Brasil, 17 de Novembro de 2018

+ F O N T E -

Ações condominiais por falta de pagamento crescem 171%

São Paulo e Rio de Janeiro têm aumento de ações de despejo entre 2017 e 2018 e cessão de crédito pode ajudar a trazer equilíbrio financeiro para condomínios

Falta de pagamento e despejo causado pela inadimplência são as principais causas para abertura de ações condominiais no Rio de Janeiro e São Paulo. Com forte movimentação nos Tribunais de Justiça, a protocolização de grande parte destas ações voltou a crescer nas capitais São Paulo e Rio de Janeiro desde março de 2017.

Em fevereiro 2018, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo apresentou os dados referentes a ações condominiais por falta de pagamento, protocoladas no último ano de 2017. Desde março de 2017, foram protocoladas 13.950 ações na cidade de São Paulo, o que representa uma variação de 171% se comparado ao período anterior (2016). Este aumento nas ações apresenta, proporcionalmente, o aumento de condôminos inadimplentes pela cidade.

Apenas no primeiro trimestre de 2018, a cidade de São Paulo protocolou 8% mais ações do que outras grandes capitais, como Rio de Janeiro. Segundo o TJRJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), a cidade carioca protocolou, até março de 2018, 1.389 ações. Durante todo o ano de 2017, o Tribunal registrou 6.622 ações condominiais de despejo por falta de pagamento com e sem cobrança de cumulado.

“O número apresentado pode ser considerado baixo se comparado ao resultado das ações paulistanas, que foram em torno de 13.400. Porém, se relacionado ao número populacional das duas capitais, a diferença se apresenta nas mesmas proporções. Atualmente, o Rio de Janeiro conta com, aproximadamente, 6,3 milhões de habitantes segundo o IBGE, enquanto há cerca de 12 milhões em São Paulo”, analisa o especialista na compra de inadimplência da CreditCon, Dr.Hadan Palasthy.

Segundo informaçoões atualizadas do SECOVI-SP, em março de 2018 houve aumento de 40,5% em ações judiciais por falta de pagamento de condomínio. Foram protocoladas no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, 1.155 ações de cobrança. Em fevereiro o número era de 822.

Com o crescimento da inadimplência condominial, Dr. Palasthy também viu a cessão de créditos para condomínios prosperar, uma vez que o síndico já pode contar com soluções financeiras para diminuir a falta de pagamento ou garantir o recebível. “Temos o objetivo de restaurar o equilíbrio financeiro por meio da cessão de créditos do passivo. Esta solução é rápida, eficaz e beneficia o prédio integralmente. Além de livrar o síndico de tratar assuntos financeiros com os vizinhos devedores, os outros moradores que pagam as contas em dia não têm as cotas condominiais oneradas”, afirma.

A aprovação para a concessão de créditos deve ser feita em assembleia e, a partir deste ponto, a CreditCon assume as dívidas do condomínio, mediando todas as cobranças e acompanhando todo o processo jurídico, do início da ação condominial até sua protocolização, buscando trazer o equilíbrio financeiro de volta.

“Mesmo que o Novo Código de Processo Civil tenha tornado as cobranças mais ágeis, síndico, subsíndico e conselheiros podem, em assembleia, optar por soluções que visam trazer mais segurança financeira para o condomínio”, explica Dr. Palasthy.


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo