Logo
Imprimir esta página

Ministério do Desenvolvimento Regional lança estudo sobre análise territorial para a agricultura irrigada no Brasil

Publicação traz um olhar qualificado para as áreas no Brasil onde é possível se trabalhar com políticas públicas mais adequadas ao desenvolvimento desse tipo de produção

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) lançou, nesta terça-feira (24), em evento on-line, o estudo Análise Territorial para a Agricultura Irrigada no Brasil. A publicação traz um olhar qualificado para as áreas no Brasil onde é possível se trabalhar com políticas públicas mais adequadas ao desenvolvimento da agricultura irrigada, com uma análise relacionada ao desenvolvimento socioeconômico e que dialoga com a realidade brasileira.

Segundo a diretora de Desenvolvimento Regional e Urbano do MDR, Adriana Melo Alves, o estudo vem sendo construído em etapas, desde 2014, com um olhar inovador que mostrou com dados concretos como era o comportamento da agricultura irrigada e suas possibilidades de expansão. Atualmente na terceira etapa, a publicação busca fundamentar o Plano de Ação Imediata da Agricultura Irrigada no Brasil para o período de 2020-2023.

“Esse estudo nos ajudou a reformular as políticas públicas sobre a área. Esses insumos têm relevância significativa para o MDR e as Políticas Nacionais de Desenvolvimento Regional (PNDR) e de Irrigação (PNI). Aproximar essas políticas e expandir a agricultura irrigada de forma estratégica é o nosso principal objetivo”, explicou Adriana.

Diretor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP), Durval Neto explica que seis abordagens direcionaram o estudo realizado pelo MDR: identificação dos problemas, definição de abordagens, levantamento de dados, análise e geração de informação, definição de soluções e, por fim, o suporte à tomada de decisões. A meta principal desse esforço multissetorial é identificar, em mais de 240 milhões de hectares de áreas de agricultura e pecuária, onde é possível intensificar e expandir a agricultura irrigada sem desmatar um único hectare de mata.

“Há, no Brasil, uma área adicional irrigável de mais de 54 milhões de hectares (com água superficial). Isso quer dizer que é possível intensificar em 26 milhões de hectares as áreas de agricultura e também em 26 milhões as áreas de pastagem. Há, ainda, 2,4 milhões de hectares que podem ser irrigados com água subterrânea”, afirma. Segundo Durval Neto, existem regiões prioritárias com índices altos de infraestrutura (transporte, energia e armazenamento), que representam cerca de 8 milhões de hectares que já podem ser intensificados imediatamente.

Segundo Antônio Leite, analista do MDR na área de agricultura irrigada, o MDR já implantou polos de agricultura irrigada em estados como Rio Grande do Sul, Goiás, Bahia e Mato Grosso e prevê novas áreas em São Paulo e Minas Gerais. Ele destaca que o estudo apontou o Mato Grosso como um dos estados com maior potencial de expansão em áreas irrigadas – 4 milhões de hectares a mais. “É um polo onde a irrigação deve avançar muito nos próximos anos. Esta região precisa, portanto, de apoio e planejamento estratégico para que esses avanços ocorram de forma sustentável”, afirma.

Mapa interativo

O MDR está elaborando um mapa interativo, ainda em fase de ajustes, com informações sobre as áreas irrigáveis (de intensificação ou expansão) no Brasil. Construída com apoio da ESALQ/USP, a plataforma oferece uma navegação intuitiva sobre dados técnicos, com o uso de filtros e tabelas, que auxiliam na execução e monitoramento de projetos. A ideia é que ela subsidie tanto o governo quando o público em geral.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2021 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto