Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Brasileiro investe pouco no exterior, mas migração é questão de tempo, diz economista-chefe da Rio Bravo

Evandro Buccini será um dos palestrantes do Midtown Global Real Estate Investment Forum, que acontece no Hotel Meliá Jardim Europa, 12 de fevereiro, em São Paulo

O brasileiro ainda é o tipo do investidor que prefere concentrar suas aplicações no mercado doméstico, mas esse perfil de risco deve mudar nos próximos anos, dadas as condições do cenário econômico global. A avaliação é do Evandro Buccini, diretor de Renda Fixa e Multimercados da Rio Bravo Investimentos, um dos destaques do Midtown Global Real Estate Investment Forum - Edição Brasil, que será realizado em São Paulo, no dia 12 de fevereiro, no Hotel Meliá Jardim Europa.

Na primeira edição do Fórum Midtown, Evandro Buccini vai trazer em sua palestra uma reflexão sobre como alternativas de investimentos estão desempenhando papel de destaque na alocação de ativos no atual cenário global. Para o economista-chefe, o brasileiro diversifica pouco os investimentos no exterior em razão do seu viés doméstico. Mas isso, avalia ele, é irracional e deve mudar à medida que cresce a necessidade do investidor de buscar ativos com maior potencial de ganho. "O brasileiro já tem sua casa, sua família, seu emprego aqui. Ou seja, já está dependente do país", diz Buccini. "A expectativa de valorização adicional dos ativos brasileiros é baixa, na ordem de 5% a 6% ao ano. Para os investidores institucionais, esse percentual é insuficiente para cumprir as metas", afirma.

Para Buccini, diversificar ativos, inclusive em outros países, deve ser uma premissa básica dos investidores. Na Europa, onde os países são menores e mais abertos, diz ele, cerca de 40% a 50% das aplicações estão alocados no exterior. "No Brasil, o percentual equivale a aproximadamente 10%", compara. Com a redução das taxas de juros e o aumento da demanda dos investidores por melhores ganhos, diz, o exterior passará a ser possibilidade de investimento.

O executivo Marson Cunha, diretor executivo da gestora americana Midtown Capital Partners, plataforma de gestão de ativos e investimentos imobiliários com sede na Flórida e que promove o Fórum no Brasil, corrobora a opinião de Buccini. Cunha destaca que dentre as vantagens dos investimentos no exterior estão a transparência das empresas, a maior facilidade nas transações e acesso a informações, sobretudo nos Estados Unidos. "Trata-se de um mercado seguro, o compartilhamento de dados é a norma", avalia.

Serviço
Fórum: Midtown Global Real Estate Investment Forum - Brazil Edition
Data: 12 de fevereiro
Horário: Das 8h às 17h15
Local: Hotel Meliá Jardim Europa
Endereço: Rua João Cachoeira, 107 - São Paulo - SP
Realização: Midtown Capital Partners
Informações: (11) 3031-8838

Sobre a Midtown

Com sede em Miami, a Midtown Capital Partners tem US﹩ 670 milhões sob gestão em ativos imobiliários, com foco nos segmentos residencial, comercial, industrial e de varejo nos Estados Unidos e Espanha. Fundada em 2010 por Alexander Saieh e Alejandro Velez, a Midtown disponibiliza aos seus clientes oportunidades de investimento com estruturas flexíveis, que incluem fundos exclusivos, coinvestimento e joint-venture com estratégias e classes distintas.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS