Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Pesquisa Negocia Fácil/Instituto Locomotiva aponta que 89% dos devedores querem ser mais ouvidos

Ainda conforme levantamento, 84% dos inadimplentes acham que as marcas só se importam com os seus lucros

Para contornar a renda comprometida que afeta o pagamento das despesas diante da atual crise do país, os consumidores têm exigido atenção maior na hora de negociar seus compromissos pendentes. A pesquisa sobre o impacto das dívidas na vida dos brasileiros desenvolvida pelo serviço de cobrança digital Negocia Fácil em parceria com o Instituto Locomotiva aponta que 89% dos inadimplentes gostariam de ser mais ouvidos pelas empresas. O pedido vem num esforço de se chegar a um bom acordo.

Apesar de ser um pleito que aponta uma disposição em resolver de vez a situação de inadimplência, o levantamento mostra ainda uma grande insatisfação entre os devedores em relação aos credores. De acordo com a análise, 84% desse público acredita que as empresas não se importam realmente com os seus clientes, em meio ao empenho de fechar uma conciliação, mas somente com os seus lucros.

“Esse resultado em especial destaca que as pessoas em situação de inadimplência querem buscar alternativas para conseguir pagar as dívidas atrasadas. Por isso, querem conversar com as empresas. Mas a percepção dos consumidores é de não receberem os cuidados necessários pelos credores no momento da negociação”, avalia o head de Negócios Digitais do Negocia Fácil, José Moniz.

A pesquisa destaca ainda outros dados que comprovam essa tendência dos devedores de tentarem negociar os seus compromissos atrasados. Segundo o levantamento do Negocia Fácil/Instituto Locomotiva, 79% das pessoas em situação de inadimplência preferem pagar as dívidas diretamente para as empresas credoras, ao invés de negociar com suas terceirizadas. Desse universo, 51% optariam em firmar acordos via computador, via site do credor. Os 49% restantes gostariam de conversar com uma pessoa na tentativa de conciliação.

Além disso, o estudo ressalta que 73% dos inadimplentes analisados afirmam ter deixado de atender telefonemas de números desconhecidos porque temem ser uma cobrança via telemarketing. Entre os devedores homens, esse percentual aumenta para 76%. No caso das mulheres, o índice cai para 68%, salienta o levantamento.

“Essa tendência sugere que os consumidores se sentem constrangidos no momento da abordagem por meio do telemarketing. Muitos deixam de atender a ligação justamente para fugir dessa situação”, completa Moniz.

Sobre a pesquisa

Divulgada recentemente pelo Negocia Fácil e Instituto Locomotiva, a pesquisa foi realizada com objetivo de aprofundar o conhecimento sobre as características, expectativas e demandas dos brasileiros em situação de inadimplência. Foram entrevistadas 934 pessoas em todo o país, por meio de canais digitais. O levantamento traz diversos recortes, que abordam as causas e consequências, como a inadimplência afeta a vida das pessoas, as preferências no processo de cobrança e as perspectivas dos devedores.

Entre alguns desses dados, 57,9 milhões de brasileiros estão muito preocupados com dívidas em atraso. Essas preocupações assombram 9 em cada 10 devedores e quanto menor a renda, maior é a preocupação – 84% das pessoas de classe AB se preocupam muito com as dívidas, enquanto 94% das pessoas da classe C e 98% das classes DE têm a mesma preocupação.

O estudo mostra ainda que 54,8 milhões de brasileiros têm o sono afetado, 54,1 milhões de brasileiros têm a sua autoestima afetada, 53,5 milhões de brasileiros têm o seu rendimento profissional afetado e 45,3 milhões de brasileiros têm o apetite afetado.

Sobre o Negocia Fácil

O Negocia Fácil iniciou as operações em 2012 e, deste então, recuperou mais R$ 250 milhões em créditos perdidos. Foram mais de 4,5 milhões de acordos negociados em quase sete anos de atividades, após ser criado e formatado pela MFM, empresa com 15 anos de existência e especializada em tecnologia e serviços personalizados para as áreas de crédito e cobrança. O serviço foi desenvolvido para as empresas que precisam recuperar seus créditos de forma simples, rápida e fácil com uma mudança na relação entre os credores e os consumidores endividados. A solução permite que a própria pessoa gerencie sua renegociação, a partir de qualquer dispositivo conectado à internet, a qualquer hora do dia e nos canais de sua preferência. Entre os clientes da MFM, estão a NET, Claro, Jequiti, Banco Pan, Credz, Líder, K2 e Neo GS.

Sobre o Instituto Locomotiva

Renato Meirelles é presidente do Instituto de Pesquisa Locomotiva. Foi fundador e presidente do Data Favela e do Data Popular, onde conduziu diversos estudos sobre o comportamento do consumidor emergente brasileiro, atendendo as maiores empresas do Brasil. Em 2012, Renato fez parte da comissão que estudou a Nova Classe Média Brasileira, na Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. Considerado um dos maiores especialistas em consumo e opinião pública do país, foi colaborador do livro “Varejo para Baixa Renda”, publicado pela Fundação Getúlio Vargas e autor dos livros “Guia para enfrentar situações novas sem medo” e “Um País Chamado Favela”, relacionados ao funcionamento do cérebro e técnicas de aprendizado para o alto rendimento das competências e habilidades cognitivas.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo