Brasil,

Reunião em Paris foca pesquisa sobre resíduos de defensivos agrícolas realizada no Brasil

Encontro promovido com cientistas do Consórcio Internacional de Qualidade de Equipamentos de Proteção Individual conhecerá resultados de estudo que investiga resíduos de produtos em vestimentas protetivas agrícolas

Especialistas em segurança na aplicação de agroquímicos que estudam a exposição do trabalho rural a esses produtos se reúnem na capital Paris, amanhã, 3. Durante a reunião, será apresentado um novo método, desenvolvido no Brasil, com objetivo de avaliar a contaminação de vestimentas protetivas ao trabalho rural por resíduos de defensivos agrícolas. Os participantes do evento são membros do Consórcio Internacional de Qualidade de Equipamentos de Proteção Individual na Agricultora.

O estudo originário do Brasil foi liderado pelos pesquisadores Hamilton Ramos, brasileiro e Anugrah Shaw, ela uma cientista dos quadros da Universidade de Maryland Easternshore (EUA). Conforme Ramos, todo o desenvolvimento da pesquisa ocorreu no Centro de Engenharia e Automação do Instituto Agronômico (CEA-IAC), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de SP, sediado em Jundiaí e teve o apoio da UIPP - Union des Industries de la Protection des Plantes, da França.

De acordo com Ramos, sua pesquisa teve por objetivo padronizar uma metodologia para investigar resíduos e parâmetros de segurança de matérias-primas empregadas na fabricação de equipamentos de proteção individual (EPI), “sobretudo após o final da vida útil destes produtos”, ressalta ele.

Segundo Ramos, o resultado do trabalho trará ganhos de sustentabilidade a países agrícolas, ao ajudar a reduzir a exposição do trabalhador rural e do ambiente a agentes químicos. Um dos pontos mais importantes do estudo, destaca ele, é o de revelar se vestimentas protetivas devem ser descartadas como lixo comum ou tóxico, “ou ainda se não necessitam ser descartadas, podendo ser reutilizadas para outros fins após lavagem e descontaminação”.

Essa checagem, continua Ramos, é indispensável para preservar a saúde no campo e ainda não foi feita sob o olhar científico em nenhum lugar do mundo.

Hamilton Ramos coordena ao programa IAC-Quepia de Qualidade de Equipamentos de Proteção Individual na Agricultura, iniciativa que conta com apoio do setor privado e estuda há mais de 13 anos a qualidade da produção da indústria brasileira e mundial de vestimentas protetivas agrícolas.

Fruto de uma parceria entre o setor privado e o Centro de Engenharia e Automação do Instituto Agronômico (CEA-IAC), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP, o Quepia teve peso decisivo para reduzir, no Brasil, a reprovação de vestimentas protetivas submetidas a certificações de qualidade. Esse índice, que era de 80% no ano de 2006, caiu para 20% no ano passado.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo