Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Credenciadoras destinam mais de R$ 62 bilhões em crédito para comerciantes durante quarentena

Segundo levantamento da Abecs, associação que representa o setor de meios eletrônicos de pagamento, as principais empresas credenciadoras de cartão do mercado liberaram mais de R$ 62 bilhões em volume de crédito destinado aos segmentos de comércio e serviços em apenas dois meses. Os recursos são provenientes de operações de antecipação de recebíveis realizadas entre 15 de março e 15 de maio, período em que comerciantes, profissionais autônomos e empresas de todo o Brasil tiveram seus negócios impactados em razão do isolamento provocado pela pandemia do novo coronavírus.

Do total financeiro liberado pelas credenciadoras de cartão, cerca de um terço -- em torno de R$ 20 bilhões -- foi destinado às microempresas e aos microempreendedores individuais (MEI). "O setor de cartões vem acompanhando de perto os efeitos da crise e tem intensificado a liberação de recursos para ajudar pequenos, médios e grandes negócios a atravessarem este período com menos impacto", afirma Pedro Coutinho, presidente da Abecs.

Iniciativas do setor

Ao longo deste período de isolamento, a Abecs e suas associadas têm se comprometido em disponibilizar soluções que minimizem os impactos da crise aos comerciantes e usuários. Além do aumento no volume de crédito concedido, empresas do setor ofereceram maquininhas extras sem custos, reduziram ou isentaram tarifas, criaram plataformas de apoio aos pequenos negócios e ajudaram seus clientes a implantar sistemas de e-commerce, entre outras iniciativas.

As credenciadoras também se colocaram à disposição do Ministério da Fazenda, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Banco Central para ajudarem, por meio das máquinas de cartão, na distribuição dos recursos emergenciais e das linhas de empréstimo do Governo Federal para microempresas e empreendedores de todo o Brasil.

Desde o fim de março, emissores de cartão ampliaram limites de crédito, prorrogaram prazos de pagamento da fatura e passaram a oferecer descontos e isenções em serviços para seus clientes, contribuindo para reduzir a insegurança financeira no cenário atual. Todas as empresas disponibilizam opções para os clientes conseguirem maior prazo de pagamento, seja por meio do financiamento no próprio cartão, seja por demais linhas de crédito em instituições financeiras.

O setor de cartões também vem trabalhando para incentivar o pagamento por aproximação, por meio da tecnologia NFC (Near Field Communication), que permite transações sem que haja contato físico e sem necessidade de digitação de senha para valores até R$ 50, ajudando a conter a disseminação do coronavírus. A modalidade, que é aceita no comércio em geral e no transporte público de algumas capitais, também já está presente, desde o início de maio, nos pedágios das rodovias Anchieta, Imigrantes, Ayrton Senna e Carvalho Pinto, no Estado de São Paulo.

Os pagamentos digitais, por sua natureza, contribuem neste cenário de contenção, uma vez que ocorrem de forma eletrônica, ao contrário de dinheiro e cheque. As novas tecnologias, como pagamentos por aproximação, e-commerce e compras por aplicativos, têm sido alternativas bastante oportunas nos tempos atuais, assim como o uso de canais remotos de atendimento do cartão, como telefone, internet banking e aplicativo, por onde o cliente pode consultar gastos, realizar o pagamento da fatura e demais transações sem sair de casa.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS