Brasil,

Agricultores apontam os principais resultados obtidos na PlantUP

Agricultores apontam os principais resultados obtidos na PlantUP

De forma gratuita, produtores rurais reduzem os custos e aumentam a lucratividade com mudanças simples de manejo baseadas nas informações da plataforma

PlantUP, plataforma digital colaborativa de compartilhamento de informações agrícolas, apresenta resultados práticos aos agricultores. Até o momento, mais de 5,7 milhões de hectares estão cadastrados na plataforma, que foi lançada há quatro meses e reúne com exatidão um banco de dados de desempenho de lavouras de soja, milho e algodão.

O agricultor Pedro Borges, de 27 anos, produz no município de Itiquira (MT) em 190 hectares. Com média de 64 sacas de soja por hectare, ele se cadastrou na plataforma em outubro deste ano e já percebeu resultados em seu desempenho produtivo. “PlantUP me permitiu conhecer o melhor posicionamento da cultivar dentro da minha microrregião, pra proporcionar uma melhor produtividade e aumentar a receita”.

Borges se cadastrou para ter acesso a um benchmarking de informações. “Quando você faz o posicionamento de uma variedade, por mais que tenha a estrutura de quem lhe vendeu, agora com a PlantUP é que se tem um posicionamento mais refinado da sua região. Eu escutava a recomendação de quem me vendeu a semente, buscava informações de fora. Mas agora posso cruzar com os dados da PlantUP para ter a melhor recomendação, população, época de plantio, e realizar ajustes”.

Ele conta que, devido ao atraso no plantio nesta safra, recorreu à PlantUP para o auxiliar na tomada de decisão sobre a população da lavoura. “Eu chequei na PlantUP se naquela época que eu estava plantando – um pouco mais tarde que o normal – eu deveria mudar a população ou se houve casos de sucesso com o plantio tarde com a mesma população. Mudei com segurança”.

Redução de custos

A PlantUP é a primeira plataforma que o agricultor José Eduardo Rubio, 36 anos, usa para a sua lavoura. Com duas áreas em que planta soja e milho – nos municípios de Vera e União do Sul, ambos em Mato Grosso – trabalha em um total de 2.135 hectares.

Rubio estima que teve uma economia com custo em semente de 10%. “Vi que não precisava colocar tantas plantas [por metro] como a gente estava colocando”. Outra melhora apontada pelo produtor é o aumento da produtividade, conseguindo, afirma, aumentar de uma a duas sacas de soja por hectare.

“Os benefícios são poder ver as variedades de soja na região, para fazer um filtro e saber a melhor época de plantio, a população mais adequada, para irmos ajustando na nossa lavoura”, explica Rubio.

Oportunidade

O presidente do Grupo Atto, responsável pelo desenvolvimento da PlantUP, Odílio Balbinotti Filho, lembra que a plataforma surgiu das “dores” dos agricultores. “As dificuldades que temos na agricultura normalmente eram resolvidas da forma tradicional. E, com a agricultura digital, vimos a oportunidade de resolver questões como as que a PlantUP veio para resolver. Por sermos da área, temos uma percepção maior daquilo que incomoda o agricultor, das dificuldades que ele tem”.

A plataforma é focada, por exemplo, no problema do produtor rural em escolher a cultivar mais adequada para o plantio. São 150 cultivares de soja e 350 de milho lançadas todos os anos. “A PlantUP surge para ajudá-lo, não apenas para mostrar quais cultivares estão performando melhor na região quanto qual a melhor população, a melhor época de plantio, questões que dão um resultado grande”.

Balbinotti Filho explica que, somente reposicionando essas cultivares, inclusive as já conhecidas do agricultor, consegue-se aumentar de três a cinco sacas de soja por hectare. “É uma grande oportunidade. Tecnologia que vem, que não aumenta custo e que faz você aumentar a produtividade, que vira lucro líquido”.

O agricultor Pedro Borges ainda destaca: “um ponto importante da plataforma é que ela é uma contraprova do que te falam. Você compra a semente e o consultor te passa a população, você confia nele, tem um relacionamento antigo com ele, mas pode ser que é uma variedade que ele não trabalhou tanto, aí usa a PlantUP como uma contraprova de informações”. Essa contraprova é baseada na própria região do produtor, com dados fiéis de outros agricultores – tudo isso sem expor a identidade do usuário, respeitando a privacidade.

Todo e qualquer produtor rural pode ter acesso, gratuitamente, à PlantUP pelo site meuplantup.com, independentemente do tamanho de propriedade e níveis de tecnologias aplicadas. O acesso pode ser por desktop, smartphone ou tablet.

Sobre o Grupo ATTO

Com sede em Rondonópolis (MT), o Grupo ATTO é a holding proprietária da ATTO Sementes - antiga Sementes Adriana, líder na produção de sementes de soja no Brasil com 40 anos de história na agricultura nacional. O fundador do grupo, Odílio Balbinotti, chegou a Mato Grosso em 1980 e, mesmo com os desafios da época, conseguiu produzir sementes de qualidade para uma então nova fronteira agrícola, no município de Alto Garças. Desde 2003 a empresa é presidida por Odilio Balbinotti Filho e, além da semente de soja, passou a produzir sementes de milheto, crotalária, azevém e brachiaria, que plantam mais de 1,5 milhão de hectares no Brasil e mais oito países. Em agosto de 2019, o Grupo lançou a plataforma PlantUP, que vem contribuir com a tomada de decisão do agricultor, alinhada com o propósito de elevar sua competitividade sem o aumento de custos.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo