autoridades (Receita Federal do Brasil e seus órgãos, em especial o Corad, Ministério Público Estadual e Federal, Inmetro, Ipem, dentre outros) no combate às importações irregulares desses produtos, com manutenção de equipe especializada no monitoramento e identificação das práticas e infratores, elaboração de estudos merceológicos, treinamento de agentes e autoridades fiscais para identificar tais práticas e fornecimento de material e informações técnicas para subsidiar as fiscalizações e autuações, dentre outras ações de combate a práticas irregulares.

“Os dados do Siscori são de fundamental importância para tal trabalho e não são substituídos por nenhum outro dado ou sistema atualmente disponível como, por exemplo, o Comex Stat”, diz o presidente da Abilumi, Georges Blum.

A Abilumi acompanha as importações nos principais portos do país com base nos dados públicos fornecidos pelo Siscori que, cruzados com outros dados públicos obtidos também na internet (registro de produtos, certificação, informação de mercado, como preços de revenda, entre outros), permitem identificar importações irregulares, especialmente subfaturamento de lâmpadas e luminárias e desvios regulamentares e de qualidade, práticas que põem em risco a vida e a saúde do consumidor.

“A Abilumi requer providências imediatas para o restabelecimento do Siscori, a única ferramenta que permite ao mercado identificar e combater fraudes na importação, auxiliando a própria Receital Federal do Brasil”, conclui o presidente da Associação.

A Abilumi (Associação Brasileira de Fabricantes e/ou Importadores de Produtos de Iluminação), criada em janeiro de 2005, tem por objetivo congregar e defender os interesses das empresas atuantes no segmento de importação e distribuição de produtos de iluminação. Seus principais esforços são dirigidos para o apoio ao desenvolvimento de normas universais e o aprimoramento dos produtos oferecidos no mercado brasileiro.

A entidade apoia os programas de Eficiência Energética nos diversos organismos governamentais e entidades de classe e coopera com os poderes públicos nos estudos e soluções dos problemas que se relacionem com os interesses e questões de caráter comercial das associadas, como o Ministério das Minas e Energia, Procel e Inmetro, entre outros.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2022 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto